em

Cícero recebe grande carinho do público carioca no Circo Voador em noite que contou também com O Terno

No último sábado Cícero subiu mais uma vez no palco do Circo Voador para apresentar A Praia, seu mais recente trabalho, pela primeira vez para o público carioca – que aguardava ansiosamente após o cantor e sua trupe passarem antes por outras praças.

Antes veio o trio paulista O Terno, que sem inibição assumiu a responsabilidade de esquentar o público e apresentou uma compilação de suas canções que continuam soando como uma mistura de Led Zeppelin, Mutantes e Reginaldo Rossi.

o terno circo voador rio de janeiro 2015 por rafa chlum 004

O Terno, agora composto de Tim Bernardes, Guilherme D’Almeida e Gabriel Basile, segue desenvolvendo personalidade e ainda deve dar muito o que dizer neste novo cenário da música brasileira, que precisa desesperadamente de novas figuras que não as velhas carimbadas pela mídia tradicional.

o terno circo voador rio de janeiro 2015 por rafa chlum 005

Cícero subiu ao palco logo depois da pausa para desmontar e montar equipamentos visivelmente muito feliz de ver o Circo Voador cheio.

Mostrando a que veio Cícero abriu o show com O Bobo, melhor música de A Praia junto de Terminal Alvorada, que acabou fechando o show antes do bis. A Praia, que já recebeu crítica aqui na Revista Ambrosia, trás uma sonoridade similar aos discos anteriores do compositor carioca, porém com novas adições e surpresas que podem prenunciar uma nova fase em tempos vindouros.

cicero a praia circo voador rio de janeiro 2015 por rafa chlum 012

Junto de A Praia vieram também as Canções de Apartamento, cantadas em uníssono junto ao público, e uma ou outra composição de Sábado, segundo disco e trabalho mais introspectivo de Cícero. Sendo A Praia uma obra mais contagiante que sábado, o público presente correspondeu a cada música do extenso show, que praticamente durou uma hora e pode-se ser resumido como um presente de Cícero para o carinho que recebe em sua terra natal.

Que venham mais shows e canções como estas, a música brasileira agradece!

Fotografias por Rafa Chlum (Flickr).

Participe com sua opinião!