em ,

Dossiê Lourenço Mutarelli

Quem assiste aquele entra e sai de uma porta de metal que surge em uma parede pichada, cada um com um objeto mais estranho que o outro na mão para tentar conseguir uma grana pela sua ‘raridade’, nunca imagina que o segurança que cuida da ‘ordem local’ e usa uma ridícula roupa de couro vermelha-sangue-de-cartaz é o autor daquela história maluca, porém hipnotizante. Desde o início a câmera passeia pelo visual simples de uma cidade cinza e sem graça que abriga malucos que compram e vendem vidas e sonhos.Mas isso só é perceptível ao longo da costura dos fatos, de uma forma sutil, porém agressiva e realista. E assim são os filmes, quadrinhos, livros, contos e as peças de teatro deste autor prolixo que voltou no final de ano passado com uma compilação de seus sketchbooks via crowdfunding rápido, e que serve para alertar as editoras sobre a opinião do que os consumidores/colecionadores desejam em suas prateleiras.

lourenco-mutarelli-a-arte-de-produzir-efeito-sem-causaOs ‘livrinhos’ de Lourenço Mutarelli foram organizados e ganharam um extra com comentários de gente lisérgica, e se encontra a venda nas melhores livrarias e comic shops de bom gosto (e nas de gosto duvidoso também…). Muito já foi escrito e descrito sobre esse ‘baita’ quadrinista, que ‘solta tinta quando se sente ameaçado como o polvo’, e tem obras com os títulos e conteúdos mais inusitados,como ‘’Transubstanciação’’,’’A Arte de Produzir Efeito sem Causa’’, que nos conta uma história de uma cantora sem voz ou de um palhaço sem graça.

Falar sobre seu traço tremulo (em razão dos medicamentos que toma), guiado por uma pequena espátula, que já multiplicou o traço de grandes mestres para seu aprendizado, que lançou uma ‘Trilogia de 4 tomos’ sobre um detetive falido, traído e divertido, fica difícil e lúdico ao mesmo tempo, uma vez que Lourenço Mutarelli prende seus leitores das formas mais malucas e Tarantinescas possíveis, sendo tirando objetos particulares de uma ‘’Caixa de Areia’’, ou nos contando como seu pai encontrou com E.T’s num dia quente.

Até mesmo Jesus teve sua cota de participação nas obras de Mutarelli. E maços de cigarros. E o baralho de taro,cheio de significados e segundos sentidos, foi exaustivamente embaralhado, cortado e distribuído na mesinha redonda dos leitores que tentam não ficar seduzidos com a narrativa curta e objetiva de seus livros.

dossie-mutarelli-quadrinhos

Já suas obras em quadrinhos (muitas vezes de difícil acesso nas lojas especializadas…), dividem opiniões. Considerado por muitos de ‘’difícil leitura’’,’’gosto duvidoso’’,ou ‘’sub-arte’’, nosso citado autor já tentou ter um blog, que durou pouco tempo e terminou por motivos, no mínimo, estranhos e de difícil entendimento. Gosta de música rápida,tem um filho e uma esposa que também escreve,é dramaturga e editora. Quando é convidado a participar de convenções de quadrinhos e eventos, tenta escapar de fininho, mas sua presença (ou a falta dela,como já presenciei…) é notada e cobrada pelos fãs mais xiitas. Já prometeu participar de capas de CD’s de bandas de garagem, ãhn,digamos, mais por efeito etílico em seu organismo, do que por inspiração ou qualquer outro motivo que eu queiramos discutir.

livro-o-cheiro-do-ralo-lourenco-mutarelliTente beber dessa fonte sem se afogar, ou correr atrás de seus fanzines por São Paulo, ou em outro sebo ou banca que não saiba do que se trata. Se você se identifica com histórias em quadrinhos do tipo longas, corra atrás de ‘’Diomedes’’, encadernado que conta essa trilogia de quatro partes quando o terceiro volume foi dividido ao meio (indicado a prêmios HQMix e Angelo Agostini…). Suas obras em normal P&B, nos contam histórias do avesso do autor em Mundo Pet, sua aventura pelo mundo das cores e experimentações matizadas. Até mesmo experiências traumáticas na vida do autor viraram quadrinhos.

Bem,se já conhece o mundo de Lourenço, entre e se sinta em casa. Se ainda não conhece, limpe bem os pés, pois com certeza eles sairão um pouco mais empoeirado do que quando entraram.

Checklist Lourenço Mutarelli

Quadrinhos:

  • O Nada (publicado na revista Lúcifer nº01)
  • Solúvel
  • Resignação (publicado em Brazilian Heavy Metal)
  • Impublicáveis
  • OverDoze
  • Desgraçados
  • A Soma de Tudo 1
  • A Soma de Tudo 2
  • O Rei do Ponto
  • O Dobro de Cinco
  • Eu te amo Lucimar
  • Mundo Pet
  • A Confluência da Forquilha
  • Sequelas
  • Transubstanciação
  • A Caixa de Areia ou Eu Era Dois em Meu Quintal
  • Diomedes
  • Quando Meu Pai se Encontrou com o ET Fazia um Dia Quente

Livros:

  • O Cheiro do Ralo
  • O Natimorto
  • Jesus Kid
  • A Arte de Produzir Efeito Sem Causa
  • Miguel e os Demônios
  • Nada me Faltará
  • O Teatro de Sombras

2 opinaram!

Deixe sua opinião!

Deixe sua opinião

O prolongado sonho do Sr. T.

“Fuga do Planeta Terra” é garantia de diversão para os pequenos