Em 7 de março de 1986 estreava nos Estados Unidos “Highlander”, que no Brasil estreou em 18 de julho e ganhou o subtítulo “O Guerreiro Imortal” (aqui sempre houve essa necessidade de se colocar um subtítulo quando não dava para traduzir o título original).

Era uma aventura fantástica sobre o guerreiro escocês do século XVI, Connor MacLeod (Christopher Lambert), oriundo das highlands (daí o nome) que, além suas habilidades, era imortal. Só poderia ser morto se tivesse a cabeça cortada. MacLeod era tinha como mestre o também imortal Juan Sanchez Villa-Lobos Ramirez (Sean Connery) que o ensinou como combater outros imortais, já que ao último da espécie um prêmio estaria reservado.

Com orçamento de 16 milhões de dólares, consideravelmente modesto até para a época, o filme apenas pagou seus custos com um saldo lucrativo pouco expressivo. Mal chegou a 6 milhões de dólares em arrecadação nos EUA e com muito sacrifício acumulou 13 milhões no resto do mundo. Contudo, tornou-se um cult, virou sensação nas videolocadoras no ano seguinte e gerou quatro sequências (sofríveis), séries e animações de TV.

Comemorando os 30 anos do lançamento, selecionamos aqui 31 curiosidades sobre o filme

highlander12

  • O script de “Highlander” originou-se como tese do roteirista Gregory Widen na UCLA. Com título provisório de “Dark Knight”, o argumento foi inspirado por uma viagem que fez à Grã-Bretanha. Ao ver uma armadura, Winden imaginou como seria se o guerreiro que a usou ainda estivesse vivo. Assim surgiu a ideia de guerreiros imortais, que lutam entre si até os dias de hoje.

 

  • O roteiro original de Widen era bem mais sombrio e graficamente mais violento do que o que vimos na versão final. Seu apelido seria Richard Turpin e ele usaria uma variedade de espadas ao invés da katana que ele adquire após a morte de Ramirez no filme. O Kurgan não seria um selvagem, mas um assassino de sangue frio e não haveria a luz emitida dos corpos (o “quickening”) dos imortais ao serem mortos, nem menção a prêmio

highlander2

  • As filmagens foram feitas entre abril e agosto de 1985 na Escócia, País de Gales, Inglaterra e Nova York

 

  • A narração da abertura, feita por Sean Connery, tem um efeito de eco porque foi gravada em um banheiro. Foi mandada para os produtores por telefone, e eles aprovaram porque eles não podiam discernir a qualidade da gravação dessa forma.

 

  • A cena inicial originalmente ocorreria durante um jogo de hóquei da NHL, mas a liga se recusou a permitir que a equipe filmasse lá porque, segundo própria equipe, tinham a intenção de enfatizar a violência do esporte.

 

  • Na cena do festival escocês, Ramirez mostra a MacLeod sua espada, alegando que foi feito por seu último sogro, Masamune. Houve um verdadeiro Masamune, Goro Masamune, que é conhecido como o maior especialista em forja de espadas do xogunato Tokugawa. Acredita-se que viveu no final do século 13 / início 14, e suas espadas foram as mais citados no Kyoho meibutsu Cho, um catálogo de espada da era Kyoho, compilado pela família Honami de polidores de espada e avaliadores em 1714 sob as ordens do xogum Tokugawa Yoshimune .

highlander5

  • Todas as cenas de Sean Connery tinha de ser filmado em uma semana devido à sua agenda. Ele fez uma aposta com o diretor Russell Mulcahy que eles não iriam terminar tudo em sete dias, mas Mulcahy ganhou a aposta.

 

  • Christopher Lambert mal tinha aprendido a falar inglês quando ele ganhou esse papel. O único outro filme de língua inglesa que tinha feito até era “Greystoke: A Lenda de Tarzan” (1984), na qual ele falou apenas algumas palavras. Daí, teve que passar um tempo com um treinador de diálogo, para desenvolver um sotaque que não parecesse especificamente estrangeiro.

 

  • Christopher Lambert fez sua própria dublagem para a versão em francês.

 

  • Sean Connery e Christopher Lambert se davam tão bem durante as filmagens que eles chamavam um aos outro pelos nomes de seus personagens, mesmo quando não estavam filmando, e foi por insistência de Lambert que Connery voltou com seu personagem para Highlander II: A Ressurreição (1991).

 

  • A cena da igreja envolvendo Kurgan (Clancy Brown) foi filmada durante a noite com a permissão dos sacerdotes responsáveis. Ainda assim, as falas de Brown eram improvisadas, e teriam sido considerada tão sacrílego que os sacerdotes fora da câmera foram fazendo o sinal da cruz como ele as proferiu. Depois de filmar a cena em O Kurgan confronta MacLeod na igreja, Brown, se desculpou com o padre e as freiras pelas falas de seu personagem por receio de tê-los ofendido.

highlander10

  • O efeito de faíscas saindo das espadas no confronto foi realizado anexando um fio para cada espada que levava nos braços dos atores para uma bateria de carro. Uma foi ligada ao terminal positivo e a outra ao pólo negativo, de modo que quando as espadas se chocassem haveria uma descarga luminosa.

 

  • O pseudônimo de Kurgan, Victor Krueger, é na verdade uma piada interna. Victor significa vencedor e Krueger pode sido falsamente visto como uma variação da palavra alemã, Krieger, que significa guerreiro. Assim, Victor Krueger significaria guerreiro vencedor. O significado real da Krueger é “alguém que produz jarros, jarras, canecas”

 

  • Os créditos de abertura, com texto vermelho sobre um fundo preto, eram para ser temporários, mas os produtores gostaram tanto que eles foram mantidos para o corte final do filme.

highlander3

  • Enquanto Marc Singer era a escolha original para o papel de Connor MacLeod, Kurt Russell foi originalmente escalado para o papel, mas desistiu do projeto por insistência da namorada, Goldie Hawn. Entre ourtos, também se considerou: Mickey Rourke, Michael Douglas, Kevin Costner, Sting, Mel Gibson, e Patrick Swayze.

