em

McLovin em Kick-Ass

Christopher Mintz-Plasse, o McLovin de “Superbad: É Hoje” está no elenco de “Kick-Ass” como o vilão Red Mist, isso todo mundo já sabe. O que eu lhes trago hoje é uma entrevista que o povo do Hit Flix fez com ele enquanto ocorriam as gravações do filme em Londres.

christopher-mintz-plasse

Como a entrevista é mais um papo do que entrevista mesmo, eu decidi separar as melhores partes para vocês. Vale a pena conferir o que McLovin tem a dizer.

Falando da classificação do filme:

H/F: Vendo agora, eu estou impressionado pela Chloe. Você viu alguma cena da Chloe em ação?

CMP: Eu vi uma dublê… não com ela, mas uma cena que ela irá fazer… toda editada. As cenas dela são muito intensas quando ela está correndo e atirando e explodindo a cabeça das pessoasf, o que vai ser insano. Mas eu não vi nenhuma de suas cenas ainda.

H/F: Eu preciso ir ver. E eu acho que vai ser censura 18 (R Rated)

CMP: É, tem que ser 18 (R)

Ainda falando do filme, o ator deixou escapar que a Marvel fez duas péssimas escolhas quando tirou o diretor Matthew Vaughn da direção de primeiro X3 e depois de Thor, bem como falou um pouco sobre o diretor Brett Ratner.

CMP: Nenhum estúdio queria ele (Kick-Ass). Essa é a outra parte. Ele (o diretor Matthew Vaughn) e seus amigos o produziram e foi assim que ele o quis. Porque ele havia sido contratado para dirigir “X-Men 3” e eles simplesmente não fizeram. Eles não queriam que fosse do jeito dele.

H/F: Eu estava ouvindo enquanto tudo isso estava acontecendo e meio que em tempo real estávamos vendo se desenrolar. Então veio o Ratner. Eu não sei se você leu. Nesta manhã eles anunciaram… ou não anunciaram, mas nós anunciamos porque descobrimos… Ratner vai fazer “Conan”.

CMP: Tipo, “O Bárbaro”?

H/F: É.

CMP: Ce tá me zuando? Aquele cara não deveria dirigir um clipe da Miley Cyrus (atriz e cantora de High School Musical).

H/F: Eu não entendo. Eu não entendo porque alguém daria um filme desse para ele. “Um Tira da Pesada IV,” eu entendo. O filme da “Playboy”, eu entendo. Mas não “Conan.”

CMP: É, Matthew deveria fazer “Thor,” também, mas eles não queriam que fosse de seu jeito.

H/F: É. O “Thor” seria algo totalmente diferente nas páginas.

CMP: Era uma idéia de gênio.

H/F: Eu posso ver que seria algo super caro, mas lindo.

CMP: É, teria sido maravilhoso.

Só para recapitular, a Sony substituiu o diretor Matthew Vaughn com poucos meses de pré produção em “X-Men 3” para colocar o odioso Brett Ratner, que estragou todo o filme. Nos bastidores, o que se falava é que Vaughn queria que o roteiro fosse totalmente reescrito, o que a Sony não aceitou. Após isso, a Marvel o retirou do projeto do filme do “Thor” em razão de suas idéias de um filme épico ao estilo Senhor dos Anéis, que tomaria muito dinheiro e tempo.

Ainda bem que a editora não interferiu quando ele pegou o projeto de Kick-Ass para ser feito. Mas a fala do ator Christopher Mintz-Plasse sobre o Brett Ratner valeu a entrevista.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Um comentário