em

XXII Troféu HQMix – 2010

O HQMix, nosso Kikito dos quadrinhos, premiou diversos profissionais da nona arte na última quarta-feira, seis de outubro. A cerimônia aconteceu no SESC Pompeia e foi apresentada pelo eterno garoto Serginho Groisman.

Os vencedores, anunciados na semana anterior, não trouxeram tanta surpresa. Dos destaques nacionais: Daniel Esteves ganhou pela segunda vez consecutiva prêmio de publicação independente de autor por seu Nanquim descartável, Allan Sieber ganhou seu segundo troféu (foi revelação em 1997 e já ganhou prêmio de melhor cartunista em 2005 e melhor livro de cartum em 2007), dessa vez por publicação de humor com É tudo mais ou menos verdade (Desiderata).

André Dahmer ganhou seu segundo prêmio, dessa vez por tiras nacionais pelo seu site, Malvados, que já era hors-concours entre o público há um bom tempo. Mas hors-concours mesmo é o grande mestre Laerte, que ganhou também no último ano pelo volume 3 de seus Piratas do Tietê. Os vencedores levaram para casa o Astronauta de ouro, personagem imortalizado no troféu HQMix 2010. Maurício de Sousa também não poderia deixar de levar astronautas para casa, dois pelo livro MSP 50 que reuniu o trabalho de cinquenta autores homenageando a Turminha e ainda teve um segundo volume em 2010. A Turminha jovem também levou prêmio pra casa.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=Ew0leLqv7xM[/youtube]

Os ganhadores internacionais foram em grande maioria dos States. Desenhista estrangeiro para Craig Thompson por seu Retalhos, roteirista estrangeiro para Chris Ware e seu Jimmy Corrigan e Gênesis de Crumb, todos publicados pelo selo Quadrinhos na Cia., também premiada como editora do ano. Outros premiados estrangeiros foram o desenhista Ivan Reis, por sinal, brasileiro e Peanuts completo da L&PM (publicação de clássico) e Verão índio (prêmio de publicação erótica, de Manara e Pratt, publicado por Meribérica/Liber).

Aliás, será que premiar estrangeiros por categorias nacionais denotaria falta de produção na área? Muitos prêmios foram extintos e integraram outros por falta de publicações nacionais (terror, álbum de aventura e minissérie juntaram-se sob o troféu “Aventura, Ficção e Terror”; blog e site de quadrinhos integraram o prêmio Mídia de quadrinhos entre vários outros que foram extintos por “inconstância nas publicações”, como sites e blogs de autor – nos últimos anos, pelo contrário, viu-se uma onda crescente de autor montando seus sites e blogs. Liniers, por exemplo, para não falar em nenhum nacional, tem um site tão charmosinho). Mas se o critério para extinção é esse, por que continuam com o prêmio mídia de quadrinhos se há dez anos o Universo HQ continua ganhando, tirando o ano passado?

Duas novidades foram destacadas pela Folha: Sonia Luyten, pesquisadora em quadrinhos e presidente do Troféu, anunciou a criação de uma federação de cartunistas brasileiros, a FECO Brasil e o futuro intercâmbio entre a festa brasileira e o Festival de Quadrinhos de Amadora, em Portugal. Os mais votados de cada festival irão expor no país alheio.

Os comentaristas de plantão – leia-se do twitter – falaram da ausência de inúmeros autores/profissionais não premiados na platéia. Talvez o anúncio prévio dos prêmios prejudique essa frequência. O que mais se comentou esse ano foi sobre dois grandes autores que não estiveram presentes à cerimônia. Crumb, que recebeu o Astronauta meses antes na ocasião de sua passagem por São Paulo, e Laerte, com suas sempre surpreendentes aparições. Dessa vez, com o vídeo mudo, seu visual cada vez mais feminino e seus balõezinhos homenageando seus próprios mestres. Porque ele é mestre faixa-preta mas sin perder la ternura jamás.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=bn2VUyrnQCY[/youtube]

Então, podemos começar as apostas pro ano que vem?