 

  • Embora seja impossível dissociar as músicas do Queen do filme, a banda de Freddie Mercury não era a escolha original. David Bowie, Sting e Duran Duran foram considerados para fazer a trilha sonora. A banda de rock britânica Marillion, que tinha feito um grande sucesso no Reino Unido em 1985 com seu álbum “Misplaced Childhood”, recusou a oferta para gravar a trilha sonora por causa da turnê mundial. O guitarrista Steve Rothery disse mais tarde em uma entrevista que foi “uma coisa realmente estúpida ter recusado”.

highlander13

  • O Queen originalmente gravaria apenas uma canção para o filme, mas depois de ver imagens do filme, eles foram se inspirando e compuseram mais músicas. Cada membro da banda tinha uma cena favorita e canções compostas especificamente para elas. Brian May escreveu ‘Who Wants To Live Forever durante a volta para casa de táxi após ver o filme, e Roger Taylor usou a frase “It’s a kind of magic” como base para a a música dos créditos finais.

highlander6

  • Brooke Adams, de “Invasores de Corpos”, era a escolha original para o papel de Brenda Wyatt. Rosanna Arquette, Jennifer Beals e Elizabeth Brooks também foram consideradas. Tanya Roberts, um dos nomes cogitados, recusou o papel para estrelar o filme de James Bond “007 Na Mira dos Assassinos”, de 85. Na lista final estavam Linda Hamilton, Sela Ward, Sean Young, Linda Fiorentino, Diane Venora e Catherine Mary Stewart. A última, vista em “O Último Guerreiro das Estrelas”, chegou a aceitar, mas depois desistiu por motivo não revelado. Mas o papel acabou mesmo com Roxanne Hart.

 

  • Clancy Brown quase recusou o papel de Kurgan, preocupado que a sua alergia a maquiagem iria impedi-lo de usar as próteses necessárias no final do filme. Brown tinha acabado de interpretar Frankenstein em “A Prometida” (1985) e que ser desligado durante três semanas das filmagens, de tão grave que era a sua alergia à pesada maquiagem usada.

highlander4

  • De acordo com Russell Mulcahy, parte da equipe achou que Clancy Brown havia se tornado a Kurgan e alguns se recusaram a chegar perto dele.

 

  • Rutger Hauer e Nick Nolte foram cogitados para o papel do Kurgan.

 

  • Lee Van Cleef, Clint Eastwood, Malcolm McDowell, Gene Hackman, Michael Caine e Peter O’Toole foram considerados para o papel de Ramirez antes de Sean Connery ser escalado.

highlander14

  • Na preparação para o filme, Christopher Lambert fez treinamento intensivo com o mestre espadachim e campeão olímpico canadense, Bobby Anderson.

highlander11

  • Enquanto filmava nas Highlands escocesas, a equipe médica da produção foram mantidos ocupado na parte da tarde. Depois de umas doses durante o almoço, muitos das centenas de extras escoceses locais ficaram um pouco entusiasmados demais nas cenas de batalhas, com muitos ferimentos leves resultantes. Muitos desses extras eram estudantes da Universidade de Glasgow e foram escalados por causa dos cabelos compridos

 

  • Os extras ganharam £ 25 por dia com um bônus de £ 10 se eles levassem seu próprio cavalo. Vários moradores tiraram folga do trabalho para participar.

 

  • As cenas de batalha foram filmadas em todos os tipos de clima louco incluindo neve e chuva horizontal. O diretor falou muito bem dos extras, que eramo moradores locais e queriam “nada além de uma boa garrafa de scotch no final do dia.” O diretor se admirava que eles até dormiam fora, bebiam metade da noite e se apresentavam para o trabalho de manhã.

 

  • Quando filmou a primeira tomada da cena em que Kurgan irrompe através de uma porta e cortar a mesa ao meio, Clancy Brown em vez disso correu e cortou o candelabro, quase decapitando Sean Connery. Como resultado, Connery abandonou o set raivoso. Mais tarde, Connery retornou e Brown se desculpou, dizendo que estava muito nervoso.

 

  • A cena da luta final, que acontece nos estúdios Silvercup (o sinal é usado em algumas tomadas), costumava ser uma padaria para a empresa pão Silvercup que tinha saído do ramo alguns anos antes.

highlander9

  • A luta de espadas entre MacLeod e Fasil foi filmada em um mercado de frutas em Londres feito para parecer uma garagem. Os produtores tinham programado para filmar na Inglaterra, mas não podiam filmar em uma garagem porque lá os limites são inferiores aos das garagens americanas e não poderiam de forma convincente se passar pela garagem do Madison Square Garden.

 

  • Os dois antagonistas do filme inetrpretaram o personagem Raiden da franquia de games Mortal Kombat. Clancy Brown dublou a voz de Raiden em Mortal Kombat: Defenders of the Realm (1995), e Christopher Lambert encarnou o personagem na adaptação do game para o cinema no mesmo ano.

 

  • Durante acena no castelo de Eilean Donan, o estacionamento do castelo teve que ser coberto com toneladas de turfa para disfarçar. A casa situada ao lado da ponte para o castelo foi “encaixotada” em painéis pintados, de modo que parecessem apenas como uma pedra, mesmo quando você estava bem ao lado dela.
  • GUL DUKAT

    HIGHLANDER 1 E 2 FORAM ÓTIMOS, DEPOIS DESANDOU