em

Green Ronin inicia a terceira era!

Green Ronin inicia a terceira era! | RPG | Revista AmbrosiaNão a Green Ronin não vai publicar um novo RPG do senhor dos Anéis (ainda que eu ache relevante, já que a última tentativa deu errado). Para aqueles que conhecem esta editora com sede em Seattle, sabem que muitos livros populares lançados sob a OGL (Open Game License) foram editados pela mesma. Assim como outras diversas editoras, a Green Ronin resolveu não seguir a Quarta Edição do D&D se mantendo fiel a primeira licença. Como o logo do D20, uma propriedade da Wizards, se encontra em uma situação duvidosa (devido a adoção da empresa a uma nova licença, a GSL) a empresa aproveitou para criar um novo símbolo para a OGL, o logo da Terceira Era (fazendo alusão a terceira edição do D&D).

Como parte da estratégia de lançamento a empresa pretende colocar a venda sob PDF e POD todo o seu acervo de livros publicados. Iniciando pelos títulos: Aasimar & Tiefling, Advanced Bestiary, Book of Fiends, Creatures of Freeport, Eternal Rome, e a Trilogia de Freeport: edição para o aniversário de cinco anos. O novo selo pretende além de relançar o seu catalogo produzir novos livros para 3.5.

Para quem não conhece a editora pelo nome, vale lembrar que a mesma é responsável por Mutants & Masterminds (Mutantes e Malfeitores) e True20.

7 opinaram!

Deixe sua opinião!
  1. Sucesso comercial não é igual a qualidade. Britney spears vendeu mais que todo mundo e ganhou um emmy esse ano, e sua música é um lixo. D&D foi um insucesso em muitos aspectos, como a nova licença, de crítica, de suporte….

  2. Por isso eu coloquei “relativo” insucesso, CF, hehehe. Vendas, para mim, também não significam muito. A reação do público RPGista e algumas soluções da WotC (sobre a nova licença, o D&D Insider e o próprio clima de MMORPG) é que me levarm a considerar.

Deixe sua opinião

Avatar

Publicação Felipe Velloso