em

Feiticeira Escarlate: De mutante e louco, cada um tem um pouco

Eu já meti a língua na Jean Grey, nas Guerras da Marvel e hoje irei falar de mais um personagem da casa das idéias. Wanda Maximoff, a Feiticeira Escarlate.

Wanda nasceu no Monte Wundagore, base do Alto Evolucionário. Após o abandono de sua mãe Magda, Wanda e Pietro foram entregues pelo próprio Alto Evolucionário a um casal de ciganos chamados Django e Marya Maximoff.

Os poderes de Wanda, assim como os do seu irmão começaram a surgir na puberdade, ela tem a habilidade de alterar os campos da probabilidade, por meio de poderes místicos.

Após um ataque ao acampamento em que moravam, Wanda e seu irmão ficaram durante algum tempo escondidos na floresta. Os poderes da mutante se manifestaram quando ela e seu irmão passavam por um vilarejo, Wanda inadvertidamente coloca fogo em uma casa por acidente, porém as pessoas do vilarejo começam a acusá-la de ter pacto com o Diabo. Magneto, que posteriormente descobrem ser seu verdadeiro pai, pede que ingressem na sua Irmandade de Mutantes em troca de ter salvado suas vidas.

Após anos servindo a seu pai, Wanda finalmente dá significado a sua vida aceitando o convite do Capitão América, ingressando nos Vingadores. Atuando inicialmente ao lado de seu irmão, agora sob a alcunha de Mercúrio e do também ex-criminoso Gavião Arqueiro, Wanda prova ao mundo que era uma verdadeira heroína.

Pronto, de agora em diante a vida dessa mocinha começa a desandar. Depois de várias missões ao lado do Vingadores, Wanda acabou se apaixonando pelo andróide Visão (isso mesmo, o cara é um robô). Numa equipe que tem o Thor, o Capitão América, o Homem de Ferro e o Gavião Arqueiro, a moça resolve namorar com um robô, um robô muito chato e sem graça por sinal, sempre achei o Visão esquisito.

Sinceramente, eu leio as histórias dos Vingadores e sempre que olho para a Feiticeira Escarlate a vejo com uma mulher que não se ama, alguém que passou a vida toda se anulando. O que o Doutor Estranho fala na saga Vingadores: A Queda, faz todo sentido. Imaginem uma pessoa com os poderes dela, alguém que simplesmente pudesse alterar a própria realidade e imaginem se essa pessoa fosse infeliz, insegura e cheia de traumas, será que ela poderia viver tanto tempo sem nem ao menos um vez mudar a realidade para lhe proporcionar um pouco de felicidade?

Como se namorar um andróide não fosse o suficiente Wanda acaba casando com o Visão, porém ela não havia percebido que estava sendo manipulada por Immortus. O plano do vilão transtemporal era evitar que a mutante tivesse filhos, pois ela é uma figura-chave de sua realidade e seus descendentes teriam o poder de abalar as fundações do próprio universo. Wanda usou seu poder místico par dar à luz dois filhos, William e Thomas. Posteriormente, descobriu-se que as energias usadas no processo eram, na verdade, fragmentos da alma do demônio Mefisto, que os reabsorveu e eliminou as duas crianças da existência. A Feiticeira trouxe de volta à vida sua antiga mentora, Agatha Harkness, e, por meio de dela, fez um encantamento para esquecer seus filhos e diminuir sua dor. Embora se recordasse vagamente de sua perda, Wanda suprimiu essa lembrança por muito tempo.

Recentemente, a Feiticeira Escarlate aparentemente adquiriu enormes habilidades para alterar a realidade, advindas da “magia do caos”. Na verdade, isso era apenas um aspecto descontrolado do seu poder mutante e lhe causava enorme estresse mental. Quando frágeis lembranças de seus filhos ressurgiram, Wanda sofreu um colapso nervoso e atacou os Vingadores com seu “novo” poder, matando Agatha Harkness e alguns colegas de equipe. A Feiticeira acabou derrotada pelo Doutor Estranho, e entrou em coma profundo. Seu pai, Magneto, a levou a Genosha para ser tratada.

Uma mulher com um poder absurdamente grande, porém é uma pessoa muito infeliz. Ela usou magia para fazer filhos! Acho que Wanda sempre procurou alterar a própria realidade, vai ver isso a deixou louca, porque o pior cego é o que não quer encarar. Além de ser um ser humano de dar pena, ela ainda é covarde, não teve um pingo de respeito e nem um leve pesar moral ao ressuscitar sua mentora para fazê-la esquecer da dor da perda dos filhos, resultado? Suas lembranças voltaram e a deixaram insana.

O que mais sinto por essa personagem é pena, ela é psicologicamente instável, decadente, covarde entre outras coisas, Bendis foi genial ao deixá-la louca. No ápice de sua insanidade Wanda com três palavras, exterminou quase 90% da população do mundo.

Eu se fosse ela não daria as caras nem tão cedo, pois deve ter muita gente querendo a cabeça dela.

Agora se me dão licença… No More Scarlet Witch.

Avatar

Publicado por V.H. Batista

Designer, Nerd, Colecionador. Apaixonado por praia, trilhas, ler, cinema, figuras de ação e animações.

Confira meu blog: http://radicalivre.wordpress.com/