- Rebeca por Duda Morteo 2 - Rebeca lança versão acústica de “Fantasia”, faixa de seu disco de estreia
em ,

Rebeca lança versão acústica de “Fantasia”, faixa de seu disco de estreia

Após chamar atenção com o álbum de estreia “Corar”, onde explorou camadas de loops vocais e beats eletrônicos, a cantora e compositora Rebeca apresenta uma interpretação mais intimista para “Fantasia”, segunda faixa do disco. Em um formato acústico inédito, a artista recria a música onde se entrega a um futuro imaginado. A versão chega como um single em todas as principais plataformas de streaming de música, via MangoLab.

“Fantasia” já era uma das canções mais delicadas de “Corar”, um álbum onde Rebeca se aproxima do indie pop, do R&B e da música brasileira. Aqui, ela ressurge acompanhada por Kelly Pinheiro (violoncelo) e Eduardo Resende (violão).

“‘Fantasia’ é um convite para viver um grande amor. São as promessas que a gente faz quando tá apaixonado, a gente acha que é invencível, que tudo tem como dar um jeitinho. Nesse caso, o eu-lírico já antecipa o que pode dar errado, mas procura convencer a pessoa amada de qualquer forma, ele é capaz de mover montanhas para que eles possam ficar juntos. Acho bonito esse estado de espírito, mas ele é tão otimista que chega a ser ilusório, por isso o título da música”, explica Rebeca.

A composição de “Fantasia” está na origem do que viria a se tornar o primeiro disco solo de Rebeca, cuja voz já havia sido conhecida em sua banda, Gragoatá, e em parcerias com grupos como Oriente e Barcamundi. Após trocar melodias e poemas com Ana Beatriz Brêtas, essa e outras músicas ganharam forma. Outras colaborações nas composições vieram de João Barreira, Fanner Horta e Renato Côrtes. Já o cantor Rubel divide vocais na canção “O tanto que falta”.

“Essa é a música mais romântica do disco, de longe. Fiz essa versão acústica para trazê-la mais de perto de sua origem. Ela nasceu bem estilo folk, delicada, por isso trouxe poucos elementos pro arranjo dessa vez, o contrário do disco. No álbum tento fazer mais um ambiente de sonho, onde cada momento o som dita a cena. Acho interessante capturá-los”, reflete a artista.

Construído a muitas mãos guiadas pelo produtor Rodrigo Martins, “Corar” apresenta um universo onírico da artista, onde cada batida, sample ou loop leva uma sensação. O formato acústico de “Fantasia” amplia os cuidados com cada detalhe, nota e verso, colocando em destaque o vocal de Rebeca – ora doce, ora intenso, sempre sincero.

Confira a nova versão e a original:

Deixe sua opinião

Avatar Contributor

Publicado por Build Up Media