em

TopTop

Relembre a série Anjos da Lei

Anjos da Lei foi uma série criada por Patrick Hasburgh e Stephen J. Cannell e exibida entre 1987 e 1991, com total de 103 episódios, pela FOX nos EUA. No Brasil, a série chegou através da Rede Globo, e tinha como tema de chamada e abertura a versão dos Pet Shop Boys de “Always On My Mind”. Na trama, um grupo de jovens policiais atuava disfarçado em escolas de subúrbio para desbaratar esquemas de quadrilhas de traficantes de drogas. O grupo tinha como quartel general uma capela na rua Jump número 21 (daí o nome original 21 Jump Street), onde recebiam instruções de uma nova missão, distribuíam tarefas, reuniam informações coletadas por seus integrantes e decidiam qual melhor caminho para obter as provas do criminoso (ou do inocente).
21jumpstreet21
O mote foi inspirado em um programa real da polícia de Los Angeles que consistia exatamente em infiltrar jovens policiais que se passavam por alunos para coibir a ação de infratores juvenis nas escolas, com a devida cautela para que o criminoso não percebesse que estava sob investigação policial. Boa parte do seriado também abrangia questões como alcoolismo, crimes de ódio, a homofobia, AIDS, abuso infantil, e promiscuidade sexual. Da mesma forma, cada problema era muitas vezes resolvido até o final do episódio, dando uma lição de moral implícita sobre o impacto de uma determinada ação.
Alguns episódios eram até seguidos imediatamente de propagandas institucionais do governo estrelados por membros do elenco no melhor estilo “conselhos do He-Man”. A FOX, a princípio não acreditava muito no sucesso do programa, e quando foram divulgados os números muito acima do esperado todos ficaram surpresos no estúdio. Porém, a fórmula foi meticulosamente desenvolvida pelos produtores para  cativar o público jovem: ação, um certo humor e um elenco de protagonistas jovens, bonitos e de diferentes etnias.
21-jump-street-e1332218702513
Anjos da Lei estreou exatamente na primavera de 1987, ao mesmo tempo que “Um Amor de Família” e “Tracey Ullman Show”. A série também ficou conhecida por ter em seu elenco um juvenil Johnny Depp, que era a primeira opção para o papel principal do agente Tom Hanson, mas recusou o primeiro convite do criador Patrick Hasburgh. Jeff Yagher assumiu o papel, mas a FOX não ficou satisfeita com o resultado e até chegou a cogitar Josh Brolin, que acabara de sair do sucesso de “Os Goonies”.
No fim, Hasburgh insistiu em oferecer o papel a Depp mais uma vez, que então aceitou e as cenas do agente Hanson foram refeitas. O ator, que já tinha estrelado o filme “A Hora do Pesadelo” em 1984, na verdade não queria trabalhar em uma série de televisão, mas concordou com um contrato de seis anos só porque não acreditava que o show iria durar mais de uma temporada. O salário e e a chance de trabalhar com Frederic Forrest, o capitão Jenko também foram chamarizes.
O carisma de Depp impulsionou o sucesso da série, mas na terceira temporada, o ator estava irritado por ter que ficar preso à atração em vez de aceitar várias ofertas de cinema. Ele começou a se queixar sobre os scripts e muitas vezes atuava de maneira apática. Com a ajuda de seus advogados, Depp foi liberado de seu contrato e deixou o show após a terceira temporada, o que foi o contribuiu para o início da queda na audiência, que foi se acentuando até o seriado ser cancelado com o fim da quarta temporada.

