em , ,

Programação Off Comicon 2011

Agora que você sabe o que esperar da Rio Comicon 2011, chegou a hora de falar dos eventos alternativos envolvendo quadrinhos (ou quadrinistas) que permeiam a cidade e a noite carioca nos dias de evento.

Sem mais, o flyer da programação:

Quinta-feira 20/10/11

20h Jazz na Taverna com Lotus Combo

Junto com a Rio Comicon, inauguram-se as comemorações da OFF-COMICON com uma noite de jazz em uma linda casa em Copacabana a cargo da banda Lotus Combo. Ambiente ideal para comer, beber, conversar e curtir um bom som.

Serviço: Pura Vidal Hostel (Rua Saint Roman, 20) – Copacabana. Entrada R$ 15,00 – somente para maiores.

Sexta 21/10/11

20h Coquetel de lançamento da Tarja Preta #7

A aguardada sétima edição da revista Tarja Preta finalmente será lançada num evento histórico!

Serviço: La Cucaracha Bazar e Galeria (Rua Teixeira de Melo 31, Loja H) – Ipanema. Entrada franca!

23h Festa Chama Danceball com Djs Maira Guarabyra, Guy Costa e Raoni Mouchoque

Serviço: Centro Cultural Lapa (Ladeira de Santa Tereza, 6) – Lapa. Entrada R$ 20,00 – somente para maiores.

Sábado 22/10/11

22h Grande Festa dos Quadrinhos (In)Dependentes

Comemorando o lançamento das publicações: Calendário Pindura, Revista Samba, Revista Tarja Preta, Revista Beleleu, Revista Golden Shower, Revista Prego e A Bolha Editora, o Centro Cultural Fazenda Tolstói abre suas portas para uma noite de muita diversão e música com as bandas Chapamamba e Tex Mex Trio, e o DJs Juca, Sal Camino, Matias Maxx e Fabio Monstro!

E não é só isto, além de contar com bazar de produtos e venda dos principais quadrinhos alternativos da feira, no evento ainda serão exibidos vídeos inéditos da TV Quase! acompanhamos pela videodiscotecagem de Matia Maxx!

Serviço: Centro Cultural Fazenda Tolstói (Rua Álvaro Ramos, 394) – Botafogo. Entrada R$ 10,00 – somente para maiores.

Participe com sua opinião!

Ímpar

Publicado por Salvador Camino

ModeradorVerificadoPromotor(a)EscritorGamerRepórterMusicistaFotógrafo

Detective Comics Reboot 03/52

Festival do Rio: “A novela das 8” carece de consistência dentro de sua vocação brilhantina