em ,

Um limbo chamado "Hotel Artemis"

Na fauna hollywoodiana, os filmes se dividem entre os que ambicionam claramente o lucro e os que buscam prestígio. O meio termo, infelizmente, é minoria (ou foi absorvido pelos canais de streaming).
De vez em quando, surgem filmes que a gente se pergunta qual a finalidade de sua existência, já que artisticamente não diz nada, e já nasce fadado ao fracasso comercial (sim, esse que falaremos fracassou nas bilheterias americanas). Estamos falando de Hotel Artemis, um roteiro original de Drew Pearce, roteirista de Homem de Ferro 3 e Missão Impossível – Nação Secreta, que também vem a ser o seu primeiro trabalho como diretor.

Hotel Artemis tem como cenário um hotel antigo na Califórnia do ano de 2028, que serve como fachada para uma “enfermaria de emergência” secreta usada por criminosos.  Este é gerido pela enfermeira Jean Thomas (Jodie Foster) com a ajuda de Everest (Dave Bautista) seu braço direito. Depois de um assalto que não corre como o esperado, Sherman Atkins (Sterling K. Brown) terá de levar o seu irmão ferido para o hotel, para que este consiga sobreviver aos ferimentos. Aqui, irá deparar-se com personagens perigosos e situações que irão colocar a sua vida e a do hotel em risco, naquela que é vista como a noite mais agitada na história deste estabelecimento.

Nada faz muito sentido na história, até pela estrutura de roteiro, bem formulaica, que Perce empreende. Por mais Jodie Foster e K. Brown que o filme tenha, seus personagens tem a profundidade de um pires, e suas histórias pessoais, sobretudo de Foster não levam nada a lugar nenhum. Do meio para o final, a trama passa a querer seguir os ditames dos filmes de ação atuais, com uma femme fatale francesa proferindo golpes de luta para render um trailer sedutor, mas o “samba de crioulo doido” não diverte a ponto de entreter. E, apesar da direção de arte ser bem honesta, a limitação de locações deixa claro o quanto o orçamento foi pequeno.
Hotel Artemis é um filme equivocado, ou uma ideia mal desenvolvida. Poderia ser um alento ideias originais ganhar espaço em Hollywood, mas nesse caso, a ideia caiu no limbo da irrelevância.
Hotel Artemis
Data de lançamento: 30 de agosto de 2018 (Brasil)
Direção: Drew Pearce
Roteiro: Drew Pearce
Duração: 94 minutos
Classificação: 16 – Não recomendado para menores de 16 anos
Gênero: Ação, Ficção Científica
Países de Origem: Estados Unidos da América

Deixe sua opinião

Publicado por Renan de Andrade

"Os Jovens Titãs em Ação! Nos Cinemas" é divertido, mas tem roteiro fraco

8 filmes que ainda fazem valer a pena ter Netflix