em ,

Clube da Esquina é eleito o melhor disco da História da música brasileira

Clube da Esquina é eleito o melhor disco da História da música brasileira | Música | Revista Ambrosia

Clube da Esquina, a lendária parceria de Lô Borges e Milton Nascimento, foi eleito o melhor disco da História da música brasileira.

A escolha foi feita por 162 especialistas de diferentes áreas ligadas à produção musical (jornalistas, youtubers, podcasters, músicos, produtores etc) ouvidos pela equipe do podcast Discoteca Básica do Jornal O Globo.

O Clube da Esquina propunha uma mistura de Bossa Nova com elementos do jazz, do rock – sobretudo os Beatles –, música folclórica dos negros e mineira, música erudita e música hispânica. Sua influência reverbera até hoje em bandas como Skank por exemplo.

O curioso é que o Clube não foi uma banda criada, mas sim um grupo formado de modo mais ou menos espontâneo. Dele faziam parte, além de Lô e Milton, Toninho Horta, Wagner Tiso, Beto Guedes e Márcio Borges.

Cada jurado fez sua lista pessoal dos 50 melhores álbuns. Daí, chegou-se ao resultado final, com 500 discos

De acordo com O Globo, a tabulação completa será publicada no livro “Os 500 maiores álbuns brasileiros de todos os tempos”, que está campanha de financiamento coletivo no site Catarse.

Confira o Top 10 entre os 500 escolhidos:

1. Clube da Esquina (1972) – Milton Nascimento e Lô Borges

2. Acabou Chorare (1972) – Novos Baianos

3. Chega de Saudade (1959) – João Gilberto

4. Secos & Molhados (1973) – Secos & Molhados

5. Construção (1971) – Chico Buarque

6. A Tábua de Esmeralda (1974) – Jorge Ben Jor

7. Tropicália ou Panis et Circencis (1968) – Vários artistas

8. Transa (1972) – Caetano Veloso

9. Sobrevivendo no Inferno (1997) – Racionais MC’s

10. Elis & Tom (1974) – Elis Regina e Tom Jobim

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

#Lançamento'22 Circuito Ambrosia