em

Festival do Rio: Lista de Convidados

Estrelas-Festival-do-Rio

Jeanne Moreau (Atriz), de 22 a 27 Setembro
Filmes: Jeanne Moreau, Conversations; Jeanne Moreau – Um Retrato Íntimo; Mais Tarde, Você Vai Entender…

A grande diva do cinema francês é convidada de honra do Festival do Rio, dentro do Ano da França no Brasil. Há meio-século, Jeanne Moreau aplica sua energia apaixonada na arte de interpretar. Atriz de vanguarda, trabalhou com Louis Malle, Antonioni, Truffaut, Buñuel e Orson Welles. A atriz é até hoje uma das principais representações da Nouvelle Vague e do cinema mundial.

Agnes Varda (Diretora), de 24 a 27 Setembro
Filme: As Praias De Agnés (Les Plages D’agnès)

Premiada e renomada diretora francesa, vencedora de grandes prêmios do cinema, como o Leão de Ouro no Festival de Veneza em 1985, pelo seu filme Sem Teto Nem Lei, e o prêmio especial do júri no Festival de Berlim em 1965, por As Duas Faces da Felicidade. Vem ao Festival do Rio pela primeira vez apresentar seu novo longa, um documentário auto-biográfico AS PRAIAS DE AGNÉS.

Juan José Campanella (Diretor), Guillermo Francella (Ator), Gerardo Herrero (Produtor) de 28 a 29 Setembro
Filme: O Segredo dos Seus Olhos (El Secreto De Sus Ojos)

Premiado diretor argentino. Estudou Engenharia em seu país e Cinema nos EUA, onde se estabeleceu. Em 1984 fez seu primeiro longa, Victoria 392. Em 1999 realizou O Mesmo Amor, a Mesma Chuva, Melhor Diretor e Melhor Roteiro pela Associação de Críticos da Argentina. Seu filme seguinte, O Filho da Noiva foi indicado ao Oscar de melhor filme estrangeiro em 2001. Dirigiu vários episódios de series americanas como Law & Order, House e 30 Rock. Apresenta no Festival do Rio seu mais novo longa.

Fernando Solanas (Diretor), de 1 a 8 de Outubro
Filme: A Próxima Estação (La Proxima Estación)

Diretor argentino. Nasceu em 1936. Estudou teatro, música e direito antes de dedicar-se ao cinema. Entre seus filmes, destacam-se Sur, Melhor Diretor no Festival de Cannes de 1988 e A Viagem, Prêmio do Júri no Festival de Cannes de 1992. Em 2004 ganhou um Urso de Ouro honorário no Festival de Berlim. Apresenta no Festival do Rio seu último longa.

Gerardo Herrero (Diretor), Leonardo Sbaraglia (Ator), de 27 a 30 Setembro
Filme: O Corredor Noturno (El Corredor Nocturno)

Grande produtor e diretor argentino. Produziu em torno de 90 filmes, entre os quais Terra e Liberdade (1995), de Ken Loach, e O Filho da Noiva (2001), de Juán José Campanella. Entre seus filmes como diretor destaca-se Território Comanche (1997), exibido em competição no Festival de Berlim. Apresenta no festival do Rio seu mais recente longa como diretor.
Nasceu em 1953, na Espanha. Após formar-se em Direito,

Jon Blair (Diretor), de 01 a 08 Outubro
Filme: Dançando Com O Diabo (Dancing With The Devil)

Nasceu em 1950, na África do Sul. Se exilou ao ser chamado para serviço militar do regime de Apartheid e radicou-se na Inglaterra em 1966. Jornalista de direitos humanos, venceu o Prêmio BAFTA de Melhor Documentário com o longa-metragem Schindler (1983), o primeiro de muitos prêmios inclusive o Oscar de Melhor Documentário e um Prêmio Emmy Internacional para Anne Frank Remembered (1995) e um Emmy para o programa Reporters at War (2004)

Carlos Coelho da Silva (Diretor), Sandra Barata Belo (Atriz), de 26 a 30 Setembro e Ricardo Pereira (Ator), de 28 a 29 Setembro
Filme: Amália

Carlos Coelho da Silva: Realizador português que em 2005 dirigiu O Crime do Padre Amaro, adaptação da obra homônima de Eça de Queirós, que se tornava o recorde de bilheteria da produção portuguesa. Nomeado para Golden Globe.

