em ,

Filmes tensos de doer: Corra! e O Sacrifício do Cervo Sagrado

A ideia desse quadro (que certa feita se chamou PNFlix, mas agora tem o nome genérico de Sessão Pipoca) é comentar filmes que vimos recentemente, então Danielzinho Lopes e Bruno Drago se reuniram para conversar sobre dois bons filmes que assistiram no fim de semana passado: Corra!, primeiro longa-metragem de Jordan Peele, e O Sacrifício do Cervo Sagrado, do diretor grego Yorgos Lanthimos (Dente Canino, O Lagosta).
Dois filmes de suspense bem tensos, cada um a sua maneira, que foram destaques em 2017.
Cabe dizer que este não é um vídeo de crítica desses filmes, mas sim de indicação deles.
FILMES INDICADOS
– Corra! (Get Out, 2017, Jordan Peele)
– O Sacrifício do Cervo Sagrado (The Killing of a Sacred Deer, 2017, Yorgos Lanthimos)

————-
PARTICIPE ENVIANDO SUA CORRESPONDÊNCIA
Caixa postal 78913
CEP 05061-970
São Paulo/SP
NOSSOS LINKS
– Site: http://www.pipocaenanquim.com.br/
– Loja virtual: http://www.lojadopn.com.br/
– Facebook: http://www.facebook.com/Pipocaenanquim
– Twitter: http://twitter.com/PIPOCAENANQUIM
– Instagram: http://instagram.com/pipocaenanquim
– Instagram Daniel Lopes: http://instagram.com/danielgillopes
– E-mail: [email protected]

50 opinaram!

Deixe sua opinião!
  1. Já indiquei pro Alexandre em outro comentário mas vou indicar pra vocês novamente, assistam 'Borgman (2013)'. 'Neon Demon' , 'Roger Dodger (2002)' e o 'Duque de Burgundy (2014)…esse último aliás faz o 50 Tons de Cinza parecer o Jardim de Infância hahha!

  2. Curto muito o canal de vocês, mas ficou muito longo o vídeo e também tem que tomar muito cuidado com spoiler nesses video sobre filmes, nem que seja um spoiler pequeno, acho que vcs poderiam sugerir uns filmes mas falar deles da forma mais resumida possível. Essa é minha opinião mas de qualquer forma o trabalho de vcs ta bom demais, e melhorando cada vez mais

  3. 0:46 vocês têm moral pra botar o nome que quiserem, quem começou a nomear blog e canal com a palavra "Pipoca" foram vcs, depois disso vieram trocentos pipocas genéricas pela blogosfera afora, algumas até pipocando sem sal.

  4. Spoiler com revelação abaixo, não clique em "ler mais" caso não tenha assistido o filme

    Acho que o Martin implantou sugestões mentais nos chaveiros musicais que deu aos meninos, eles ficam várias vezes ouvindo música juntos, depois os aparelhos de MP3 desaparecem; provavelmente por isso a esposa não sofreu as sequelas mas com certeza o Martin ia tentar sugestionar ela posteriormente. Ou seja, os dois filmes resenhados tratam de formas variadas de hipnose e/ou controle mental.

  5. Já tinha visto Corra e gostei, mas não achei nada demais.
    Agora Sacrifício do Cervo Sagrado eu vi agora pela indicação é que filme maravilhoso! Que continuem com o quadro.
    Seria legal falar de A Ghost Story que está foi um filme meio esquecido e creio que vocês dois já tenham visto

  6. Daniel e Yorgos Lanthimos, só amores! 🙂 Indico "The Invitation" (Netflix), "Um Perigoso Adeus" (Robert Altman), "Raw", "Chronic" (com Tim Roth), "Paula Rego, Histórias & Segredos" (uma das maiores pintoras de todos os tempos) e "Paraíso" (sobre uma perspectiva diferente do nazismo).

  7. Pow Danielzinho, mesmo que a reviravolta aconteça cedo no filme, isso que você falou no vídeo diminuiu o impacto que eu tive ao assistir a cena, pois minha reação não foi do tipo "wow, que revelação incrível… o garoto é o vilão!?" e sim do tipo "ah, então é por isso que eu estava curioso…" Entende?
    Então considero que é um spoiler sim :/

  8. Fiquei muito curioso com o filme O sacrifício do Cervo Sagrado, gosto muito de Dente Canino e O Lagosta que são filmes do mesmo diretor, com certeza vou assisti-lo em breve! Get Out, particularmente acho superestimado pela crítica, não gosto nem desgosto, acho um filme Ok, com um pitada de humor que à mim não convenceu. O canal é muito bom, muito obrigado pelas dicas!!

