Flavio de Souza é conhecido pelo trabalho em programas como Castelo Rá-Tim-Bum e Mundo da Lua, ambos na TV Cultura, e Sai de Baixo, da Globo, roteirista reconhecido, com mais de 60 filmes e peças teatrais no currículo e tantos outros roteiros, se reúne com a poeta Luci Collin para escrever o livro Fascinação, cujo lançamento ocorreu recentemente na Livraria Cultura, em São Paulo, capital.

 

Editado pela Ateliê Editorial, o romance segue uma peça homônima, estrelada por Marisa Orth nos anos 1990. A ideia de levar a peça para a prosa já estava nos planos do dramaturgo, para moldar o pensamento e o sentimento da protagonista à prosa, porém precisava de uma escritora para dar mais vericidade em relação ao personagem. E em 2017, após conhecer Luci Collin, feito o convite para escreverem a quatro mãos. O processo de escrita durou cerca de um ano, criando uma obra literária nacional escrita realmente a quatro mãos como Fascinação (224 páginas, R$ 49,90), que aprofunda-se na história de Laura, uma atriz famosa de teatro e TV. O livro tem ilustrações feitas pelo próprio Flavio e segundo o release da editora, possibilita ainda o leitor conhecer um pouco sobre roteiros feitos para a TV e para um filme, percebendo um pouco também da diferença na escrita para essas linguagens.

A peça conta a história de Laura, uma atriz que vive um casamento desgastado e que está em busca de emoção e aventura. Ela encontra essas sensações ao ser raptada e revendo um pouco sua vida. O livro mantém o mesmo roteiro da peça, mas amplia muito mais esse universo, trazendo questões que não foram explorados no teatro, na montagem que tinha Marisa Orth no papel principal, com Paulo Gorgulho e Jacqueline Cordeiro integrando o elenco também.

A atriz que interpretou o papel de Laura, Marisa Orth faz uma apresentação sobre o livro: “Levado pela mão de sua partner Luci, Flavio foi além da aventura romântica e tragicômica que era a peça “Fascinação”, que protagonizei nos anos 90: agora, foram incautos o suficiente para entrar na cabeça da atriz famosa de teatro e TV, de seu marido e de um (suposto?) raptor, e nos vemos em meio ao seu triângulo amoroso. Seguimos a hipotenusa numa viagem sensual e bem-humorada da vida nada fácil, mas glamorosa e privilegiada, de uma atriz brasileira que, com peculiar desenvoltura, enfrenta os desafios da meia idade, entre o real e o imaginário, a fama e o medo da invisibilidade, a fantasia e o cotidiano, o casamento tradicional e uma situação extraordinária que desencadeia um sonho erótico que pode se tornar pesadelo, delírio ou – isso quem decidirá é o leitor – sua própria dissolução.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui