em

“Arrow” redime os fãs que ansiavam por seriados com super-heróis

Os seriados de super-heróis não são exclusivos deste século. Muito pelo contrário. Começou há muito mais tempo. Tivemos Batman e Robin e os muitos soc, paft, tum, um legítimo Hulk verde (mesmo que pintado) e até um filme sobre Os Vingadores onde o Homem de Ferro parecia mais uma versão “moderna” do Homem de Lata do Mágico de Oz. Ainda assim, as tentativas eram muitas, e isso não se pode negar. Infelizmente a galhofa era inevitável, pois os recursos da época eram bem limitados (o Hulk era um ator, halterofilista, pintado de verde. Precisa mesmo falar mais alguma coisa?)

E mesmo com o passar de muitos anos, inúmeros projetos não chegaram a sair do papel, ou quando saíram, se mostraram falhos, como a extinta série “Birds of Prey” que contava a história da filha do Batman com a Mulher-Gato e só durou 13 episódios. Na mesma época, foi lançado “Smallville” que contava a trajetória de Clark Kent, até de fato se tornar o Superman. As primeiras temporadas agradaram bastante o público, mas logo depois os produtores perderam a mão e a audiência começou a cair. Passou a se questionar quanto mais duraria a série. Bem, nas últimas temporada a inserção de outros heróis foi o que deu um verdadeiro gás, tirando o seriado do buraco em que estava. Um dos heróis que fez muito sucesso foi o Arqueiro Verde. Com isso a CW (atual canal WB nos EUA) teve a brilhante ideia de criar um seriado sobre esse herói.

SCENE FROM EPISODE OF CW SERIES 'ARROW'

“Arrow” estreou em 10 de Outubro de 2012 e aos poucos foi conquistando um público que hoje em dia é fiel a série. Na trama, Oliver (Stephen Amell) é um playboy/bilionário que naufraga com seu pai e vai parar numa ilha onde fica por 5 anos. Seu pai lhe deixa um caderno com nomes de pessoas que assim como ele, prejudicaram a Starling City, sua cidade natal. Durante os 5 anos em que esteve na ilha, Oliver aprendeu muitas coisas, inclusive a atirar com um arco e flecha. Quando finalmente é resgatado ele começa uma caçada para acabar de vez com esses bandidos.
Aos poucos precisa se acostumar novamente com sua família, amigos e seu antigo amor, Laurel Lance (Katie Cassidy) que não quer saber dele. Oliver não quer que ninguém saiba o que ele faz a noite, mas para isso precisa de muitos álibis. Obviamente, não dá certo por muito tempo e ele logo arranja um aliado, seu guarda-costas, John Diggle (David Ramsay). Juntos eles começam a eliminar os figurões da lista, mas atraem muita atenção da polícia, que não vê com bons olhos as ações do tal vigilante. A cada nova notícia, Oliver vai descobrindo mais sobre sua missão e quantos segredos ela esconde. Segredos esses que vão revelar a verdade de cada envolvido, histórias do seu passado e o da sua família.
retorno-serie-arrow

O seriado não é pretensioso e nem se propõe a tal. Tendo isso em mente fica fácil de acompanhar. Talvez a grande sacada dos criadores seja ter optado por não “usar” super poderes na série. Afinal, o próprio herói, Arqueiro Verde (que durante 23 episódios só é chamado assim uma única vez!) não tem super poderes. Ele usa de técnicas de luta aprendidas na ilha para se defender, assim como alguns brinquedos bem legais que só um bilionário teria acesso, e claro, o arco e flecha. Para o papel de Oliver Queen eles escolheram Stephen Amell, um ator canadense pouco conhecido do público em geral. Ele fez algumas participações em séries e até dublou o personagem do Arqueiro para o jogo de videogame “Injustice: Gods Amoung Us”. Amell é um ator mediano que consegue se desenvolver bem ao longo da série, mas sem muita emoção. Ainda assim, ele tem treinado bastante e dado tudo de si na parte física e nas cenas de ação. As demais atuações são superficiais, mas nada que chegue a atrapalhar o andamento da trama.
ku-xlarge O papel de destaque vai para Emily Bett Rickard que interpreta Felicity Smoak, a hacker que ajuda Queen e Diggle em suas buscas e invasões online. Ela tem as melhores falas e consegue sempre se destacar mesmo que sua aparição no episódio seja pequena. O ponto fraco talvez sejam as lutas coreografadas. Dá para notar que levou um certo tempo para que a produção acertasse o tom com essas lutas sem ficar parecendo ensaiado demais. O que só acontece do meio para o final da série.

Uma coisa que deixou os fãs bastante intrigados foi justamente o fato dos criadores optarem por não usar personagens com super poderes. Com isso, o papel de Dinah Laurel Lance ou como todos a conhecem Canário Negro não existirá. Laurel, como é chamada na série, é uma advogada que trabalha em um escritório do governo em causas pro bono. Existem rumores de que uma outra atriz será escolhida para viver a Canário Negro, o que irritou alguns fãs. Só nos resta esperar.

Poucas foram as séries do Canal CW que conseguiram enxergar seu final, sem antes serem canceladas. “Arrow” foi renovada para uma segunda temporada que deverá começar em meados de Setembro. Vamos torcer para que dê tudo certo, pois os criadores pretendem agora incluir o Flash na trama e isso com certeza, será interessante de ver.

alguém opinou!

Deixe sua opinião!

Participe com sua opinião!