  9. A maneira como vocês descreveram o Jordan Peele me lembrou um pouco do Kafka. Esse lance de focar no efeito ao invéz da causa. No caso do Kafka, a problemática que ele desenvolve nas tramas dele é tão surreal, que nenhuma solução estaria à altura dos problemas que ele cria. Algumas pessoas se frustram lendo Kafka por conta disso, a falta de respostas, porém, eu vejo diferente. Só seria frustrante ler um livro assim se ele focasse na causa, na promessa de uma resolução que nunca chega, mas não, o Kafka foca a narrativa sempre no efeito e em como os personagens agem sob ele.

    Dá pra tomar "A Metamorfose" como exemplo: o protagonista, que tem toda uma família dependente dele, certo dia, acorda transformado num inseto grotesco. O leitor comum esperaria por uma razão tal que explique o porquê da metamorfose, porém, basta um pouco de sensibilidade pra perceber que o único interesse do Kafka – e também o único que compete no livro – é explorar a relação inversamente proporcional entre a repulsividade progressiva do protagonista e o amor e admiração que sua família o dedica. Quanto mais nojento, menos o amam; quanto mais inumano ele se torna, mais inumanos em relação a ele tornam-se aqueles que o admiravam; quanto mais estranho, menos empatia.

    Enfim, pela descrição de vocês, parece que esse tal de Jordan Peele daria um bom diretor pra adaptar as obras do Kafka pro cinema, ou até mesmo as do Lovecraft! Ter mão pra captar essa qualidade de pesadelo de alguns autores.

  10. i saw the devil filme japones insano com uma pega de coen, tarantino e old boy – um cara tem a mulher morta por um psicopata e ele passa a perseguir ele, coloca um rastreador dentro dele e começa o show de dilicia, chega um momento que vc começa a fica com pena dele, mas ele é bem repulsivo tbm 10/10

    e Goksung esse filme aqui é o mais sinistro, especialmente o final acho que foi um dos finais mais terriveis que ja vi, coisas estranhas começam a acontecer e a filha do policial começa a agi de forma estranha a mae dele acha que foi algum shaman que coloco uma maldição nela e ele passa a investiga um velho estranho na floresta e ai cara ai é só merda, confusão, vc nao sabe quem é quem, vc sente empatia, medo, raiva pelos personagens e esse sentimento vai mudando pq vai chegando novas informações e fica esse giro e o final puta que me paril, e um detalhe é que acho que a primeira 1 hora do filme é ate bem engrçada, nao tem piada, é que o personagem reagi de maneira engraçada em situações bizarra, mas isso nao tira nem um pouco o peso, tem uma coisa meio coração satanico, seven tbm 10/10

  11. Sobre o "CERVO"; Sacrifício foi ter ficado esperando duas horas algo que me surpreender, finais abertos na minha opinião é falta de competência de ter conseguido fechar, uma leve sugestão no final já bastaria, mas não tem absolutamente nada…um curta metragem de meia hora seria o suficiente. Acho que a nota do Zago seria menor senão fosse a ovacionada do Daniel no filme…kkk.

  12. Corra é filme do caralho e é um filme que todo mundo ja viu ou ja esta na lista das pessoas, concorendo a oscar até, tentem fazer igual a segunda sugestão, algo novo.
    Agora o final do Corra é sensacional. [S.O.P.O.I.L.E.R AQUI PRA BAIXO.]
    .
    .
    .
    .
    .
    .
    Eu tive a mesma reação "porra ele é negro e a policia ,caralhooo fudeu " ai o alivio ,que alem de comico, veio e saiu do carro, haha. achei bem sacado.

  13. Erm, Deus não seria o Martin? Ele que detém o poder da justiça, ele que causa os 'problemas' de maneira sobrenatural…ele que é o mais alheio e diferente de todos os personagens. Ele é o Deus. O cirurgião é só um homem. A Nicole Kidman até beija os pés do Martin…como se fosse um endeusamento.

  14. Existe um filme chamado Triler, infelizmente, não lembro como se escrever direito. Foi o filme que inspirou o Kill Billl, antigo pra cacete, pesado pra porra, até com senas de sexo explicito. Mas isso não é que deixa o filme pesado…

  15. AAHH PENSEI A MESMA COISA SOBRE O EP DE ATLANTA, e achei o episódio até mais tenso que o filme, talvez por no filme eu ter visto com altas expectativas enquanto por outro lado não esperava nem um pouco um episódio daqueles kkk

Deixe sua opinião