30 Rock, série de humor que marcou a TV americana por sete temporadas no canal NBC (mesma emissora que – ora, ora – rejeitou esse projeto), jogou luz para o talento de sua criadora, a incansável Tina Fey, que com seu humor rápido e cínico, sempre foi a grande responsável pela renovada humorística que a cultura pop ianque passou do início dos anos 2000 para cá. Era esperado que esse talento fosse rapidamente absorvido pelo NetFlix, cujo processo de empoderamento audiovisual tem sido tão veloz quanto sua produtividade.

Unbreakable Kimmy Schmidt é a mais nova série do “canal”, criada Tina Fey, com seu parceiro de outros trabalhos, Robert Carlock. O absurdo do plot já vislumbra sua comicidade: Após serem raptadas (sem saberem) e ficarem quinze anos em um bunker se protegendo do apocalipse que, supostamente, assolou a Terra, Kimmy (a hilária Ellie Kemper) e mais três mulheres encontram liberdade em um mundo bastante diferente.

Sem conhecimento de novas tecnologias e de referências culturais, por exemplo, Kimmy decide viver em Nova York e “recuperar” o tempo perdido, juntando-se ao amalucado companheiro de quarto Titus (Tituss Burgess, ponto alto das cenas)

kimmy23f-6-web

Se você era fã do estilo de roteiro rasteiro e dinâmica cômica empreendidos em 30 Rock, vai adorar. Tina e Robert têm uma sacação corrente nesse novo trabalho.

Se antes ela debochava do bizarro cotidiano de uma emissora de TV, agora, os dois destilam sacadas certeiras sobre a própria sociedade americana, em seus maneirismos mais risíveis. As sacadas da dupla são realmente divertidas, ainda que ao longo dos 13 episódios não consigam manter o mesmo frescor, o que é normal em séries de humor.

Depois de uma maratona de todos os episódios, talvez se constate que Unbreakable Kimmy Schmidt nem seja assim aquele primor de comédia, mas como investimento do serviço de streaming no gênero, está bem acima da média do que as redes tradicionais têm ofertado. Fora que uma Tina Fey vale por muitos The Big Bang Theory por aí…

Obs: assistam a engraçadíssima abertura da série. Como não querer assistir o que vem depois?

 

Participe com sua opinião

Por favor preencha o comentário!
Por favor, digite seu nome aqui