Sandra Barata Belo interpreta Amália Rodrigues, personagem título do filme. Atriz de teatro e TV, Sandra faz sua estréia nas grandes telas dando corpo ao maior mito da musica portuguesa.

Ricardo Pereira interpreta no filme o personagem Eduardo Ricciardi, o grande amor de Amália Rodrigues. Ricardo já se fez presente nas telas de TV em Portugal e no Brasil. De 2004 a 2009 esteve presente em 5 novelas da rede globo de televisão, entre elas: Toma Lá da cá, Negócio a China e Pé na Jaca.

Greg Barker (Diretor), de 25 a 30 Setembro
Filme: Sergio, Um Brasileiro No Mundo

Trabalhou como correspondente de guerra, em mais de 50 países, nos seis continentes. Realizou diversos documentários investigativos para a série Frontline, da emissora americana PBS (Public Broadcasting Service), entre eles Fantasmas de Ruanda (2004). Este é seu primeiro longa-metragem. Considerado um dos melhores do Sundance 2009.

Beadie Finzi (Diretor), de 26 de Setembro a 01 Outubro
Filme: Só Quando Eu Danço (Only When I Dance)

Documentarista, vive em Londres e é diretora da Channel 4 BRITDOC Foundation, fundação do canal Channel 4 que financia e apóia documentários ingleses. Dirigiu para o Channel 4 as séries Gifted (2002) e The Rough Guide to Choreography (2004). Em 2002, co-realizou Outsiders com Rupert Murray, com quem também fez seu seu primeiro longa, Unknown White Male (2005).

Há anos tinha a intenção de realizar um documentário sobre dança no Brasil, até que encontrou os protagonistas do filme, Irlan e Isabella, dois negros moradores de favela que desafiam a idéia de que o balé é uma forma de arte da elite.O filme foi exibido na competição de documentários estrangeiros do Tribeca Film Festival (NYC).

Marc Webb (Diretor), de 28 Setembro a 04 Outubro
Filme: 500 Dias Com Ela (500 Days Of Summer)

Diretor de 500 days of Summer, seu primeiro longa-metragem. Teve o seu curta metragem Seascape premiado no festival de comédias de Aspen, também dirigiu um documentário sobre o primeiro dia de aula em uma escola em Bagdá no pós guerra. Ganhador de alguns MTVs Music awards entre eles em 2006 como melhor vídeo de rock “miss Murder” da da banda AFI. Também premiado pelo seu trabalho com os grupos de rock Weezer, The Chemical Romance e The All American Rejects . Seu filme presente no festival do Rio já conquistou platéias indies ao redor do mundo, destaque para a personagem titulo Summer, vivida pela atriz Zooey Deschanel e para a trilha sonora que figura na 71 posição na Billboard Americana.

Paula Hernandez (Diretora), de 26 a 29 de setembro
Filme: CHUVA (LLUVIA)

Nasceu em 1969, em Buenos Aires. Após estudar Teatro, formou-se em 1996 na Universidad del Cine. Trabalha com audiovisual desde 1989, tendo dirigido diversos curtas-metragens, além de comerciais e séries televisivas. Em 2001 fez seu primeiro longa-metragem, Herencia, vencedor do prêmio de Melhor Filme e de Melhor Atriz no Festival de Viña del Mar. Em 2007 dirigiu o documentário Familia Lugones. Apresenta no festival do Rio seu segundo longa de ficção.

Victor Cesar Bota (Diretor), de 1 a 8 de outubro
Filme: Gracies E O Nacimento Do Vale Tudo (The Gracies And The Birth Of Vale Tudo)

Nasceu em 1972, no Brasil, e hoje vive em Nova York. Iniciou sua carreira de artista como pintor e fotógrafo. Dirigiu uma série de videoclipes, entre eles Call My Name, da banda AD, indicado para o prêmio VMB da MTV Brasil em 2003. Em 2004, realizou o curta-metragem Freeman em parceria com a O2. O filme foi exibido nos festivais de Montreal e São Paulo, entre outros. Este é seu primeiro longa-metragem.

