em , , ,

Globo de Ouro 2020 consagra “1917” e “Era Uma Vez… Em Hollywood”

Coringa confirma favoritismo na categoria de Melhor Ator

A 77ª edição do Globo de Ouro premiou o longa “1917”, do diretor Sam Mendes, com os dois prêmios principais de cinema: Melhor Diretor e Melhor Filme de Drama. Houve surpresas como Awkwafina vencedora do prêmio de Melhor Atriz em Comédia ou Musical.

Quem acreditava que pelo segundo ano consecutivo um ator ganharia o prêmio protagonizando uma cinebiografia de um astro do rock se enganou. Taron Egerton repetiu o feito de Rami Malek no ano passado (só que em Drama) e venceu a categoria de Melhor Ator de Comédia ou Musical por sua interpretação de Elton John em “Rocketman”.

“Coringa” conquistou o esperado Globo de Ouro de Melhor Ator Dramático, e de quebra ainda ganhou também por Trilha Sonora assinada por Hildur Guðnadóttir. O filme solo do vilão do Batman empatou em prêmios com “1917”, dois cada. Mas o grande vencedor da noite foi “Era Uma Vez… Em Hollywood”, de Quentin Tarantino, vencedor das categorias Melhor Roteiro, Melhor Filme de Comédia ou Musical, e Melhor Ator Coadjuvante (Brad Pitt).

Quentin Tarantino: vencedor do Globo de Ouro de Roteiro e Melhor Filme de Comédia e Musical por “Era Uma Vez… Em Hollywood”

Outra surpresa foi em Animação, em que “Link Perdido” venceu pesos pesados como “Frozen II” e “Toy Story 4”. Na categoria Atriz Coadjuvante, Laura Dern por “História de um Casamento”, venceu Jennifer Lopez, que também tinha um certo favoritismo por sua atuação em “As Golpistas”.

“O Irlandês”, de Martin Scorsese, foi o grande esnobado da noite. Perdeu os quatro prêmios a que concorria: Melhor Filme Dramático, Roteiro, Direção e Ator Coadjuvante em que o filme concorria com dois atores, Al Pacino e Joe Pesci. “Entre Facas e Segredos” também voltou para casa de mãos vazias.

Nas premiações de “TV”, Fleabag de Phoebe Waller-Bridge confirmou o favoritismo nas categorias Melhor Série de Comédia e Melhor Atriz, enquanto as categorias dramáticas tiveram “Succession”, como maior vencedor, com as estatuetas por Melhor Série e Melhor Ator (Brian Cox). A festa só não foi completa porque a terceira categoria na qual a série foi indicada, Melhor Ator Coadjuvante, foi vencida por Stellan Skarsgård, de “Chernobyl”. A minissérie da HBO também não surpreendeu ao faturar o prêmio de Melhor Minissérie.

Phoebe Waller-Bridge, vencedora do prêmio de Melhor Série de Comédia e Melhor Atriz em Série de Comédia por “Fleabag”

Esse ano não houve muitos discursos políticos da parte dos convidados, salvo Patricia ArquetteSacha Baron Cohen e Michelle Williams, que lembrou às mulheres que esse é um ano eleitoral, para votarem quem as represente, alfinetando o presidente Donald Trump. Houve também menções ao desastre ambiental da Austrália feitas por Joaquin Phoenix e Nicole Kidman, que é australiana. O ator Russell Crowe, que é neozelandês mas vive na vizinha Austrália, não foi à cerimônia porque ficou protegendo sua família do incêndio. Mas mandou um discurso contundente para ser lido caso ganhasse na categoria que estava concorrendo.

A mensagem foi lida pela atriz Jennifer Aniston e dizia: “Não se enganem, a tragédia que tem assolado a Austrália é motivada por alterações climáticas. Precisamos agir baseados na ciência, mover nossa força global de energia renovável e respeitar nosso planeta, este lugar único e maravilhoso. Só assim, teremos um futuro.”

O apresentador Ricky Gervais manteve seu tom ácido como apresentador. Tom Hanks ganhou o prêmio Cecil B. DeMille pelo conjunto da obra, e Elle DeGeneris recebeu a honraria Carol Burnett, prêmio criado em 2019 dedicado a grandes carreiras na televisão. A primeira vencedora foi a própria Carol, hoje com 86 anos.

Confira a lista completa dos indicados e vencedores (em negrito) a seguir:

CINEMA

Melhor filme de drama

“1917”

“O irlandês”

“Coringa”

“História de um casamento”

“Dois papas”

Melhor filme de comédia ou musical

“Meu nome é Dolemite”

“Jojo Rabbit”

“Entre facas e segredos”

“Era uma vez em… Hollywood”

“Rocketman”

Melhor direção

Bong Joon Ho, “Parasita”

Sam Mendes, “1917”

Quentin Tarantino, “Era uma vez em… Hollywood”

Martin Scorsese, “O irlandês”

Todd Phillips, “Coringa”

Melhor atriz de drama

Cynthia Erivo, “Harriet”

Scarlett Johansson, “História de um casamento”

Saoirse Ronan, “Adoráveis mulheres”

Charlize Theron, “O escândalo”

Renee Zellweger, “Judy”

Melhor ator de drama

Christian Bale, “Ford v. Ferrari”

Antonio Banderas, “Dor e glória”

Adam Driver, “História de um casamento”

Joaquin Phoenix, “Coringa”

Jonathan Pryce, “Dois papas”

Melhor atriz de comédia ou musical

Awkwafina, “The Farewell”

Ana de Armas, “Entre facas e segredos”

Beanie Feldstein, “Fora de série”

Emma Thompson, “Late Night”

Cate Blanchett, “Cadê você, Bernadette?”

