em

Primeiras Impressões: Lethal Weapon – 1º Episódio

Se nos anos 1990 houve uma tendência de séries de TV serem adaptadas para o cinema, agora na década de 2010 parece estar ocorrendo o inverso daquele processo. São vários os filmes que estão virando séries. O mais recente é Lethal Weapon (Máquina Mortífera). Até 2014 cogitava-se um novo filme, mas provavelmente o não envolvimento de Richard Donner (a série tradicionalmente reunia toda a equipe em todos os filmes) transferiu o projeto para a TV.

Contudo, a julgar pelo episódio-piloto, a série baseada nos filmes de Donner é bem decepcionante. A tentativa de recriar nesse episódio, a química que levou os policiais Martin Riggs e Roger Murtaugh, que foi desenvolvida com maestria por dois atores na película original (Mel Gibson e Danny Glover), parecia um filme que você já tinha visto, só que com pouca qualidade.

A direção de McG (de “Exterminador do Futuro: A Salvação” e dos filmes das “Panteras”) é sem criatividade, repetindo muito as cenas clássicas do filme original. A atuação de Clayne Crawford, o novo Riggs, não tem a empatia e o charme que Gibson dava ao original. Este aqui fica parecendo apenas uma pessoa com cara de bobo. Já o ator Damon Wayans (o eterno Michael Kyle de “Eu, A Patroa e As Crianças”), consegue ao menos dar vida ao novo Murtagh de uma maneira mais leve e diferente ao personagem, sendo a melhor coisa de todo o episódio.

lethal-weapon2

Como esse episódio é de origem e trabalha só com o material original, é de se esperar que, com a continuidade, tenha algo de original, não seja uma série de “o bandido da semana”, e também não crie uma linha mestra com uma grande conspiração ou um grande vilão da temporada (algo que não apareceu aqui, sendo um episódio fechado). Se isso não acontecer, a série corre um risco de não ver uma segunda temporada.

Deixe sua opinião

“O bebê de Bridget Jones” mantém o bom humor dos filmes anteriores

Primeiras Impressões: MacGyver – 1ª Temporada