Ambrosia TV "The Following" é uma estranha mistura de poesia e sangue que dá certo

“The Following” é uma estranha mistura de poesia e sangue que dá certo

Quando pensamos que não há mais nada novo no reino dos seriados, eis que surge uma leve brisa de longe. Assim é “The Following” do criador Kevin Williamson.

A trama gira em torno do ex-agente Kevin Hardy (Kevin Bacon mostrando que ainda é um bom ator) e sua caçada ao Serial Killer, Joe Carroll (James Purefoy), um professor universitário que matou muitas mulheres e foi condenado a morte.
Logo no primeiro episódio vemos como Caroll consegue fugir da prisão e deixar um rastro de sangue em seu caminho. É quando Hardy, afastado do serviço por problemas médicos se vê obrigado a voltar a ativa para novamente capturar Joe.
Acontece que o assunto entre os dois se tornou pessoal e Joe não pretende facilitar em nada a vida de Hardy.
382471Desvendando alguns quebra-cabeças envolvendo a literatura de Edgar Allan Poe, Hardy e outros agentes conseguem chegar novamente até Joe.
O vilão vai para cadeia sem resistir o que assusta Hardy. Nada pode vir tão fácil assim se tratando de Joe Carroll. Mesmo preso, assassinatos continuam acontecendo o que deixa toda força policial intrigada. Hardy pressiona Joe, mas ele continua de boca fechada. O que acontece é que, enquanto estava preso, Carroll reuniu um grupo de fãs que agora se dedicam a dar segmento aos ensinamentos do mestre. Hardy e o FBI terão muito trabalho pela frente.

Para não ser apenas mais um seriado policial, The Following segue uma linha cinematográfica mais similar aos filmes de ação, pelo simples fato de não enrolar durante um episódio. O problema é apresentado e logo começa a ação. E mesmo os períodos mais calmos, servem para adicionar elementos necessários a trama. O jogo de câmeras, os cortes, fotografia é pensado para além do que costumamos ver em seriados.
TheFollowingO principal elemento aqui é o roteiro que se baseia num jogo de intelecto entre os personagens de Bacon e Purefoy. O vilão está lá, atrás das grades e ainda assim continua espalhando terror de dentro da prisão. A cada episódio aprendemos um pouco mais e descobrimos que Joe Carroll é ainda mais malicioso do que pensávamos. Hora a corda favorece a Hardy, hora a Carroll o que se deixa tudo num enorme clima de tensão.

Quando se trata de morte, o diretor Marcos Siega não deixa por menos. As cenas são muito bem elaboradas e não falta sangue ou criatividade. Usando dos contos de Edgar Allan Poe como base, Siega vai um pouco além do literal e extrai dos contos elementos que indiquem o motivo dos assassinatos criando assim uma ligação bem interessante com o autor.

O elenco tem se esforçado, mas todo o crédito de glória vai para Kevin Bacon e James Purefoy. Bacon, que estava há 4 anos a procura de um seriado, adorou quando o roteiro apareceu em sua mesa. Ele tem se dedicado bastante em interpretar o amargurado ex agente do FBI que acaba desenvolvendo ligações pessoais com o assassino.
Já Purefoy confessou ter pesquisado bastante verdadeiros assassinos para saber como interpretar propriamente o personagem, e ele não deixa por menos. Consegue dominar a arte de ameaçar alguém sorrindo, o que dá bastante medo.
cast-650x449

A série estreou em Fevereiro e conta com 6 episódios lançados. A FOX já anunciou essa semana sua line up de seriados renovados e The Following foi um deles.
Nos resta esperar que a série mantenha a mesma qualidade do início ao fim e que os quebra-cabeças e jogos psicológicos não se tornem banais.

[xrr rating= 4/5]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

próxima publicação