Melhor ator de comédia ou musical

Daniel Craig (“Entre facas e segredos”)

Roman Griffin Davis (“Jojo Rabbit”)

Leonardo DiCaprio (“Era uma vez em… Hollywood”)

Taron Egerton (“Rocketman”)

Eddie Murphy (“Meu nome é Dolemite”)

Melhor atriz coadjuvante

Annette Benning, “O relatório”

Margot Robbie, “O escândalo”

Jennifer Lopez, “As golpistas”

Kathy Bates, “O caso Richard Jewell”

Laura Dern, “História de um casamento”

Melhor ator coadjuvante

Tom Hanks, “Um lindo dia na vizinhança”

Al Pacino, “O irlandês”

Joe Pesci, “O irlandês”

Brad Pitt, “Era uma vez em… Hollywood”

Anthony Hopkins, “Dois papas”

Melhor trilha sonora

“Brooklyn — Sem pai nem mãe”

“Adoráveis mulheres”

“Coringa”

“1917”

“História de um casamento”

Melhor canção

“Beautiful Ghosts” – “Cats”

“I’m Gonna Love Me Again” – “Rocketman”

“Into the Unknown” – “Frozen 2”

“Spirit” – “O rei leão”

“Stand Up” – “Harriet”

Melhor roteiro

“História de um casamento”

“Parasita”

“Dois papas”

“Era uma vez em Hollywood”

“O irlandês”

Melhor filme estrangeiro

“The Farewell” (China)

“Les Misérables” (França)

“Dor e glória” (Espanha)

“Parasita” (Coreia do Sul)

“Retrato de uma jovem em chamas” (França)

Melhor animação

“Frozen 2”

“O Rei Leão”

“Link perdido”

“Toy Story 4”

“Como treinar o seu dragão 3”

TELEVISÃO

Melhor série de drama

“Big Little Lies”

“The Crown”

“Killing Eve”

“The Morning Show”

“Succession”

Melhor atriz em série de drama

Jennifer Aniston, “The Morning Show”

Jodi Comer, “Killing Eve”

Nicole Kidman, “Big Little Lies”

Reese Witherspoon, “The Morning Show”

Olivia Colman, “The Crown”

Melhor ator em série de drama

Brian Cox, “Succession”

Kit Harington, “Game of Thrones”

Rami Malek, “Mr. Robot”

Tobias Menzies, “The Crown”

Billy Porter, “Pose”

Melhor série de comédia ou musical

“Barry”

“Fleabag”

“O método Kominsky”

“The Marvelous Mrs. Maisel”

“The Politician”

Melhor atriz em série de comédia

Christina Applegate (“Dead to Me”)

Phoebe Waller-Bridge (“Fleabag”)

Natasha Lyonne (“Boneca russa”)

Kirsten Dunst (“On Becoming a God in Central Florida”)

Rachel Brosnahan (“The Marvelous Mrs. Maisel”)

Melhor ator em série de comédia

Ben Platt, “The Politician”

Paul Rudd, “Living With Yourself”

Ramy Yousef, “Ramy”

Bill Hader, “Barry”

Michael Douglas, “O método Kominsky”

Melhor minissérie ou telefilme

“Catch-22”

“Chernobyl”

“Fosse/Verdon”

“The Loudest Voice”

“Inacreditável”

Melhor atriz em minissérie ou telefilme

Kaitlyn Dever (“Inacreditável”)

Joey King (“The Act”)

Helen Mirren (“Catherine the Great”)

Merritt Wever (“Inacreditável”)

Michelle Williams (“Fosse/Verdon”)

Melhor ator em minissérie ou telefilme

Chris Abbott (“Catch 22”)

Sacha Baron Cohen (“The Spy”)

Russell Crowe (“The Loudest Voice”)

Jared Harris (“Chernobyl”)

Sam Rockwell (“Fosse/Verdon”)

Melhor ator coadjuvante em série, minissérie ou telefilme

Alan Arkin, “O método Kominsky”

Kieran Culkin, “Succession”

Andrew Scott, “Fleabag”

Stellan Skarsgård, “Chernobyl”

Henry Winkler, “Barry”

Melhor atriz coadjuvante em série, minissérie ou telefilme

Meryl Streep, “Big Little Lies”

Helena Bonham Carter, “The Crown”

Emily Watson, “Chernobyl”

Patricia Arquette, “The Act”

Toni Collette, “Unbelievable”

Prêmio Cecil B. DeMille

Tom Hanks

Prêmio Carol Burnett

Ellen DeGeneris

Participe com sua opinião!

Maestria

Publicado por Cesar Monteiro

VerificadoEscritorVideocastCinéfiloMusicólogoRepórterSuper-fãs

Los Volks inicia nova fase com clipe “Tarde de Domingo”

Star Wars: novos filmes podem se passar 400 anos antes da saga atual com jovem Yoda