Ambrosia Quadrinhos Feiticeira Escarlate: De mutante e louco, cada um tem um pouco

Feiticeira Escarlate: De mutante e louco, cada um tem um pouco

Eu já meti a língua na Jean Grey, nas Guerras da Marvel e hoje irei falar de mais um personagem da casa das idéias. Wanda Maximoff, a Feiticeira Escarlate.

Wanda nasceu no Monte Wundagore, base do Alto Evolucionário. Após o abandono de sua mãe Magda, Wanda e Pietro foram entregues pelo próprio Alto Evolucionário a um casal de ciganos chamados Django e Marya Maximoff.

Os poderes de Wanda, assim como os do seu irmão começaram a surgir na puberdade, ela tem a habilidade de alterar os campos da probabilidade, por meio de poderes místicos.

Após um ataque ao acampamento em que moravam, Wanda e seu irmão ficaram durante algum tempo escondidos na floresta. Os poderes da mutante se manifestaram quando ela e seu irmão passavam por um vilarejo, Wanda inadvertidamente coloca fogo em uma casa por acidente, porém as pessoas do vilarejo começam a acusá-la de ter pacto com o Diabo. Magneto, que posteriormente descobrem ser seu verdadeiro pai, pede que ingressem na sua Irmandade de Mutantes em troca de ter salvado suas vidas.

Após anos servindo a seu pai, Wanda finalmente dá significado a sua vida aceitando o convite do Capitão América, ingressando nos Vingadores. Atuando inicialmente ao lado de seu irmão, agora sob a alcunha de Mercúrio e do também ex-criminoso Gavião Arqueiro, Wanda prova ao mundo que era uma verdadeira heroína.

Pronto, de agora em diante a vida dessa mocinha começa a desandar. Depois de várias missões ao lado do Vingadores, Wanda acabou se apaixonando pelo andróide Visão (isso mesmo, o cara é um robô). Numa equipe que tem o Thor, o Capitão América, o Homem de Ferro e o Gavião Arqueiro, a moça resolve namorar com um robô, um robô muito chato e sem graça por sinal, sempre achei o Visão esquisito.

Sinceramente, eu leio as histórias dos Vingadores e sempre que olho para a Feiticeira Escarlate a vejo com uma mulher que não se ama, alguém que passou a vida toda se anulando. O que o Doutor Estranho fala na saga Vingadores: A Queda, faz todo sentido. Imaginem uma pessoa com os poderes dela, alguém que simplesmente pudesse alterar a própria realidade e imaginem se essa pessoa fosse infeliz, insegura e cheia de traumas, será que ela poderia viver tanto tempo sem nem ao menos um vez mudar a realidade para lhe proporcionar um pouco de felicidade?

Como se namorar um andróide não fosse o suficiente Wanda acaba casando com o Visão, porém ela não havia percebido que estava sendo manipulada por Immortus. O plano do vilão transtemporal era evitar que a mutante tivesse filhos, pois ela é uma figura-chave de sua realidade e seus descendentes teriam o poder de abalar as fundações do próprio universo. Wanda usou seu poder místico par dar à luz dois filhos, William e Thomas. Posteriormente, descobriu-se que as energias usadas no processo eram, na verdade, fragmentos da alma do demônio Mefisto, que os reabsorveu e eliminou as duas crianças da existência. A Feiticeira trouxe de volta à vida sua antiga mentora, Agatha Harkness, e, por meio de dela, fez um encantamento para esquecer seus filhos e diminuir sua dor. Embora se recordasse vagamente de sua perda, Wanda suprimiu essa lembrança por muito tempo.

Recentemente, a Feiticeira Escarlate aparentemente adquiriu enormes habilidades para alterar a realidade, advindas da “magia do caos”. Na verdade, isso era apenas um aspecto descontrolado do seu poder mutante e lhe causava enorme estresse mental. Quando frágeis lembranças de seus filhos ressurgiram, Wanda sofreu um colapso nervoso e atacou os Vingadores com seu “novo” poder, matando Agatha Harkness e alguns colegas de equipe. A Feiticeira acabou derrotada pelo Doutor Estranho, e entrou em coma profundo. Seu pai, Magneto, a levou a Genosha para ser tratada.

Uma mulher com um poder absurdamente grande, porém é uma pessoa muito infeliz. Ela usou magia para fazer filhos! Acho que Wanda sempre procurou alterar a própria realidade, vai ver isso a deixou louca, porque o pior cego é o que não quer encarar. Além de ser um ser humano de dar pena, ela ainda é covarde, não teve um pingo de respeito e nem um leve pesar moral ao ressuscitar sua mentora para fazê-la esquecer da dor da perda dos filhos, resultado? Suas lembranças voltaram e a deixaram insana.

