“Cálculo Ilógico”, dirigido por Daniel Herz, em cartaz no Teatro Poeira

16
0

A peça “Cálculo Ilógico”, dirigida por Daniel Herz e protagonizada por Jéssika Menkel, segue em cartaz no Teatro Poeira, em Botafogo, às terças e quartas de outubro (3 a 25), sempre às 20h. No espetáculo, a atriz e dramaturga paulista Jéssika Menkel se apropria de uma dor pessoal e tenta entender esse sofrimento por meio de fórmulas e cálculos. Misturando ficção e realidade, o solo, dirigido pelo premiado diretor Daniel Herz, apresenta o sentimento de inquietação que cerca a nós, humanos, quando nos deparamos com o fim.

Com trabalho corporal e um texto intrigante, em que o público embarca em emoções desmedidas, Jéssika dá vida à Ella, personagem que vive em um universo numérico em busca de nova perspectiva para ver o mundo.

“Busquei na matemática uma forma de contar também a história da perda do meu irmão. Todo o mundo já perdeu alguém. Quis transformar a dor em arte, ressignificar meu olhar para os acontecimentos da minha vida”, revela a jovem atriz, de 32 anos, que também assina a dramaturgia. Em cena, a personagem relembra, revive, calcula acontecimentos e expõe, em números, a eliminação errada de seu irmão D + 1. “Ella enxerga por meio de uma lógica matemática, analisando a probabilidade dos acontecimentos e buscando razões nos números e nas fórmulas para explicar um cálculo chamado vida”, completa a artista.

“Jéssika me apresentou uma cena curta e fiquei perplexo e, ao mesmo tempo, emocionado com a atuação dela e com a força do texto”, lembra o diretor. “Eu diria que o mais genial dessa dramaturgia é a ficção. A base é uma dor verdadeira da autora que, associada à criatividade, à inteligência e ao talento dela, produziu uma poesia cênica”, define Daniel Herz que apostou no talento da atriz e na potência do texto.

Durante o processo de criação, na sala de ensaio, Daniel Herz realizou diversas provocações dramatúrgicas que fizeram com que Jéssika investigasse memórias, sentimentos, abismos e recortes de sua vida.

O figurino de Thanara Schonardie, que também assina a cenografia, traz fragmentos de diversas roupas, inclusive uma camisa do irmão de Jéssika. O cenário, delimitado por uma fita vermelha, traz poucos elementos, como três cubos, que ao longo da montagem ganham novos significados, e uma bicicleta. A trilha sonora original de Éric Camargo foi composta especialmente para o espetáculo, assim como luz de Aurélio de Simoni fortalece a dramaturgia e insere o público dentro da cena.

FICHA TÉCNICA

Texto e atuação: Jéssika Menkel
Direção: Daniel Herz
Assistente de direção: Gabriela Checchia e Tiago Herz
Cenografia e figurino: Thanara Schonardie
Assistente cenário e figurino: Natália Fonseca
Iluminação: Aurélio de Simoni
Preparação vocal: Jane Celeste
Direção musical: Éric Camargo
Design gráfico: Bruno Niquet e Sheila Gelsleuchter
Realização : Onda Produções
Assessoria de Imprensa: Michelle Antelo

Serviço

Peça “Cálculo Ilógico”
Local: Teatro Poeira (R. São João Batista, 104, Rio de Janeiro – Rio de Janeiro)
Datas: Terças e quartas de outubro (03/10 a 25/10)
Horário: 20h
Classificação: 12 anos
Duração: 55 minutos
Ingressos: R$60,00 (inteira) / R$30,00 (meia) https://bileto.sympla.com.br/event/86163/d/212574

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *