em

Oscar 2013 – Conheça os principais indicados

oscar_indicados_2013

E foi dada a largada para a corrida final da premiação mais famosa do cinema, que chega a sua 85ª edição. O apresentador da cerimônia do Oscar deste ano, o diretor Seth MacFarlane (de “Ted”, que conseguiu uma indicação a “Melhor Canção” para o seu filme) e a atual queridinha da América, Emma Stone, apresentaram os principais indicados por volta das 23:30, horário de Brasília, desta quinta-feira (10/01). Em meio a algumas piadinhas meio ácidas, mas sem graça, MacFarlane mostrou um pouco do que pode oferecer ao público no evento que ocorrerá em 24 de fevereiro.

Lincoln

Algumas indicações já eram esperadas, como as de Melhor Filme, Direção (Steven Spielberg), Ator (Daniel Day-Lewis), Ator e Atriz Coadjuvantes (Tommy Lee Jones e Sally Field, respectivamente), além de outras sete para “Lincoln“, que desponta como favorito a ganhar o maior número de estatuetas. Mas “As Aventuras de Pi“, com 11 indicações, “Os Miseráveis” e “O lado bom da vida“, ambos com oito, podem tirar o brilho da produção sobre o popular presidente americano – embora o musical tenha poucas chances, já que o cineasta Tom Hooper não foi lembrado pela Academia.

Aliás, a categoria Melhor Direção teve as maiores surpresas entre as indicações. Além de Hooper, ficaram de fora Kathryn Bigelow (por “A hora mais escura”), Quentin Tarantino (por “Django Livre”) e Ben Affleck (por “Argo”), que eram considerados barbada entre os especialistas. No lugar deles, entraram Michael Haneke (de “Amor”, favorito ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro), David O. Russell (de “O lado bom da vida”) e o pouco conhecido Benh Zeitlin, que comandou “Indomável Sonhadora”. Este filme já entrou para a história da premiação por ter a mais jovem indicada a Melhor Atriz: a menina Quvenzhané Wallis, de apenas 9 anos de idade.

indomavel-sonhadora_956x500

Tanto “Indomável Sonhadora“, quanto “O lado bom da vida” e “Amor” tiveram um número de indicações acima do esperado e muitas delas foram para categorias importantes, como Melhor Filme e Direção. Este ano, a Academia esnobou os blockbusters, que só tiveram vez nos prêmios técnicos. A nova aventura de James Bond, “007 – Operação Skyfall“, foi a que se deu melhor com cinco indicações e com grandes chances de ganhar em Melhor Canção, interpretada por Adele. Já “O Hobbit” só foi lembrado em três categorias (Efeitos Visuais, Maquiagem e Direção de Arte). O grande sucesso do ano passado, “Os Vingadores“, apenas concorre pelos seus efeitos. Mas o grupo da Marvel Comics pode até debochar de sua rival, a DC Comics, porque “Batman – O Cavaleiro das Trevas ressurge” ficou sem nenhuma indicação. Talvez um reflexo da tragédia que aconteceu durante uma sessão do filme em que um louco matou várias pessoas dizendo ser o Coringa.

zero_dark_thirty_1

Na categoria Melhor Ator, Daniel Day-Lewis é o franco favorito para vencer esse ano, com sua interpretação hipnótica do protagonista de “Lincoln“. Se as previsões se realizarem, essa será a terceira vez que o astro britânico leva a estatueta para casa. Mas pesos pesados como Hugh Jackman (“Os Miseráveis”) e Denzel Washington (“O voo”) também estão na disputa. Já entre as indicadas a Melhor Atriz, a coisa está mais equilibrada, com uma pequena vantagem para Jessica Chastain (“A hora mais escura”). Porém, não será surpresa se Jennifer Lawrence (“O lado bom da vida”), Naomi Watts (“O impossível”) ou mesmo a protagonista de “Amor”, Emmanuelle Riva forem premiadas em fevereiro.

Entre os coadjuvantes masculinos, a competição ainda é mais difícil, já que tanto Tommy Lee Jones quanto Alan Arkin (por “Argo”), Phillip Seymour Hoffman (por “O mestre”), Christoph Waltz (por “Django Livre”), ou mesmo Robert De Niro (“O lado bom da vida”) têm chances iguais. Para Melhor Atriz Coadjuvante, parece que a briga está mesmo entre a veterana Sally Field e a jovem estrela Anne Hathaway (“Os Miseráveis”).

WRECK-IT RALPH

Por fim, uma categoria que ganha cada vez mais a torcida dos cinéfilos, a de Melhor Animação, está bem representada este ano. Pela primeira vez, um filme da Walt Disney Pictures (“Detona Ralph“) tem mais chances de ganhar um Oscar do que um da Pixar, que vem representada pela aventura “Valente“. Mas os outros competidores (“ParaNorman“, “Frankenweenie” e “Piratas Pirados“) também podem cair nas graças dos membros da Academia.

Agora, é esperar mais de um mês para sabermos quem vence essa corrida e leva a estatueta careca, merecendo ou não.

Lista completa de indicados

Filme
“Indomável sonhadora”
“O lado bom da vida”
“A hora mais escura”
“Lincoln”
“Os Miseráveis”
“As aventuras de Pi”
“Amor”
“Django livre”
“Argo”

 

Diretor
Michael Haneke (“Amor”)
Benh Zeitlin (“Indomável sonhadora”)
Ang Lee (“As aventuras de Pi”)
Steven Spielberg (“Lincoln”)
David O. Russell (“O lado bom da vida)

Ator
Daniel Day-Lewis (“Lincoln”)
Denzel Washington (“Voo”)
Hugh Jackman (“Os miseráveis”)
Bradley Cooper (“O lado bom da vida”)
Joaquin Phoenix (“O mestre”)

Atriz
Naomi Watts (“O impossível”)
Jessica Chastain (“A hora mais escura”)
Jennifer Lawrence (“O lado bom da vida”)
Emmanuelle Riva (“Amor”)
Quvenzhané Wallis (“Indomável sonhadora”)

Ator coadjuvante
Christoph Waltz (“Django livre”)
Philip Seymour-Hoffman (“O mestre”)
Robert De Niro (“O lado bom da vida”)
Tommy Lee Jones (“Lincoln”)
Alan Arkin (“Argo”)

Atriz coadjuvante
Sally Field (“Lincoln”)
Anne Hathaway (“Os miseráveis”)
Jacki Weaver (“O lado bom da vida”)
Helen Hunt (“The sessions”)
Amy Adams (“O mestre”)

Filme estrangeiro
“Amor” (Áustria)
“No” (Chile)
“War witch” (Canadá)
“O amante da rainha” (Dinamarca)
“Kon-tiki” (Noruega)

Roteiro original
Michael Haneke (“Amor”)
Quentin Tarantino (“Django livre”)
John Gatins (“Voo”)
Wes Anderson e Roman Coppola (“Moonrise kingdom”)
Mark Boal (“A hora mais escura”)

Roteiro adaptado
Chris Terrio (“Argo”)
Lucy Alibar e Benh Zeitlin (“Indomável sonhadora”)
David Magee (“As aventuras de Pi”)
Tony Kushner (“Lincoln”)
David O. Russell (“O lado bom da vida”)

Animação
“Valente”
“Frankenweenie”
“ParaNorman”
“Piratas pirados!”
“Detona Ralph”

Documentário em longa-metragem
“5 broken cameras”
“The gatekeepers”
“How to survive a plague”
“The invisible war”
“Searching for a sugar man”

Documentário em curta-metragem
“Inocente”
“Kings point”
“Mondays at Racine”
“Open heart”
“Redemption”

Fotografia
“Anna Karenina”
“Django livre”
“As aventuras de Pi”
“Lincoln”
“007 – Operação Skyfall”

Edição
“Argo”
“A vida de Pi”
“Lincoln”
“A hora mais escura”
“O lado bom da vida”

Trilha sonora original
Dario Marianelli (“Anna Karenina”)
Alexandre Desplat (“Argo”)
Mychael Danna (“As aventuras de Pi”)
John Williams (“Lincoln”)
Thomas Newman (“007 – Operação Skyfall”)

Canção original
“Before my time”, de “Chasing ice” – J. Ralph (música e letra)
“Everybody needs a best friend”, de “Ted” – Walter Murphy (música) e Seth MacFarlane (letra)
“Pi’s lullaby”, de “As aventuras de Pi” – Mychael Danna (música) e Bombay Jayashri (letra)
“Skyfall”, de “007 – Operação Skyfall” – Adele (música e letra)
“Suddenly”, de “Os miseráveis” – Claude-Michel Schönberg (música), Herbert Kretzmer (letra) e Alain Boublil (letra)

Efeitos visuais
“O hobbit: Uma jornada inesperada”
“As aventuras de Pi”
“Os vingadores”
“Prometheus”
“Branca de Neve e o caçador”

Edição de som
“Argo”
“Django livre”
“As aventuras de Pi”
“A hora mais escura”
“007 – Operação Skyfall”

Mixagem de som
“Argo”
“Os miseráveis”
“As aventuras de Pi”
“Lincoln”
“007 – Operação Skyfall”

Melhor curta-metragem
“Asad”
“Buzkashi boys”
“Curfew”
“Death of a shadow (doos van een schaduw)”
“Henry”

Curta-metragem de animação
“Adam and dog”
“Fresh guacamole”
“Head over heels”
“Maggie Simpson in ‘The Longest Daycare'”
“Paperman”

Figurino
“Anna Karenina”
“Os miseráveis”
“Lincoln”
“Espelho, espelho meu”
“Branca de Neve e o caçador”

Design de produção
“Anna Karenina”
“O hobbit: Uma jornada inesperada”
“Os miseráveis”
“A vida de Pi”
“Lincoln”

Maquiagem e cabelo
“Hitchcock”
“Os miseráveis”
“O hobbit: Uma jornada inesperada”

Deixe sua opinião

Vertigo Crime: A Rica Indecente, de Brian Azzarello

Serial Experiments Lain