em , , ,

O espetáculo “Andança – Beth Carvalho, o musical” faz duas curtas temporadas no Imperator e Theatro Net Rio

Depois do sucesso em 2015 no Teatro Maison de France, Andança – Beth Carvalho, o musical, concebido em homenagem aos 50 anos de carreira da dama do samba Beth Carvalho, volta à cena para duas curtas temporadas no Imperator e no Theatro NET Rio.

O texto é de Rômulo Rodrigues e a direção é de Ernesto Piccolo. A direção musical e os arranjos das 59 músicas executadas são do gaitista, violonista, cantor, compositor, arranjador e produtor musical Rildo Hora, os arranjos e preparação vocais são de Pedro Lima e a direção de movimento de Sueli Guerra. O patrocínio é do Ministério da Cultura – Governo Federal, Governo do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Cultura e Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro, Correios, Petrobras e Unimed-Rio.

Entre os 17 atores em cena, três atrizes dão vida a Beth Carvalho no palco: em sua infância, a cantora é interpretada pela atriz mirim Jamilly Mariano (musical “Rei Leão”); dos 17 aos 40 anos por Stephanie Serrat (musicais “Chacrinha”, “Rock’n’Rio” e “Hair”), e a partir dos 40 anos por Eduarda Fadini (musical “Rádio Nacional – as ondas que conquistaram o Brasil”, “Cabaré Caruso”, ao lado de Chico Caruso).

O musical teve as bênçãos de Beth Carvalho, considerada a madrinha do samba, que acompanhou todo o processo desde o início: “São duas as realizações maiores que um artista pode ter: uma eu já consegui, que foi ser enredo de escola de samba, e ser campeã. E a outra é ser biografada num musical. Acho que é a maior realização que a gente pode ter.”, afirma Beth.

A ação se passa desde a infância da menina Beth, ao lado dos pais e da irmã mais velha até os dias de hoje, passando por momentos marcantes como os festivais da canção do final dos anos 1960, a participação no programa de Flavio Cavalcanti que alavancou sua carreira, a gravação com Quincy Jones, a sua descoberta de Zeca Pagodinho, os encontros artísticos com Nelson Cavaquinho e Cartola, a paixão pelo bloco Cacique de Ramos, o encantamento com a força da jovem Maria Bethânia cantando Carcará no lendário show “Opinião”, o peso da ditadura sobre a sociedade e a música brasileira, entre outros.

FICHA TÉCNICA

Texto: Rômulo Rodrigues
Direção: Ernesto Piccolo
Direção Musical e Arranjo Instrumental: Rildo Hora
Preparação Vocal e Arranjo Vocal: Pedro Lima
Elenco – Personagens:
Stephanie Serrat – Beth Carvalho jovem
Eduarda Fadini – Beth Carvalho madura
Jamilly Mariano – Beth Carvalho criança (stand in: Lara Araujo)
Ana Berttines – Isaura
Fernanda Gabriela  – Nair, mãe de Beth
Bruno Ganem – João, pai de Beth / Chacrinha
Andre Muato – Nelson Cavaquinho / Milton Nascimento / Arlindo Cruz
Paulo Ney – Martinho da Vila e outros
Andre Luiz Rangel – Edson Cegonha e outros
Luiza Casé – Vânia, irmã de Beth / Marlene e outros
Aline Deluna – Maria Bethania / Nora Ney e outros
Renata Tavares – Carmelia Alvez / Nega do Bafo /Porta Bandeira e outros
Wal Azzolini – Clementina de Jesus e outros
Douglas Vergueiro – Zeca Pagodinho e outros
Paula Pardon  – Prof. Julieta / enfermeira e outros
Leo França – Cartola / Silvio Caldas / Danilo Caymmi e outros
Leonam Moraes – Rildo Hora / Mestre Sala e outros
Músicos:
Marcio Eduardo Melo – teclados
Jamil Joanes – baixo
Helbe Machado – bateria
Rafael Prates – violão
Alessandro Cardoso – cavaquinho
Ninil Lopes – Sopro
Mestre Chuvisco- percussão
Direção de Movimento e Coreografias: Sueli Guerra
Som Design: Marcelo MDM
Cenografia: Clivia Cohen
Figurinos: Ney Madeira e Dani Vidal – Espetacular Produções & Artes
Iluminação: Djalma Amaral
Diretor Assistente: Marcio Vieira
Direção de Produção: Ana Berttines e Rômulo Rodrigues
Produtor Executivo: Romero Monteiro
Relações Públicas: Rodrigo Dias
Assistente de Coreografia: Olivia Vivone
Assistente de Iluminação: Nilson Costa
Assistente de Produção: Eval Fídias e Gilbert Magalhães
Patrocínio: Ministério da Cultura – Governo Federal, Governo do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Cultura e Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro, Correios, Petrobras e Unimed-Rio
Realização: PRAMA COMUNICAÇÃO
Assessoria de Imprensa: JSPontes Comunicação – João Pontes e Stella Stephany

REESTREIA: 18 DE MARÇO (6ªF), ÀS 20H

LOCAL: CENTRO CULTURAL JOÃO NOGUEIRA – IMPERATOR (R. Dias da Cruz, 170 – Meier   Tel: (21) 2597-3897)

Horários: sexta e sábado às 20h, domingo às 18h / Ingressos: R$40,00 e R$20,00 (meia entrada) / Horário bilheteria: 3ª a domingo, a partir das 14h / Formas de Pagamento: na bilheteria dinheiro e cartões débito (vendas também por ingresso.com e 4003-2330) / Duração: 150 min (com intervalo) / Capacidade: 642 espectadores / Gênero: musical / Classificação: livre  / Temporada: até 03 de abril

A PARTIR DE 08 DE ABRIL (6ªf) NO THEATRO NET RIO (Rua Siqueira Campos, 143 – Copacabana / RJ   Tel: 21 2547-8060)

Horários: sexta e sábado às 21h, domingo às 20h / Ingressos: R$100,00 (plateia, frisa, balcão 1) e R$50,00 (balcão 2) / Duração: 150 min (com intervalo) / Capacidade: 622 espectadores / Gênero: musical / Classificação: livre  / Temporada: até 01 de maio

Participe com sua opinião!