Atalay Tasdiken (Diretor), de 2 a 7 de Outubro
Filme: MOMMO

Nasceu em 1964, na Turquia. Formou-se como Professor de Física na Universidade Selçuk. Em 1991, após completar o serviço militar, começou a trabalhar com publicidade. Durante os dez anos seguintes dirigiu cerca de 300 comerciais. Enquanto isso, dirigiu o filme televisivo Camp Number Five (1993), e Even the Sun is Loath to Leave (1996), curta-metragem documental sobre sua cidade natal. Este é seu primeiro longa-metragem. foi exibido no Festival de Berlim 2009.

Filipe Contijo (Diretor/Produtor), de 02 a 04 Outubro
Filme: A Gruta

Nasceu em 1980, em Brasília. Estudou publicidade na Universidade de Brasília de 2000 a 2005. Em 2006, seu curta-metragem A Volta do Candango conquistou o prêmio de Melhor Diretor no Festival de Brasília. É um dos fundadores da TV Universitária de Brasília e trabalha como roteirista e diretor de videoclipes e comerciais. Criou o programa educativo O Direito no Meio da rua. Prepara o lançamento comercial do seu filme interativo.

Florian Eichinger (Diretor), de 27 Setembro a 04 Outubro
Filme: Sem Você Não Sou Ninguém (Bergfest – Without You I´M Nothing)

Nasceu em 1971, na Alemanha. Trabalhou como editor de televisão por cinco anos. Em 1998 iniciou sua carreira como roteirista cinematográfico, e trabalhou numa videolocadora, onde teve contato constante com filmes. Em seguida, dirigiu diversos curtas-metragens, entre eles The First Train (1999) e Der Letzte Geselle (2004), vencedor do Prêmio F.W. Murnau no festival Dia do Curta-Metragem Alemão. Bergfest é seu primeiro longa-metragem.

Florian Gallenberger (Diretor), de 28 de Setembro a 3 de Outubro
Filme: John Rabe

Nasceu em 1972, na Alemanha. Foi ator mirim, aparecendo em diversos filmes e peças de teatro desde os cinco anos de idade. Estudou Filosofia, Psicologia e Russo e, em 1992, entrou na Faculdade de Direção da Universidade de Televisão e Cinema de Munique. Em 2000 recebeu um Oscar por seu filme de graduação, o curta-metragem Quiero Ser. Em 2004 dirigiu seu primeiro longa, Schatten der Zeit. Este é seu segundo longa. Ganhador de 4 premios na German Film Awards

Jihan El-Tahri (Diretora), de 1 a 6 de Outubro
Filme: Os Sonhos Sobrevivem Ao Poder? (Le Pouvoir Détruit-Il Le Rêve?)

Nascida no Libano, realizou um mestrado em Ciência Política na Universidade Americana no Cairo. Trabalhou como correspondente política no Oriente Médio para a Reuters, a US News e a World Report. Produziu e dirigiu diversos documentários, como House of Saud, Price of Aid, The Tragedy of the Great Lakes, a série Israel and the Arabs, cujo livro derivado ela também co-escreveu, e Cuba: Uma Odisseía Africana que faz parte da retrospectiva do Arte.

Julia Solomonoff (Diretora), de 2 a 6 de Outubro
Filme: O Último Verão De La Boyta (El Ultimo Verano De La Boyita)

Diretora argentina. Teve uma única experiência como atriz em Histórias Mínimas (2002), de Carlos Sorin Foi assistente de direção de Walter Salles no filme Diários de Motocicleta. Após realizar alguns curtas-metragens, entre eles Un día con Angela (1993) e Siesta (1998), escreveu e dirigiu seu primeiro longa-metragem, Irmãs (2005), foi exibido em vários festivais mundiais, como Toronto. Apresenta no festival do Rio seu segundo longa.

