em

Esperando por Electra Heart

Desde 2010, Marina and The Diamonds tem estado em estúdio para a produção de seu novo álbum, com previsão para fevereiro de 2012. A banda, incorporada na competente figura de Marina, tem liberado material do que se tem produzido como identidade do novo projeto: declarações e videoclipes destes curiosos novos ventos.

Eletcra Heart é o alterego que assume a responsabilidade da cara do novo álbum, que no momento recebe o mesmo titulo da máscara de Marina. Esta por sua vez, declara que Electra é a verdadeira face dela, a qual ambiciona ser pop, e que dominara as canções do novo disco. Quem será a real mentirosa? Por hora ela se dispôs a liberar uma trilogia de videoclipes oficiais que dão inicio a esta nova identidade.

Fear and Lothing

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=9txg0XicoJ0[/youtube]

Calma e romântica, a primeira canção da trilogia evoca atitude de ser verdadeira, de deixar de ser muitas faces e se comportar como você mesmo. Porém este clipe é o nascimento de Electra, o uso da busca de si mesmo camuflando a tomada de uma personagem final, uma máscara definitiva.

Radioactive

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=dU7GoCKSQfg[/youtube]

Agora temos a figura impressa de Electra Heart, que na boca de Marina é: “(Electra Heart) encarna as mentiras, ilusões e morte de um sonho americano”. A música agitada e ritmada do dance eletrônico em acordes (batidas) simples soam pop juntamente com os agudos de Marina… Electra. Um show do ‘estereotipo juventude loira transviada’.

The Archetypes

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=Ww8lYVerLo4[/youtube]

O fim da apresentação. Uma pequena crise. Quem é a mentirosa: Marina ou Electra? Qual a verdadeira? Canção experimental de tons de uma caixinha de música com ecos reflexivos… Complexo demais para alguém apenas pop.

Essa trilogia pretensiosa muito, mas no fim reflete experiências concretas do maravilhoso The Family Jewels: bases sonoras simples ou experimentais firmadas na repercussão de sua forte voz. Isto é bom. Um pouco mais de espaço para o dance e batidas mais fortes. A surpresa será o que dominará no novo álbum.

A ambição de ser pop caminha em ser atingida no único ponto do qual realmente desejou: a atenção do grande público com a desenvoltura da banda. Lembram-se de Sasha Fierce?

Seja isto ou um pouco daquilo, ainda sim o projeto da cantora é lindo e cheio de qualidade. Electra Heart tem muito do tino de Marina, mesmo aparentando gostar mais de Hollywood, apenas aparentando. Excitado para conhecer ela. Enfim, canta muito bem e talvez seja o pop do ano de 2012. Aguardemos.

Avatar

Publicado por Marcos Ordonha

Blogueiro, presença aqui no Ambrosia. Aprecio uma boa crítica, boas músicas, animês, quadrinhos, filmes, livros, textos e comentários.