em

A Corrida pelo Oscar Pop!

Há algumas semanas surgiu a pergunta: Será possível que Batman – O Cavaleiro das Trevas, leve o Oscar em 2009?

Muitos puristas podem dizer que o Oscar nunca faria algo assim, dando sempre ênfase a filmes em que a arte está sempre acima da popularidade ou marketing das distribuidoras. Porém, há de se verificar que, como bem disse o Camino no artigo, o Senhor dos Anéis – O Retorno do Rei ganhou o Oscar de melhor filme, talvez de forma que a Academia pedisse desculpas por não ter premiado o primeiro filme da trilogia.

Agora, o que se vê nos bastidores do Oscar é uma corrida para lançar entre os principais candidatos desde campeões de bilheteria a filmes que normalmente sequer entrariam como concorrentes ao Oscar. Estamos chegando a uma era do Oscar responder ao apelo popular e abandonar a arte de vez?

A primeira distribuidora e produtora a entrar nessa briga é a Disney com seu Wall-E. A empresa pretende fazer uma extensiva campanha a favor de seu filme que, na minha sincera opinião, merece o Oscar de roteiro original no mínimo. Caso seja indicado, Wall-E entrará em um hall muito exclusivo de filmes de animação indicados ao Oscar de melhor filme juntamente apenas de “A Bela e a Fera” indicado em 1991.

A Warner está seguindo o mesmo caminho e tenta de todas as formas colocar Batman como um dos indicados a melhor filme. A jogada da Warner já começou ao mandar aos eleitores da Academia uma série de perguntas sobre qual formato de DVD promocional eles preferem. Ainda há de se verificar que grandes são as chances de Heath Ledger receber um Oscar póstumo pela sua atuação fantástica no filme.

A Marvel junto com a Paramount quer lançar o Homem de Ferro nesse páreo também. Além disso, juntamente das duas, estão tentando lançar Robert Downey Jr. como melhor ator por Homem de Ferro e melhor ator coadjuvante por Trovão Tropical.

Essa iniciativa das produtoras surgiu após a Academia lançar uma nota dizendo que iria prestigiar os filmes que mais arrecadaram nas bilheterias, sendo eles indicados ou não, em uma jogada que pretende atrair mais atenção para a festa que acontece normalmente em meados de Fevereiro todo ano.

Além disso, o banimento de propagandas de filmes que estão por sair caiu esse ano, ou seja, teremos diversos comerciais especiais com cenas inéditas dos filmes do verão americano passando durante os intervalos.

“O Oscar não só deve celebrar a excelência nos filmes do ano; nós acreditamos que ele deve celebrar os filmes,” disse Laurence Mark, produtor da próxima cerimônia, dizendo algo que se tornou o tema do ano. “Nós apenas temos de descobrir um meio apropriado de fazer isso.”

Quem quiser ler mais, pode conferir essa notícia no site do NY Times.

Sinceramente, eu espero que os Oscars desse ano sejam comerciais, chega de filmes chatos ganhando a estatueta!

J.R. Dib

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

GIPHY App Key not set. Please check settings

3 Comments

Pró Player

Publicado por J.R. Dib

GamerCinéfiloMusicólogo

3ª Edição da Semana de Quadrinhos da UFRJ

Novas imagens do novo Star Trek