Justin Mitchel (Diretor), de 28 de Setembro a 4 de Outubro
Filme: Rio Breaks

Nascido na Califórnia, Mitchell formou-se na Universidade de Notre Dame em 1995, especializando-se em Cinema e Antropologia. Fotógrafo e editor, dirigiu em 2000 seu primeiro filme, Songs for Cassavetes, que foi exibido e muito elogiado no London Film Festival. Em 2005 registrou a turnê da banda Death Cab For Cutie no filme “Drive Well, Sleep Carefully: On the Road With Death Cab For Cutie”. Surfista inveterado, traz ao festival Rio Breaks, sobre dois adolescentes cariocas, favelados e surfistas, e que foi exibido na seleção official do Hawaii International Film Festival.

Landon Van Soest (Diretor), Jeremy Levine (Produtor), de 2 a 6 de Outubro
Filme: Roleta Da Fortuna (Good Fortune)

Formou-se em produção de cinema de não-ficção pela Universidade de Ithaca, nos EUA. Trabalhou em projetos de documentários para o National Geographic Channel, o Discovery Channel e a NBC, entre outros. Em 2005 dirigiu o longa-metragem Walking the Line, sobre os guardas da fronteira entre os Estados Unidos e o México. Fundador do Brooklyn Filmmakers Collective, recebeu o prêmio Fulbright para começar a produção de Good Fortune.

Libby Spears (Diretor), de 3 a 8 de Outubro
Filme: Playground

É cineasta e ativista. Em 2004, criou a Nest Foundation para abrigar vítimas de exploração sexual infantil e chamar a atenção da sociedade para o problema. É diretora de fotografia e trabalha também como produtora, tendo produzido Popcorn Shrimp (2001), de Chistopher Walken, e Rules of Love (2002), de Bruno Coppola. Em 2005 dirigiu o curta Foreplay. Foi diretora e programadora do festival Slamdance. Este é seu primeiro longa-metragem.

Makoto Sasa (Diretor), de 29 de Setembro a 4 de Outubro
Filme: Fogo Sob A Neve (Fire Under The Snow)

Nasceu no Japão e estudou Mídia na Universidade de Keio. Em 1998, mudou-se para Nova York, onde fez mestrado em Estudos de Mídia na New School. Dirigiu diversos curtas-metragens e trabalhou como assistente de edição e montadora de longas-metragens de ficção e documentários. Hoje, realiza vídeos para um canal de streaming da Sony no Japão, o website World Event Village. Este é seu primeiro longa-metragem.

Marco Martions (Diretor), Pandora da Cunha Telles (Produtora), de 27 de Setembro a 2 de Outubro
Filme: Como Desenhar Um Círculo Perfeito

Realizador português, em seu segundo longa. Seu primeiro filme: Alice, que estreou no festival de Cannes de 2005, também esteve presente no festival do Rio. Para além de realizador, a experiência de Marco com cinema vai aos suores da produção, passando por sets de renomados diretores como Bertrand Tavenier, Manoel de Oliveira e Win Wenders.

Produtora portuguesa. Filha de Antônio Cunha Telles produtor renomado em Portugal. Com ele é sócia da Fundos Filmes. Em seu currículo estão as adaptações para o cinema de O mistério da Estrada de Sintra e Terra Sonâmbula, filme que esteve presente no festival dô Rio de 2007.

Mark Ella (Diretor de Fotografia), de 26 a 30 de Setembro
Filme: Rip: Um Manifesto Do Remix (Rip: A Remix Manifest)

Diretor de Fotografia de RIP. Na era da informação, em que a distância entre produtores e usuários está sendo progressivamente abolida, as poderosas multinacionais da indústria de entretenimento americano fazem valer o seu direito nos tribunais. O fundador do Creative Commons, o crítico cultural Cory Doctorow e o ex-ministro Gilberto Gil são alguns dos entrevistados do diretor

Mark Hopkins (Diretor), de 3 a 8 de Outubro
Filme: Estado De Emergência (Living In Emergency)

Nasceu no Reino Unido e mudou-se para os Estados Unidos para estudar filosofia na Universidade Georgetown, em Washington. Iniciou a carreira cinematográfica como assistente de direção e trabalhou em filmes como O Show de Truman (1998), A Lenda do Cavaleiro sem Cabeça (1999) e Garotos Incríveis (2000). Também produziu diversos documentários e dirigiu uma série de curtas para a Columbia Tristar. Este é seu primeiro longa-metragem.

