Cultura colaborativa! Participe, publique e ganhe pelo seu conteúdo!

Informações sobre os títulos da linha Storytelling no Brasil

A tradutora oficial da linha de RPG “Mundo das Trevas“, Mc Zanini, atualizou o blog da Devir com informações a respeito dos futuros lançamentos. Irei reproduzir o texto da mesma, e na medida do necessário, comenta-lo a respeito das decisões editoriais citadas.

Lugares misteriosos:
Foi o primeiro livro de RPG da linha Storytelling traduzido fora (ou seja, por um colaborador externo à editora) e, de certo modo, já esperávamos ter de fazer uma revisão técnica pesada por conta disso. Por melhores que sejam nossas listas de padronização da terminologia, o jargão do RPG ainda é um mistério para quem não é do meio. Não foi fácil, mas, no decorrer da revisão, acho que nos apaixonamos pelo livro. Todos os nove cenários de Lugares misteriosos são muito interessantes e ricos em idéias para histórias, tanto para o Narrador iniciante, quanto para os mais experientes que estão em busca de algo diferente para pegar os jogadores de surpresa. Douglas Reis chegou a comentar que as idéias do livro são tão boas e tão bem fundamentadas na literatura de mistério e horror que até mesmo um leitor não especializado poderia se entreter durante algumas horas. O último cenário, “O Quarto Vazio”, é de arrepiar.
Estamos, neste momento, revisando as provas da diagramação. Pode ser que tenhamos os arquivos prontos para gráfica até o dia 26 de setembro. Já temos a classificação indicativa do Ministério da Justiça (18 anos) e estamos aguardando a aprovação da White Wolf. A nova previsão é de que o livro seja publicado por volta do final de outubro.
Mago: o Despertar e A cidade dos Amaldiçoados: Nova Orleans:
Esta foi a decisão mais difícil que tive de tomar este ano, mas acredito que seja a melhor coisa a fazer para manter o padrão de qualidade que estamos tentando estabelecer para a linha Mundo das Trevas Storytelling.
A partir de agora, passo a me dedicar quase integralmente à tradução de Mago: o Despertar. O “quase” fica por conta da reimpressão do Livro de regras do Mundo das Trevas, uma necessidade de última hora que acabou se tornando uma boa oportunidade. A nova impressão já vai incorporar a errata e até mesmo um novo logotipo para a linha.

Mas, voltando a Mago, a idéia é priorizá-lo para que a publicação saia o mais rápido possível, o que deve acontecer muito provavelmente no início de 2009. No entanto, para conseguir isso, não tenho alternativa a não ser adiar a publicação de A cidade dos Amaldiçoados: Nova Orleans por algum tempo. Nova Orleans provavelmente será o segundo ou terceiro lançamento de 2009, porque estou contando que, com Mago pronto, o Escudo do Narrador correspondente também saia logo em seguida.

A bela capa de Mage: The Awakening

Não há como negar que Lugares Misteriosos é realmente um livro belíssimo, ainda que seja surpreendente sua publicação por aqui. Geralmente estes livros com cenários prontos não ganham a devida atenção por parte dos leitores, e em grande parte das vezes os mesmos tem razão. Poucos realmente acrescentam experiências estimulantes a mesa de jogo e costumam a só ser comprados por narradores em busca de inspiração. Acredito que a editora venderia mais livros se optasse por títulos cujo o foco são as regras opcionais, sempre tão bem aceitas por todos e mais necessárias para incrementar as crônicas em um nível mecânico. Ainda sim, Lugares Misteriosos é uma excelente fonte de inspiração para todos, até mesmo para quem nunca pretende jogar storytelling e quer dar uma olhada em cenários assustadores e bem construídos.

Sobre Mago: o Despertar, tenho pouco a dizer. Como minha linha favorita de forma absoluta (junto com Promethean) só posso torcer que ela faça aqui o sucesso que tem feito lá fora (com mais de vinte suplementos e mais três programados para o próximo semestre, assim como sua posição de bestseller no site WW, que se mantém em terceiro lugar nesse mês, mesmo passado quatro anos de seu lançamento). Acho imprescindível que a mesma lance pelo menos o Tome of Mysteries (leia a resenha do Ambrosia sobre o livro aqui) e o Sanctum & Sigil, já que apesar de ser o maior livro publicado para o WoD, nem de longe todo o conteúdo importante foi caber no básico, ficando muita coisa de fora, algumas realmente essenciais para se entender melhor o jogo.

Por fim devo dizer que não compreendo a opção de se publicar um livro tão inútil quanto o Cidade dos Amaldiçoados: Nova Orleans. Não existe nada que me parece justificar, ainda mais quando a linha tem livros tão interessantes como o Mythologies, The Blood, Chonicler’s guide e  Damnation City, todos aqui muito mais prioritários e relevantes. existe realmente interesse por parte do público de se jogar em Nova Orleans?

Ainda sim, palmas para a Devir que finalmente está colocando o novo Mundo das Trevas em circulação no país.

Compartilhar Publicação
Link para Compartilhar
Publicação Anterior

Pen Drives de Star Wars e Halo no Brasil!

Próxima publicação

Capcom divulga a capa de Street Fighter IV

Comentários 7
  1. Realmente, pena falatar tempo para aproveitar a leitura!
    E também faltam pessoas para jogar o que me desanima… Mas para o mercado é uma grande ganho. Eu sei que no Brasil faltam compradores para se lançar tudo que tem lá fora, mas está parecendo como antes, muitos poucos livros em relação ao todo são traduzidos. Mas ainda sim mais do que antes.
    É esperar e acreditar que teremos os melhores e mais aproveitaveis, e apra quem quiser e entender inglês a oportunidade de comprar de fora o que for querer!

  2. Lembro que no caso de traduções escutei o D3 falando que ao se comprar uma linha você obrigatóriamente teria que publicar tudo dela. ha uma obrigatoriedade que acaba complicando as coisas. Poderia ( poderia…) ser esse o caso…

  3. Ow porcaria!!! Parece que eu estava adivinhando que o mago iria atrasar! Espero só que esse “início” de 2009 não seja lá pra abril e maio… =/
    É o jeito vai ser continuar com meu curso forçado de “aprenda inglês com livros de RPG! Uma iniciativa da Editora Devir!”
    Eu concordo com vc quanto a tradução de New Orleans… poderiam ao invés dele, traduzir logo Chicago, que tem embasamento para os 3 principais títulos. Ou será que a Devir vai seguir como na época do storyteller, com 80% de Vampiro e 20% do restante? acho (e espero!) que não…
    Um abraço! keep posting!

  4. Particularmente…creio que a Devir “deveria” subscrever os direitos de tradução da linha Storytelling, para uma outra empresa competente. hehehe

  5. “Particularmente…creio que a Devir “deveria” subscrever os direitos de tradução da linha Storytelling, para uma outra empresa competente. hehehe” [2]
    Promethean só vai sair quando estiverem prestes a lançar um Mais Novo Mundo das Trevas?

  6. Olá,
    Pelo que fiquei sabendo pela própria MCZ o changeling é promessa pra 2009.
    E concordo com o colega lá de cima: Parece que eu tava adivinhando. Num dos Comments dela ela fala na possibilidade de atrasar. E quando as palavras-chaves são: “Devir”, “Possibilidade”, e “Atraso”, o Google responde: “Vc quis dizer: Aprender Ingles jogando RPG”
    Poisé… o jeito é esperar!
    FaLoW

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia a seguir

Dia Mundial do D&D 2008

Nos dias 6 e 7 de junho, respectivamente estará acontecendo em lojas por todo o Brasil, o lançamento de D&D…