em ,

Tá na Prateleira! Gato Guerreiro de Masters of the Universe Classics

Na coluna dessa semana achei que seria digno falar de um item da minha coleção para o qual tenho um carinho especial: o Gato Guerreiro da linha Masters of the Universe Classics, lançado no início do ano.

Desde que a Mattel retomou a linha Masters of the Universe, esperava ansiosamente pelo lançamento do parceiro de He-Man. Uma das minhas frustrações de infância foi ter ganho o Panthor no lugar do Gato Guerreiro, e devo dizer que a espera valeu a pena, pois a figura é fantástica!

A embalagem segue o mesmo padrão da linha e a Mattel teve um cuidado especial nisso. Meu Gato Guerreiro veio muito bem protegido, sem mencionar que a embalagem dá um ar meio vintage à figura, você realmente tem a impressão de estar com um brinquedo dos anos 80. No verso, como de praxe, temos a biografia do herói felino, confira abaixo:

Uma coisa interessante com relação a biografia é que nunca tinha ouvido falar sobre a Tribo dos Tigres Verdes antes.

Escultura

A escultura do Gato Guerreiro é incrível! Desde que me entendo por colecionador, nunca vi uma figura de animal tão perfeita. A armadura foi meticulosamente feita para ser idêntica a do desenho, permanecendo entre o realismo e perfeccionismo. A língua dá a sensação de que é de verdade, nunca uma figura teve tamanha riqueza de detalhes.

Comparado com os Gatos das séries anteriores, o que  foi lançado agora se consagra como a obra prima da Four Horsemen. Livre da imobilidade da figura dos anos 80 e das articulações limitadas da figura de 2002, esse novo Gato Guerreiro nos dá a possibilidade de colocá-lo em diversas posições.

Uma novidade na figura é o acessório para prender as armas. É possível colocar a espada de Grayskull neles, e mesmo que pouco fãs possam vir a usar esse acessório, é um ponto positivo para a figura.

Pintura

Como o original, este Gato Guerreiro é verde com listras amarelas, porém a pintura que excede expectativas são as da sua cabeça, olhos, boca, dentes e língua.

Nunca gostei da armadura que deram para ele no desenho de 2002. A clássica sempe foi uma armadura incrível e a Four Horsemen soube destacar todos os detalhes dela fazendo um jogo de tons em vermelho, algumas partes mais fortes, outras nem tanto, e o assento do He-Man realmente dá a sensação de que é feito de couro e não de plástico.

Nos “chifres” da armadura foi usado um vermelho mais brilhante, e no assento um tom de vermelho para dar o ar de couro envelhecido.

Articulação

Apesar de ser muito mais articulado do que suas versões anteriores, o único problema a meu ver neste quesito é a cabeça.

A do meu Gato Guerreiro particularmente veio com a articulação meio frouxa, então a cabeça não fica muito firme em certos momentos, e por causa do peso ela cai. Mas tirando isso, as patas e pernas vieram em perfeita ordem.

Diversão

Definitivamente, os nostálgicos de plantão precisam de uma figura desta, pois ela se destaca na prateleira. O grande problema é o preço, que em alguns sites já ultrapassam os R$ 200,00, mas será uma aquisição boa, pois o Gato Guerreiro é grande, detalhado e muito bem articulado.

Ficamos na torcida de uma figura do Panthor para fazer frente ao felino de He-Man, mas o leão do Rei Grayskull e até mesmo a Clawdeen da Felina são bem-vindos.

Opiniões

Deixe sua opinião!
  1. Muito boa a matéria… esse boneco do gato-querreiro está muito bom. Mas ele está a venda no Brasil? Onde posso encontrar algum para comprar?

Participe com sua opinião!

Carregando

0