Marcelo Fortaleza Flores (Diretor)
Filme: Tropico da Saudade, Claude Lévi-Strauss e a Amazonia (Claude Lévi-Strauss Auprès De l’Amazonie)

Antropólogo e realizador brasileiro. professor convidado do Instituto de Altos Estudos em América Latina da Universidade de Paris e professor titular da Universidade Americana de Paris, autor do documentário Trópico da Saudade.

Martion Viaggio (Diretor), Roberto Birindelli (Ator), Tomas Buchanan (Produtor), Carla Gallas (Diretora de Arte), de 4 a 8 de Outubro
Filme: Para Quem Você Ligaria? (A Quien Llamarias?)

Nasceu em 1954, na Argentina. Estreou na direção em 1995, e em 1999 tornou-se também produtor. Junto a Tomás Buchanan fundou a produtora Bufo Films, em Buenos Aires, que trabalha com projetos para cinema e televisão. Já dirigiu publicidade para diversos países da América Latina. Viaggio apresenta seu primeiro longa metragem no Festival do Rio.

Pamela Yates (Diretor), Paco de Onis (Produtor), de 2 a 9 de Outubro
Filme: Batalha Para O Tribunal (The Reckoning)

Dirigiu seu primeiro longa em 1983, When The Mountains Tremble, vencedor do Prêmio Especial do Júri em Sundance. Em 1984 fez a produção executiva do curta documentário Witness to War, vencedor do Oscar na categoria. Seu longa mais recente, State of Fear (2005), ganhou o prêmio Overseas Press Club por melhor reportagem sobre a América Latina.

Rie Rasmussen (Diretora), de 27 de Setembro a 08 de Outubro
Filme: Human Zoo

Nasceu em 1978, na Dinamarca. Passou a infância na Califórnia e mudou-se para Nova York aos 15 anos, onde trabalhou como modelo. . Em 2002 fez uma ponta no filme Femme Fatale, de Brian de Palma, e em 2005 protagonizou Angel-A, de Luc Besson. Em 2004 escreveu e dirigiu dois curtas-metragens Thinning the Herd, exibido no Festival de Cannes, e Il Vestito, nos quais também atuou. Agora estreia na direção de seu primeira longa-metragem, no qual também é a atriz principal. Human Zoo foi exibido no Festival de Berlim 2009.

Robert Feinberg (Diretor), 30 de Setembro
Filme: Em Busca Do Paraíso (Heaven Wants Out)

Após frequentar a Sorbonne e o Curso Americano de Fotografia em Paris, formou-se em 1972 em Cinema na Universidade de Nova York. No Brasil, fundou em 1977 a Vina Filmes, com Vinicius, Suzana e Pedro de Moraes. Trabalhou como diretor de produção e ator de uma série de filmes, além de ter fotografado capas de discos e livros. Entre 1990 e 1998, foi fotógrafo da Telephoto, em NY. Este é seu primeiro filme como diretor.

Sebastian Lelio (Diretor), de 23 a 27 de Setembro
Filme: Navidad (Christmas)

Nasceu em 1974, no Chile. Formou-se na Escola Chilena de Cinema. Após dirigir diversos curtas-metragens e dois documentários, realizou em 2004 seu primeiro longa-metragem, Sagrada Família. O filme foi um enorme sucesso, exibido em inúmeros festivais como Tribecca e San Sebastian, ganhando inclusive variados prêmios. Em 2006, foi selecionado para a residência do Cinéfondation do Festival de Cannes para desenvolver o projeto deste, que é seu segundo longa, também exibido na quinzena do realizador em Cannes.

