em ,

Cinco por Infinito em pré-venda com autógrafo do Esteban Maroto pela Pipoca e Nanquim

Antecedendo obras como Star Wars e 2001: Uma Odisseia no Espaço, com o clima sci-fi dos anos 60 de seriados como Star Trek e Perdidos no Espaço, Cinco por Infinito é um dos quadrinhos de ficção científica mais aclamados da história. Lançado originalmente há mais de cinquenta anos, em 1967, agora o maior clássico do espanhol Esteban Maroto finalmente pode ser conferido em sua edição definitiva, que compila os vinte volumes originais da série, textos do autor, biografia e um capítulo extra totalmente inédito. A edição da editora Pipoca & Nanquim tem capa dura com reserva de verniz e detalhe em dourado, papel couché, e 532 páginas.
Nesta grandiosa saga, acompanhe a jornada de cinco heróis terráqueos, os Exploradores do Espaço, à serviço do ser conhecido apenas como Infinito, o único sobrevivente de uma raça alienígena, que tem como missão solucionar problemas pelo cosmo, perpetuar o conhecimento de diferentes culturas e buscar a paz universal.

SOBRE O AUTOR:
Esteban Maroto iniciou sua carreira como quadrinista na década de 1960 na Espanha, e logo passou a colaborar com o mercado norte-americano em títulos como Red Sonja, A Espada Selvagem de Conan e Savage Tales, da Marvel Comics.
Em 1967, começou a publicar a série que o consagrou no mundo todo, a ficção científica Cinco por Infinito. Em 1971, se uniu à equipe da editora Warren Publishing e trabalhou em revistas lendárias como Creepy, Eerie e Vampirella. Nesse período publicou sua Trilogia dos Bárbaros (Wolff, Dax e Korsar) em diferentes edições mundo afora, recentemente compiladas pela editora Pipoca & Nanquim no volume Espadas e Bruxas (2017).
Também trabalhou em títulos como Zatanna, Aquaman e The Atlantis Chronicles, para a DC Comics; Cadillacs and Dinosaurs e Lady Rawhide, para a Topps Comics; Brendon, para a Sergio Bonelli Editore; e publicou a adaptação H. P. Lovecraft’s The Call of Cthulhu e a graphic novel original Red Sonja: The Ballad of the Red Goddes, ambas com roteiros de Roy Thomas.

Opiniões

Deixe sua opinião!

    Participe com sua opinião!

    Carregando

    0