em ,

"12 Anos de Escravidão" vence o BAFTA

O filme “12 Anos de Escravidão” foi o vencedor do prêmio BAFTA, considerado a prévia britânica do Oscar. A cerimônia aconteceu nesse domingo em Londres. Com seu terceiro prêmio na temporada pré-Oscar, o filme do inglês Steve McQueen toma a dianteira na corrida ao prêmio da Academia de Hollywood. Além do BAFTA, a produção já tem o Globo de Ouro de melhor filme na categoria Drama e o prêmio principal do sindicato dos produtores (o Producers Guild of America) que foi dividido com outro favorito à estatueta dourada, “Gravidade”. O filme de Alfonso Cuarón, que levou o BAFTA de Melhor Filme Britânico, já tem também o prêmio principal do sindicato dos diretores (o Directors Guild of America) e também se mantém no páreo. Outro forte candidato ao Oscar, “Trapaça”, levou o prêmio principal do sindicato dos atores (Screen Actors Guild), além do Globo de Ouro de Melhor Filme de Musical ou Comédia. A temporada de premiações indica que o prêmio máximo da Academia deverá ir para uma dessas três produções.

A lista de vencedores do BAFTA

– Melhor Filme
“Doze anos de escravidão”, de Steve McQueen

– Melhor Diretor
Alfonso Cuaron (“Gravidade”)

– Melhor Atriz
Cate Blanchett (“Blue Jasmine”)

– Melhor Ator
Chiwetel Ejiofor (“12 anos de escravidão”)

– Melhor Atriz Coadjuvante
Jennifer Lawrence (“Trapaça”)

– Melhor Ator Coadjuvante
Barkhad Abdi (“Capitão Phillips”)

– Melhor Filme em Língua Estrangeira
“A Grande Beleza”, de Paolo Sorrentino

– Melhor Atriz/Ator em Ascensão
Will Poulter

– Bafta Honorário pela Trajetória
Helen Mirren

– Melhor Música
Steven Price (“Gravidade”)

– Melhor Som
Glenn Freemantle, Skip Lievsay, Christopher Benstead, Niv Adiri, Chris Munro (“Gravidade”)

– Melhor Figurino
Catherine Martin (“O Grande Gatsby”)

– Melhor Maquiagem
Evelyne Noraz e Lori McCoy-Bell (“Trapaça”)

– Melhor Fotografia 
Emmanuel Lubezki (“Gravidade”)

– Melhor Produção
Catherine Martin, Beverley Dunn (“Gravidade”)

– Melhor Efeito Especial
Tim Webber, Chris Lawrence, David Shirk, Neil Corbould, Nikki Penny (“Gravidade”)

– Melhor Edição
Dan Hanley, Mike Hill (“Rush”)

– Melhor Roteiro Original
David O. Russell (“Trapaça”)

– Melhor Roteiro Adaptado
Steve Coogan, Jeff Pope (“Philomena”)

– Melhor Filme Britânico
“Gravidade”, de Alfonso Cuaron

– Melhor Documentário
“O Ato de Matar”, de Joshua Oppenheimer

– Melhor Filme de Animação
“Frozen – Uma Aventura Congelante”, de Chris Buck e Jennifer Lee

Deixe sua opinião

Avatar

Publicação Cesar Monteiro