Ambrosia Filmes A saga Crepúsculo: Eclipse

A saga Crepúsculo: Eclipse

A saga Crepúsculo chega à sua terceira parte e surpreende com mais ação e romance do que da última vez. Agora, os vampiros do clã Cullen precisam lidar com seres mais fortes, além de se verem obrigados a unir forças com seus inimigos ancestrais, os lobisomens.

Um pouco de trama: Victoria, amante de James na primeira parte da saga, deseja matar Edward  (Robert Pattinson) por vingança. Para isso, cria um bando de neófitos sedentos por sangue. Eles fazem barulho demais, o que atrai o clã dos Volturi. Edward depara-se com diversos dilemas, sempre para salvar o amor de sua vida, Bella (Kristen Stewart). Vale até abrir mão do ódio que sente por Jacob (Taylor Lautner).

Enquanto todos se preparam para a batalha, de ambos os lados o romance não fica atrás. Bella deseja tornar-se vampira. Edward a pede em casamento, e ela aceita com a condição de que ele a transforme. O acordo é estabelecido, mas algumas coisas ainda precisam ser resolvidas. Já Jacob, em uma atuação excelente de Taylor Lautner, é do tipo que não desiste. O tempo todo tenta mostrar a Bella o quanto ela seria feliz ao lado dela. Ela luta contra os próprios sentimentos, deixando claro que está bem com Edward.

O ponto alto da película é quando os três são obrigados a passar a noite em uma barraca de acampamento. Bella morre de frio, e Jacob pode esquentá-la. “Eu sou mais quente que você”, ele diz a Edward, arrancando risos da plateia. O diálogo que ocorre entre os dois é excelente, e serve para mostrar o que um homem pode fazer por amor.

Bella então confronta-se com seu próprio sentimento. Pede um beijo para Jacob, aquele que ficou pendente lá em Lua Nova. As fãs de Team Jacob podem vibrar: o beijo é intenso e apaixonado. Ela o ama. Mas ama mais Edward.

A fotografia continua impecável, o tom sombrio da cidade de Forks fica em evidência diante dos acontecimentos. O roteiro também está mais conciso. Somos presenteados com a história da transformação de Jasper e Rosalie em uma volta ao passado, além de uma lenda da tribo quileute. Tudo isso embalado por um trilha sonora que vai de Metric a Vampire Weekend passando por uma parceria de Beck com os Bat For Lashes.

Todos os ingredientes ficam bem colocados, preparando o espectador para o último filme da saga, AmanhecerEclipse, até agora, é o melhor filme da saga Crepúsculo.

Alguém comentou?

Participe com sua opinião

Por favor preencha o comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

próxima publicação