A Equipe

21jumpstreet06
Tom Hanson (Johnny Depp) – Jogador de boliche inveterado, e saxofonista nas horas vagas, ele era o tira novato que os criminosos não levavam a sério. Após de deixar quatro criminosos fugirem, e acidentalmente quebrar o nariz de seu parceiro, o seu capitão lhe dá uma escolha: ele pode ficar de plantão na DP, ou ir para um novo departamento. É um novo departamento, apenas quatro semanas seguidas. Ele contém oficiais que parecem muito jovens para ser policiais designados a irem disfarçados a escolas de ensino médio para impedir tráfico e uso de drogas, álcool, estupro, prostituição e etc. Hanson no primeiro rejeita, porque ele não pensa que isso é ser um policial. O capitão explica que este onde os verdadeiros criminosos são, e para obtê-los antes que eles se transformem em adultos. Daí ele se dirige para a capela de Jump Street, onde tudo começa. O personagem ficou até a terceira temporada, mas fez aparição em episódio da quarta.
jenko
Capitão Richard Jenko (Frederick Foster) – um capitão com um pé nos anos 60 e outro na década de 80. Ele treinou sua equipe com paixão até que no sexto episódio da primeira temporada foi morto em acidente automobilístico, um duro golpe para a unidade Jump Street.
143551
Capitão Adam Fuller (Steven Williams) – Ao contrário de Jenko, Capitão Fuller era um líder inflexível. Ele não tinha muita credibilidade por parte da unidade inicialmente, até a sua tenacidade em uma situação de reféns envolvendo Hanson no episódio 7 da temporada 1 provar que seus oficiais poderiam contar 100% com ele. Um defensor constante do programa Jump Street, Fuller também agiria como uma figura paterna para a unidade.
21jumpstreet00
Oficial Doug Penhall (Peter Deluise) – Aparentemente um atlético descerebrado, Penhall era o coração da unidade. Penhall foi um parceiro de valor inestimável para Hanson. Sempre com piadas rápidas, Penhall deixava no ar que seu comportamento mascarava uma tristeza profunda. Ficou até o meio da quarta temporada.
hoffs
Oficial Juddy Hoffs (Holly Robinson Peete) – Judith Marie Hoffs era a geniazinha do grupo. O única da equipe que cursou faculdade, Hoffs também seria a único a ser detetive. Hoffs tinha que vencer muitos preconceitos como mulher e negra dentro da unidade. Isso resultou na ética de trabalho que forjou um vínculo com ambos os capitães Jenko e Fuller. Foi a única dos “anjos” que participou das quatro temporadas.
MV5BMTQ3MjY2OTk4NF5BMl5BanBnXkFtZTcwNzcxNzgyMQ@@._V1._SX450_SY293_-400x260
Oficial H. T. Ioki (Dustin Nguyen) – O oficial Harry Truman Ioki foi um dos primeiros a juntar-se a Unidade de Jump Street. Um refugiado vietnamita que se passava por japonês, Ioki (na verdade Vinh Tran Van) era um policial duplamente disfarçado. Era um preço que ele estava disposto a pagar para anular as memórias do passado. Ioki só queria se encaixar. Isto lhe deu uma atitude de andar na linha que agradou a seus colegas oficiais. Sempre um parceiro de confiança e de caráter reservado. Ficou até a terceira temporada.
sal-jenco-21-jump-street-1987-photo-GC
Sal “Blowfish” Banducci (Sal Jenco) – Descoberto pelo oficial Doug Penhall, Sal é o “engenheiro de manutenção”, também conhecido por fazer faxina na Capela. Seu apelido vem de sua imitação de um baiacu. Era um personagem recorrente que funcionava como alívio cômico. Apareceu em 42 episódios entre a primeira e a quarta temporada.
richard-grieco-21-jump-street-1987-photo-GC
Oficial Dennis Booker (Richard Grieco) – Era o encrenqueiro da turma. Entrou na terceira temporada, não reapareceu na seguinte, mas ganhou o spin off “Booker”
michael-bendetti-officer-anthony-mac-mccann
Oficial Mac McCann (Michael Bendetti) – De caráter convencido e vaidoso, o oficial Anthony Mac McCan entrou no seriado na última temporada.
brothers41.jpg.w300h226
Oficial Joey Penhall (Michael DeLuise) – Era irmão de Doug. Na vida real os atores também eram irmãos. Ao contrário de Doug que fazia o gênero engraçadinho, Joey era mais passional. Participou de 13 episódios entre a terceira e a quarta temporada.

Algumas curiosidades

O personagem Booker deveria ser morto no final da terceira temporada. No entanto, ele mostrou-se tão popular que ele foi desmembrada em seu próprio show.
O personagem Doug Penhall também morreria, mas o sucesso da parceria com Tom Hanson fez a FOX mudar de ideia.
Quando Johnny Depp tornou-se cada vez mais desiludido com o seriado, o ator se divertia mudando suas falas.
A cama da cela da Capela, foi em algumas ocasiões usada pelos atores como dormitório para garantir que estariam lá na hora de gravar no dia seguinte. Se um ator tivesse ido para a balada na noite anterior, era logo descoberto pela manhã, pois dormira ali.
O título “21 Jump Street” na verdade é um trocadilho pois “jump street” também é uma gíria em inglês para start (início)
O tema de abertura original era cantado pela atriz Holly Robinson, a Juddy Hoffs. Depp e Peter Deluise faziam o backing vocal.
Peter Deluise (Doug Penhall) e Gina Nemo (Dorothy) eram casados ​​na vida real quando seus personagens namoraram no seriado.
A trama se passava nos EUA, mas as locações eram em Vancouver, no Canadá.
Brad Pitt, Jada Pinkett Smith, Josh Brolin, Christina Applegate foram nomes hollywoodianos que fizeram participação no seriado
“Anjos da Lei” foi a primeira série exibida pelo canal FOX, que conseguiu mais audiência no horário que os programas das três grandes redes (ABC, CBS e NBC).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *