em ,

A melancolia alegre de Mamma Mia: Lá Vamos Nós de Novo!

Um filme musical, com canções do ABBA pode ser ao mesmo tempo alegre e melancólico? O diretor Ol Parker (cujo pai se chama Peter Parker, curiosidade sem tem a ver com a trama) consegue realizar essa façanha, trazendo uma película que encanta e entristece ao mesmo tempo. Na trama, após a morta da mãe (Meryl Streep), Sophie (Amanda Seyfried) convida a todos para a reinauguração da pousada que pertencia a sua mãe Durante esse processo, vemos o paralelo da história de ambas, mostrando a vida da jovem Donna (Lily James) ao chegar na paradisíaca ilha grega, e conhecendo os três homens da vida, com quem tem experiências curtas, mas intensas.

- critica mamma mia musical cinema ambrosia 960x480 - A melancolia alegre de Mamma Mia: Lá Vamos Nós de Novo!

A coragem do diretor ao realizar o filme com a morte de sua protagonista do filme anterior e seu nome maior no elenco (e mais carismático e popular) é digno de nota, e devido a esse fator, a melancolia atravessa todo o filme, sempre nos lembrando da ausência de Streep na história e nos pegando pelo emocional, que pode provocar a utilização de lenços de papel durante a exibição do filme. Outro acerto da direção foi a escolha de Lily James pra fazer a Donna nos anos 70. Carismática, e cheia de energia, ela deixa para trás Amanda Seyfried como o protagonismo da história. O que me faz pensar que se James fosse mais velha, provavelmente ela teria sido escolhida no filme original para o papel de Sophie, já que sua presença se impõe de maneira natural, e eclipsa Seyfried totalmente, apesar de elas nunca estarem em tela juntas, mas você percebe a diferença entre suas atuações.
- mamma mia critica cinema musical revista ambrosia 960x641 - A melancolia alegre de Mamma Mia: Lá Vamos Nós de Novo!
Como musical, o filme tem boas escolhas, somente repetindo duas músicas do ABBA do primeiro filme (a do título do filme e Dancing Queen, ambas postas em momentos importantes). O que chama a atenção é a falta de uma coreografia mais ensaiada em intensa em algumas músicas. Fora nas músicas repetidas, os únicos momentos de destaque entre as coreografias estão na cena inicial de When a Kissed The Teacher e a do restaurante em Waterloo ,que são muito bem realizadas e bonitas. Enquanto isso, nas outras parecem que faltaram um pouco de aprumo nas cenas.

Deixe sua opinião