em ,

10 curiosidades sobre "Maze Runner – Correr Ou Morrer"

Neste fim de semana chega às telas a adaptação de “Maze Runner – Correr Ou Morrer”, livro de autoria de James Dashner e que se tornou um best-seller aproveitando os bons ventos que sopram em direção à Literatura Juvenil. Seguindo o ensejo, enumeramos aqui dez curiosidades sobre a franquia:

  • O diretor Wes Ball revelou ter tido forte influencia de Terence Malick (de Terra de Ninguém, Além da Linha Vermelha e A Árvore da Vida) para criar um conceito visual maduro e sofisticado.
  • O primeiro nome cogitado pela FOX para a direção foi de Catherine Hardwicke, diretora de “Crepúsculo”

The Nativity Story Photocall

  • A produção teve que contratar domadores de serpentes para se certificar de que nas áreas onde estavam filmando não havia cobras. Antes do início das filmagens os domadores encontraram 25 cobras venenosas. A maior que encontraram foi uma cascavel de 5 metros.
  • O livro foi rejeitado por diversas editoras, daí o autor James Dashner foi ajustando e alterando alguns elementos no texto até chegar na versão final, que foi vendida para a Random House

maze-runner-filme-arte-1

  • As gírias e expressões faladas pelos clareanos no livro não estavam na versão original. O autor decidiu criá-las, pois se os personagens estavam isolados da sociedade por muito tempo, era natural que se criasse peculiaridades linguísticas.
  •  Minho é o nome do marido coreano da sobrinha de Dashner.

BeFunky_minho.jpg

  • A ideia do labirinto veio após o autor assistir à cena de “O Iluminado” de Stanley Kubrick em que o personagem de Jack Nicholson persegue seu filho dentro de um labirinto.

mazer-runner-2

  • As locações foram todas feitas na Lousiana, em Baton Rouge e Jackson. As cenas de estúdio também foram realizadas no estado sulista, no Plantation Village Studios.
  • O momento em que Ben é banido não constava na primeira versão do livro. Dashner inseriu essa passagem para explicitar quão organizada e rígida aquela sociedade de jovens detentos havia se tornado.
  • O filme favorito de Dashner é O Senhor dos Anéis. Será que o autor escreveu o livro já torcendo para também ser adaptado para as telonas?

alguém opinou!

Deixe sua opinião!

    Deixe sua opinião