O que mais sinto por essa personagem é pena, ela é psicologicamente instável, decadente, covarde entre outras coisas, Bendis foi genial ao deixá-la louca. No ápice de sua insanidade Wanda com três palavras, exterminou quase 90% da população do mundo.

Eu se fosse ela não daria as caras nem tão cedo, pois deve ter muita gente querendo a cabeça dela.

Agora se me dão licença… No More Scarlet Witch.

6 COMENTÁRIOS

  1. Wanda Maximoff é uma de minhas personagens favoritas no Universo Marvel, apenas pelo fato de gostar muito do poder mutante dela e do visual, já que realmente até hoje a história dela foi horrível.
    Ao meu ver ela podia ser muito mais interessante, pegue por exemplo a Zatanna no Universo DC, as personagens que mexem com magia são as que mais me fascinam… as opções de roteiro são incríveis, são universos que não podem ser alcançados nem por outros personagens.
    O que espero é que algum grande roteirista se interesse em breve pela Wanda e, assim como Bendis fez com a Mulher-Aranha, a torne uma personagem interessante.

  2. Fazendo aqui uma brincadeira de criação, eu mudaria a personagem temporariamente para o Universo Max e faria o seguinte.
    Já que a personagem mexe com misticismo, primeiro eu faria ela ter ingressado numa jornada de auto-conhecimento que a transformasse completamente, o visual seria diferente matendo apenas a cor que a caracteriza. Basicamente ela teria de ser uma personagem bi-sexual, já que ela ampliou suas próprias percepções da roda do mundo e se aventuraria pelo mundo com seitas antigas, mistérios exóticos e esse tipo de coisa… nada de super-heróis para suas histórias.

  3. Pra mim, a Feiticeira Escarlate é disparada a melhor personagem feminina dos Vingadores, o fato de hoje ela estar fora das história se deve a aparente antipatia de Bendis pela personagem, mas tudo bem, os roteiristas não ficam para sempre em uma revista, e o dia que ele deixar os títulos do grupo, as chances do retorno dela vão aumentar, com certeza.
    Observação: Despois de me deparar com ataque a Jean Grey, vejo a 2ª heroína que mais gosto ser “massacrada” pelo mesmo autor…

  4. Eu juro que não é intencional rs.
    Eu queria deixar claro que eu gosto da Jean, só acho uma tremenda palhaçada ficar revivendo ela de tempos em tempos. Tanto que atualmente ela é motivo de piada.
    Agora com relação a Feiticeira Escarlate sempre achei ela apagada, concordo que isso é culpa dos roteristas, pois ela tem um poder enorme, mas ela so veio a ter um destaque maior quando ficou louca.

  5. Mas é de se esparar que a Jean ressucite várias vezes, os caras matam ela o tempo todo, mas isso acaba no dia que trazerem ela de volta e tratarem de dar um novo rumo para ela, sem matá-la em seguida, é isso que deve ser feito. E uma personagem com o seu histórico e popularidade jamais ficará morta por muito tempo. É um dos pilares dos X-men. A situação da Feiticeira Escarlate é um pouco parecida ao da Fênix, Bendis a fez sofrer um colapso, durante “A Queda” e despois disso pouco a usou. Apenas não a matou. Ou seja. total desperdício. Pra mim, a presença dela nos Vingadores é fundamental. As suas tramas sempre foram marcantes a revista. Afinal de contas, qual leitor dos Vingadores que não conhece o seu relacionamento com o Visão, a perda de seus “filhos”, o complicado controle sobre os seus poderes. Agora comparando com a queridinha do Bendis (Miss Marvel) cuja principal trama é “ser a melhor entre as melhores”, só comprova que a ausência da Wanda é bastante sentida.

  6. A Wanda só vai ter um lugar assegurado no universo Marvel quando eles abrirem espaço para trabalhos mais alternativos mesmo, como a DC fez com os sete soldados da vitória. Na Marvel temos apenas o Doutor Estranho como personagem místico e ele nem tem muito espaço na editora. A feiticeira escarlate não deve ficar ao lado desse monte de heróis de colante colorido, o caminho dela tem que ser algo verdadeiramente esotérico, se Allan Moore pusesse as mãos na feiticeira escalate aí sim veríamos de fato uma personagem por inteiro

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

próxima publicação