Segue a lista completa de acordo com o próprio site oficial:

Vencedores do 22° Troféu HQMIX

Adaptação para os quadrinhos Jubiabá – Spacca, Quadrinhos na CIA
Adaptação para outro veículo Los Três Amigos – Daniel Messias, Estúdio Iéio
Articulista Sérgio Codespoti – UniversoHQ
Caricaturista Fernandes
Cartunista Airon
Chargista Angeli
Desenhista Estrangeiro Craig Thompson – Retalhos, Quadrinhos na Cia
Desenhista Nacional Marcelo Quintanilha – Sábado dos Meus Amores, Conrad
Desenhista Revelação Gustavo Duarte
Destaque Internacional Ivan Reis
Edição Especial Estrangeira Gênesis – Robert Crumb, Conrad
Edição Especial Nacional MSP50 – Maurício de Sousa por 50 Artistas – Maurício de Souza, Panini
Editora do Ano Cia. das Letras
Evento 6º Festival Internacional de Quadrinhos de BH – Prefeitura de Belo Horizonte e Casa 21.
Exposição Batman 70 anos – Ivan Freitas da Costa
Grande Contribuição ProAc –Programa de Ação Cultural do governo de SP- quadrinhos
Grande Mestre Laerte
Homenagem Especial Art & Comics – Hélcio de Carvalho e Joe Prado
Homenagem Especial Maria Ivete Araújo (Zetti) – 30 anos no Salão Int. de Humor de Piracicaba
Ilustrador Nacional Samuel Casal
Livro Teórico Leitura dos Quadrinhos – Paulo Ramos, Editora Contexto
Mídia sobre Quadrinhos UniversoHQ – Sidney Gusman e equipe
Projeto Editorial MSP50 – Maurício de Sousa por 50 Artistas – Maurício de Souza, Panini
Publicação de Aventura/Terror/Ficção J. Kendall – As Aventuras de uma Criminóloga – Mythos
Publicação de Caricaturas 50 Razões para Rir – Toni D’Agostinho, Editora Noovha América
Publicação de Cartuns Sem Palavras – Samuca, independente
Publicação de Charges Salão de Humor da Anistia, Senado Federal
Publicação de Clássico Peanuts Completo: 1950 a 1952 – Charles M. Schulz, L&PM
Publicação de Humor É Tudo Mais ou Menos Verdade – Jornalismo investigativo, tendencioso e ficcional – Allan Sieber, Desiderata
Publicação de Tiras Níquel Náusea – Um Tigre, Dois Tigres, Três Tigres – Fernando Gonsales, Devir
Publicação Erótica Verão Índio – Milo Manara, Conrad
Publicação Independente de Autor Nanquim Descartável – Daniel Esteves, Quarto Mundo
Publicação Independente de Grupo Café Espacial – Sergio Chaves e Lídia Basoli, Quarto Mundo
Publicação Independente Edição Única (one-shot) Có! – Gustavo Duarte, independente
Publicação Infantil/Juvenil Turma da Mônica Jovem – Maurício de Sousa, Panini
Publicação Mix MSP50 – Maurício de Sousa por 50 Artistas – Maurício de Sousa, Panini
Roteirista Estrangeiro Chris Ware -Jimmy Corrigan, o Menino mais Esperto do Mundo, Quadrinhos na CIA
Roteirista Nacional André Diniz – 7 Vidas, Conrad, Ato 5, independente
Roteirista Revelação Alex Mir – Tempestade Cerebral, Quarto Mundo,
Salão e Festival Festival Internacional de Humor do Rio de Janeiro
Tira Nacional Malvados – André Dahmer, Desiderata
Tese de Mestrado Mariana Vaitiekunas Pizarro – Histórias em quadrinhos e o ensino de ciências nas séries iniciais: estabelecendo relações para o ensino de conteúdos curriculares procedimentais,
Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) Adriano Di Benedetto – As Histórias em quadrinhos e o cinema: as artes irmãs
Web Quadrinhos Dínamite & Raio Laser – Samuel Fonseca

alguém opinou!

Deixe sua opinião!
  1. Im not going to say what everyone else has already said, but I do want to comment on your knowledge of the topic. Youre truly well-informed. I cant believe how much of this I just wasnt aware of. Thank you for bringing more information to this topic for me. Im truly grateful and really impressed. Responder

Deixe sua opinião

Festival do Rio: faltam razões à Boca do Lixo

Festival do Rio: Bearcity