Cultura colaborativa! Participe, publique e ganhe pelo seu conteúdo!

“Indiana Jones das artes” recupera van Gogh roubado na pandemia

Um detetive holandês de nome Arthur Brand, também conhecido como o “Indiana Jones das artes”, voltou a ser notícia após recuperar uma pintura valiosa de Vincent van Gogh que havia sido roubada de um museu durante o confinamento pela pandemia, há três anos e meio.

A pintura, “O Jardim Paroquial de Nuenem”, de 1884, foi avaliada entre três e seis milhões de euros (entre US$ 3,2 milhões e US$ 6,4 milhões, ou entre R$ 15,7 milhões e R$ 31,5 milhões).

Arthur Brand recuperou a pintura desaparecida em colaboração com a polícia holandesa. O quadro foi entregue ao detetive por um homem que não teve a identidade divulgada em uma bolsa azul da loja IKEA, coberta com plástico-bolha e protegida por uma fronha de travesseiro.

Brand é conhecido por ter encontrado diversas obras famosas desaparecidas e é chamado de “Indiana Jones do mundo das artes”. Entre as obras que recuperou estão as estátuas de bronze conhecidas como “Os Cavalos de Hitler”, um quadro de Picasso e um anel que pertenceu a Oscar Wilde.

Compartilhar Publicação
Link para Compartilhar
Publicação Anterior

A Herança estreia no Teatro Clara Nunes

Próxima publicação

“Retratos Fantasmas” vai representar o Brasil na disputa por uma vaga no Oscar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia a seguir