Estreia hoje “Marvel Agents of S.H.I.E.L.D.”

Sentindo falta do Agente Coulson? Pois pode ficar despreocupado. Hoje estreia no canal Sony às 21h a aguardada série, “Marvel Agents of S.H.I.E.L.D.”, que vai contar um pouco sobre a organização por trás dos Vingadores e de Nick Fury.

O episódio piloto se passa pouco tempo após o caos instaurado em Nova York com a invasão de Loki e os Chitauri, quando a Humanidade se deu conta que além de um bilionário vestindo uma armadura de ferro, existiam outros heróis e vilões rondando a Terra. Com isso, os Agentes da SHIELD saem a campo para pesquisar e encerrar atividades terroristas e biológicas, de cunho extremamente sigiloso, que nem sempre requer a ajuda dos super-heróis.
agents of shield 650 corr marvel

À frente do grupo está de volta o Agente Coulson (Clark Gregg) que na verdade não morreu quando Loki o atacou, mas sim, ficou fingindo para que isso desse incentivo aos Vingadores. Ao seu lado temos Maria Hill (Cobie Smulders em participação especial) que parece saber um pouco mais sobre a “morte” de Coulson do que ele próprio. Quando um prédio explode e um homem pula do último andar resgatando uma mulher, todos os alertas da SHIELD disparam, anunciando: temos um novo herói e precisamos encontrá-lo. Só que com toda essa atenção, há aqueles que querem faturar em cima dos artefatos; e é por isso que Coulson precisa de novos recrutas para seu grupo. Ele vai atrás de Grant Ward (Brett Dalton) um agente meio cético que não vê como poderá ajudar, mas acaba aceitando o convite. Se unem a ele, Fitz-Simmons (Iain De CaesteckerElizabeth Henstridge), um casal de engenheiro e bioquímica responsáveis por todo o aparato tecnológico e pesquisa das missões. E a pilota, Melinda May (Ming-Na Wen) que possui um passado misterioso, do qual ninguém se arrisca a falar. Longe dali, a hacker Skye (Chloe Bennet) está sempre de olho nas atividades da SHIELD e logo se torna uma agente em potencial aos olhos de Coulson. Juntos eles terão que descobrir quem é esse novo herói e se ele nasceu com poderes ou os ganhou.
agents2

Tudo o que gera uma grande expectativa acaba sendo aguardado com um entusiasmo equivalente, o que pode vir a ser prejudicial. E Marvel Agents of SHIELD acabou caindo nessa rede.
Os irmãos Whedon (Joss deixou seu irmão Jed e a cunhada Maurissa encarregados do seriado, enquanto finaliza seus filmes) se preocuparam mais na produção do episódio, se cercando dos melhores cenários, figurinos e aparatos, do que finalizando o roteiro. Sabemos que existirão muitos mistérios e missões a serem revelados posteriormente, mas não havia necessidade de todos serem apontados agora, tirando assim o elemento surpresa do espectador. O que acabou deixando o roteiro com lacunas em branco e cortes sem sentido em alguns diálogos. Em contraponto, temos ótimas atuações dos novatos e é claro, de Clark Gregg, que continua com seu humor sarcástico afiadíssimo. A essência de Whedon está ali a todo momento e dá para entender que se trata de um projeto bastante ambicioso.
A nós, fãs ou meramente curiosos, resta esperar que eles consigam dar uma boa guinada nos demais episódios e que se dediquem a um por vez, com mais esmero, e não querendo abraçar os mundos com as pernas.

Não percam a estreia hoje às 21h, no Canal a cabo Sony, e tirem suas próprias conclusões.