Reestreia do premiado espetáculo ‘O Pai’ no Teatro Uol

Reestreia do premiado espetáculo 'O Pai' no Teatro Uol – Ambrosia

Montada em mais de 30 países, peça escrita pelo francês Florian Zeller rendeu ao brasileiro o Prêmio Shell de melhor ator

Sucesso de público e de crítica, a premiada peça O Pai, escrita pelo francês Florian Zeller, já foi vista por mais de 80 mil pessoas em suas 200 apresentações desde a estreia em 2016. 

A montagem brasileira, que é dirigida pelo seu filho Léo Stefanini, voltou ao palco do Teatro Uol, no dia 5 de maio, comemorando os 68 anos de carreira de Fulvio, que ganhou o prêmio Shell de melhor ator por este trabalho.

A montagem, que ainda levou os prêmios de melhor cenografia e espetáculo do ano, segue em cartaz até 26 de agosto, com apresentações às sextas, às 21h, e aos sábados, às 20h. Ao lado de Stefanini, estão em cena Carol Gonzalez, Paulo Emílio, Wilson Gomes, Déo Patrício e Carol Mariottini.

Encenado em mais de 30 países, o texto foi adaptado pelo próprio autor para o cinema em um filme de 2020, estrelado por Anthony Hopkins, que levou o Oscar nas categorias de melhor ator e roteiro adaptado. Recentemente, Florian Zeller estreou outro drama nas telonas, “O Filho” (2022), lançado neste ano no Brasil.

A peça ainda ganhou em 2014, na França o famoso Prêmio Molière, nas categorias de melhor espetáculo, ator e atriz. E, na Inglaterra, foi eleita a peça do ano pelo jornal The Guardian. 

O Pai conta a história de André, um idoso de 80 anos, rabugento, porém muito simpático e divertido. Quando a memória dele começa a falhar, a sua única filha vive um dilema: deve levá-lo para morar com ela e contratar uma enfermeira para ajudá-la a cuidar dele ou deve interná-lo em um asilo – para poder curtir a vida ao lado de seu novo namorado? 

Com tom poético e um leve humor requintado, a peça trata desse tema comovente com leveza e sensibilidade, e nos convida a pensar sobre questões como a convivência familiar, o envelhecimento e as nossas escolhas na vida.

Ficha Técnica

TEXTO: Florian Zeller
TRADUÇÃO: Carol Gonzalez e Lenita Aghetoni
DIREÇÃO: Léo Stefanini
ELENCO: Fulvio Stefanini, Carol Gonzalez, Wilson Gomes, Deo Patricio, Carol Mariottini e Paulo Emilio Lisboa
LUZ: Diego Cortez
SOM: Raul Teixeira e Renato Navarro
FIGURINOS: Lelê Barbieri
TÉCNICOS: Diego Cortez e Ronaldo Silva
DESIGN: Giovani Tozi
ASSESSORIA DE IMPRENSA: Pombo Correio
REALIZAÇÃO: Cora Produções Artísticas

Sinopse

Fulvio Stefanini interpreta André, um idoso de 80 anos, rabugento, mas muito simpático e divertido. Com sua cabeça começando a falhar, sua filha vive um dilema: cuidar de seu pai, ou interná-lo em um asilo e ir curtir a vida com seu novo namorado.

Serviço

O Pai, de Florian Zeller

Temporada: Até 26 de agosto

Às sextas, às 21h; e aos sábados, às 20h

Teatro UOL – Shopping Pátio Higienópolis – Avenida Higienópolis, 618 – Higienópolis

Ingressos: Plateia VIP – R$150 (inteira) e R$75 (meia-entrada) | Plateia – R$100 (inteira) e R$50 (meia-entrada)

Venda online em teatrouol.com.br/espetaculos/o-pai/

Classificação: 14 anos

Duração: 90 minutos

Capacidade: 305 lugares

Acessibilidade: O teatro é acessível a cadeirantes e pessoas com mobilidade reduzida.

Total
0
Links
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ant
Websérie destaca os outros grupos sociais que tiveram protagonismo no processo de independência do brasil
Websérie destaca os outros grupos sociais que tiveram protagonismo no processo de independência do brasil – Ambrosia

Websérie destaca os outros grupos sociais que tiveram protagonismo no processo de independência do brasil

A websérie “Outros Gritos da Independência” traz luz à contribuição

Prox
Reestreia o solo Pagú – Até Onde Chega a Sonda, no Teatro Vivo
Reestreia o solo Pagú – Até Onde Chega a Sonda, no Teatro Vivo – Ambrosia

Reestreia o solo Pagú – Até Onde Chega a Sonda, no Teatro Vivo

Patricia Galvão – Pagú (autora homenageada da FLIP 2023) é o ponto de

Sugestões para você: