em , , , , ,

Descubra 7 maneiras (realmente) legais para espantar o tédio do confinamento com a internet

De aulas de guitarra com Brian May a peças de teatro no YouTube

Estamos no meio da quarta semana de quarentena, e para muitos parece que já se passaram quatro meses (ou anos). Os posts felizes maratonando séries e filmes, malhando em casa e se aventurando na cozinha, vão dando lugar aos que reclamam do tédio e aos TBTs saudosos de um passado recente sem isolamento social. Para muita gente, a brincadeira de ficar em casa sem sair já perdeu a graça.

Felizmente existe a internet, essa fonte inesgotável de conteúdo, que, se cada um procurasse explorar um terço das possibilidades de cultura e entretenimento disponível, sem dúvida não veria a quarentena passar. E aqui vai uma forcinha com sete dicas de coisas superlegais para acessar na rede durante o período de confinamento (que esperamos que se abrevie).

 

1. Tour virtual pelo Condado dos Hobbits

Todo fã de O Senhor dos Anéis que se preza quer ir à Nova Zelândia conhecer o local onde a Terra Média foi reconstituída com incrível fidelidade. Isso agora está disponível a um clique do mouse no site oficial do turismo no país, que permite uma visita em 360 graus de Hobitton. Nele você pode explorar o bar favorito de Frodo e Bilbo, a Pousada do Dragão Verde, o Bolsão e as tocas com suas icônicas portas verdes.

 

2. Aulas de desenho com artistas da Disney

A Disney iniciou uma série de aulas no Instagram com seus artistas conceituais, que vão ensinar os internautas a desenharem alguns de seus personagens mais icônicos.

Animadores como Michael Woodside, Wayne Unten, Hyrum Osmond e Mark Henn ensinam você a desenhar Ariel, Elsa, Olaf. Nesse pacote, a Marvel Studios, que pertence à Casa do Mickey, também disponibiliza suas aulas ministradas por desenhistas das artes conceituais dos filmes do MCU.

 

3. Aula de guitarra com Brian May

Imagina ter aula de guitarra com ninguém menos que o legendário guitarrista do Queen Brian May? Em meio a tantas lives no Instagram, tutoriais de todos os tipos, May tem feito pequenas apresentações de casa, os chamados MicroConcerts, e de quebra mostra com sua Red Special como tocar alguns dos clássicos do Queen.

 

4. Robin Williams no YouTube

Considerados um dos maiores comediantes da História recente, Robin Williams, falecido em agosto de 2014, ganhou um canal no YouTube com suas performances de stand-up e entrevistas icônicas concedidas em variados períodos de sua carreira.
 

5. Peças de teatro

Sem salas de exibição, os cinéfilos têm o streaming. Jà para os fãs de teatro a situação é mais difícil. Porém, até as cortinas voltarem a descerrar, existe uma excelente opção: peças disponibilizadas gratuitamente na internet.

No Youtube a lista é longa: A Tropa com Otávio Augusto (leia a crítica aqui) está na plataforma; no canal do Teatro Oficina de Zé Celso estão disponíveis as montagens de Bacantes e Os Sertões; A Hora e a Vez, elogiada adaptação do conto “A hora e vez de Augusto Matraga”, de João Guimarães Rosa, também pode ser conferida; outra boa pedida é Book of Mormon, superprodução universitária com alunos da UniRio.

Renato Russo, sucesso com Bruce Gomlevsky (foto), pode ser assistida na página do Facebook do ator; Outro grande sucesso de bilheteria, Chacrinha O Espetáculo, está disponível na plataforma DailyMotion.

 

6. Shows

Muitos artistas estão se mobilizando para realizar ou liberar shows já gravados (alguns raros) na rede. O Metallica toda segunda-feira às 21 horas transmite um show ao vivo de alguma turnê. O vídeo continua disponível no canal da banda.

O Radiohead liberou sua apresentação completa no Best Kept Secret Festival em 2017 através de seu website. Festivais como o Montreux e o Austin City Limits também aderiram a tendência e disponibilizaram conteúdo.

Isso sem contar as lives de artistas e o vindouro One World: Together At Home, que será transmitido online dia 18 de abril em várias plataformas, como YouTube, Facebook, Twitter e Instagram, com curadoria de Lady Gaga e diversos artistas fazendo apresentações de suas casas. No line-up estão, além da cantora, Paul McCartney, Elton John, Billie Eilish e seu irmão Finneas, Lizzo, Stevie Wonder, John Legend, Chris Martin (vocalista do Coldplay), Eddie Vedder, Kacey Musgraves, J Balvin, Keith Urban, Alanis Morissette, Lang Lang e Andrea Bocelli, Billie Joe Armstrong, Burna Boy e Maluma. O objetivo é arrecadar fundos para o combate o novo coronavírus no mundo.

 

7. Canal da Toei

Fãs de tokusatsu estão felizes com as reprises de Jaspion, Changeman e Jiraya na Bandeirantes (que entraram na grade da emissora para ocupar a lacuna do futebol), e podem ficar ainda mais empolgados com a inauguração do canal da Toei Company no YouTube com várias séries – live action e animadas – do estúdio japonês, produzidas entre as décadas de 60 e 90. Aqui você confere mais detalhes.

Participe com sua opinião!

Maestria

Publicado por Cesar Monteiro

VerificadoEscritorVideocastCinéfiloMusicólogoRepórterSuper-fãsPromotor(a)