J. D. ‘Okhai Ojeikere (1930 – 2014, Nigeria) trabalhou a maior parte de sua vida como fotógrafo de publicidade. Em 1963 entrou para o West Africa Publicity e em 1967 para a Nigerian Arts Council. Foi nesse ano que iniciou sua pesquisa fotográfica sobre a cultura nigeriana. Trabalho que resultou num denso e belíssimo estudo antropológico, etnográfico e documental.

06ojeikere-shangalti1971
Shangalti, 1971

 

Sua série “Penteados” foi feita nas décadas de 60 e 70, a partir da cultura de massa nigeriana que estava na moda. Fotografias em preto e branco, lindas, eternas, mas de momentos efêmeros. Ojeikere diz que tentou captar os traços, os momentos de beleza, sabedoria e arte que envolvem o fazer dos penteados. Assim como qualquer moda cria e movimenta a cultura (vice-versa), com o tempo ela passa, mas continua a ser evocada historicamente.

Ojeikere deu título às fotografias com os “nomes” dos penteados e sua obra também conta com fotografias de turbantes nigerianos, entre outros. O artista teve grande parte de seu trabalho incluído na 55ª Bienal de Veneza, uma das mais renomadas bienais de arte do mundo. Ojeikere faleceu com 2014 com 83 anos.

57Ojeikere-Oni
“Onile Gogoro Or Akaba”, 1975

 

01Pineapple
“Pineapple”, 1974

 

91Ojeikere_coiling-penny-penny-1974
“Coiling Penny Penny”, 1974

 

 

29O.EtineUtonEku-1971
“Etine Uton Eku”, 1971

 

21OjeikereMkpukEba-1974
“Mkpuk Eba”, 1974

 

32ModernSuku
“Modern Suku”, 1974


88Ojeikere_Sukunapoi

72BackParting
“Back Parting”, 1968
"Pineapple Kiko", 1974
“Pineapple Kiko”, 1974
91Ojeikere_shangalti
“Modern Shangalti”, 1980