Sebastian Sepulveda (Diretor, Produtor, Roteirista, Diretor de Fotografia, Editor), de 24 a 30 de Setembro
Filme: O Areal

Nasceu em 1972, no Chile. Viveu até os 18 anos entre a Europa e seu país de origem, devido ao exílio de sua família. Em 1990, voltou ao Chile e passou a estudar História. Durante a década de 90, dirigiu curtas-metragens e estudou edição na EICTV de San Antonio de los Baños, Cuba, e roteiro em La Fémis, na França. Após completar seus estudos, trabalhou como editor em uma série de filmes. Fez a edição de “La Leon” (Santiago Otheguy), premiado com o Teddy – Special Mention no Berlin Film Festival em 2007 e lançado comercialmente no Brasil. O Areal é o primeiro filme que dirige, assinando também o roteiro, produção, fotografia e edição.

Silvia Bazzoli (Diretor), Cristian Lelong (Diretor), de 02 a 11 Outubro
Filme: Amor Sexo E Mobilete (Amour,Sexe Et Mobilette)

Maria Silvia Bazzoli nasceu em 1961, na Itália. Formou-se em Estudos de Teatro, Arte e Música em Bolonha, trabalhou como crítica de cinema, e desenvolveu também estudos em teatro africano contemporâneo. Este é seu primeiro filme. Christian Lelong nasceu em 1954, na França. Estudou antropologia africana na Sorbonne e cinema em Nanterre. Em 2003, dirigiu, juntamente com Pierre Mortimore, seu primeiro longa, Agadez Nomade FM. Este é seu segundo longa.

Soraya Umewaka (Diretora), de 24 de Setembro a 8 de Outubro
Filme: Eu Sou Feliz (I Am Happy)

Japonesa, cresceu no Japão e na Inglaterra, tendo se graduado em “Política Comparativa” na Universidade de Princeton (EUA). Nasceu no Japão. Formou-se em Política Comparativa na Universidade de Princeton em 2006. Realizou vários documentários sobre populações marginalizadas, como Afghanistan Unveiled (2003) e One Day Along the Mekong River (2005). Seu média Street Witness (2007), foi exibido no Festival Internacional de Miami e no Festival Latino de Nova York. Recebeu a bolsa Labouisse da Universidade de Princeton para realizar este que é seu primeiro longa. Esteve no Brasil para filmar jovens em favelas e empregadas domésticas.

Vladimir Balko (Diretor), de 26 Setembro a 05 Outubro
Filme: A Procura De Paz (Soul At Peace)

Nasceu em 1965, na Eslováquia. Formou-se em Economia e em Cinema e Telejornalismo em Bratislava. Entre 1988 e 1996 trabalhou como editor e diretor para a televisão estatal. Realizou diversos documentários, dentre os quais se destacam a série de retratos The Dozen, e Seeking a Nanny, Password Agent Orange (2003), parte da série Time for Teens and Hope for Children with No Childhood. Este é seu primeiro longa-metragem de ficção.

Amir Labaki (Diretor), 27 e 28 de Setembro
Filme: 27 Cenas Sobre Jorgen Leth (27 Scenes About Jorgen Leth)

Nasceu em São Paulo em 1963. Crítico de cinema formado pela ECA-USP, é articulista da Folha de S. Paulo e colunista de Valor Econômico. Fundou e dirige o É Tudo Verdade Festival Internacional de Documentários e é membro do conselho do Festival de Documentários de Amsterdã. É autor de mais dez livros de cinema e história e de uma peça de teatro, Lenya. Dirigiu o curta Eduardo Escorel, Um Intelectual no Cinema (2006).

Allan Fitterman (Diretor), 26 de Setembro
Filme: Embarque Imediato (Now Boarding)

Nasceu no Brasil, em 1972. Aos 24 anos foi para os EUA com o objetivo de se tornar cineasta. Dez anos depois, obteve mestrado em Produção de Cinema na Universidade Chapman, na Califórnia. Após fazer o curta-metragem Outside the Window (2003), dirigiu seu primeiro longa em 2006, Living the Dream. Atualmente, é professor de direção e direção de fotografia na Academia de Cinema de Nova York em Los Angeles. Este é seu segundo longa.

Quentin Tarantino (Diretor), 7 de Outubro
Bastardos Inglórios (Inglourious Basterds)

Esse não precisa falar nada né :p

Deixe sua opinião