em

Aladdin Live Action – Primeiras reações

Críticos elogiam Naomi Scott e atacam Jafar

“Aladdin” já teve uma exibição no exterior, que trouxe as primeiras impressões sobre o filme por parte dos críticos e convidados que assistiram (Via HeroicHollywood). Em geral, o saldo da versão live action da animação de 1992 parece positivo. Houve ressalvas em relação ao Gênio de Will Smith, que, embora carismático, foi considerado um pouco prejudicado pelo CGI. Mesmo assim, foi apontado como um dos acertos do filme, junto com Mena Massoud no papel título e Naomi Scott no papel de Jasmine.
Já o Jafar de Marwan Kensari, conforme muitos temiam, foi um consenso como o ponto fraco do longa. Na opinião do Digital Spy, “Quanto menos falar sobre o Jafar, melhor”. 


Segundo o britânico Digital Spy, o filme é “uma releitura pródiga e agradável, mas não tem o suficiente de Um Mundo Ideal para ser inteiramente bem sucedida. Mena Massoud e Naomi Scott estão ótimos, enquanto Will Smith traz uma energia divertida para o seu gênio, mesmo que o CGI seja decepcionante. Quanto menos falar sobre o Jafar, melhor.”


O podcaster Andrew Jones discorreu sobre o filme dizendo: “Então, Aladin é o segundo melhor remake da Disney depois de ‘Meu Amigo Dragão’. Orgulhosamente uma aventura fantástica e musical, as piadas são fortes, o Gênio de Smith é muito divertido, os humanos funcionam bem. São 20 minutos a mais, mas funciona bem durante todo percurso. Will Smith manda um rap nos créditos!!!”


O músico compositor e produtor musical Haroon Rashid tuitou: “Acabei de assistira ao novo Aladin e foi incrível! Se Sanjay Leela Bhansali (diretor indiano de filmes de Bollywood) fizesse um filme da Disney seria assim! Eu senti como se eu estivesse assistindo um misto de Ram Leela com Bajirao Mastani (dois filmes indianos, o primeiro uma versão de Romeu e Julieta e o segundo um épico, ambos dirigidos por Bhansali) mas sem pessoas morrendo.”


Já Rory Cashin, do site britânico JOE, relatou: “Posso confirmar que a maioria das preocupações sobre Aladin, especialmente as relacionadas a Will Smith, vão se diluir quando a primeira grande canção entrar, mas minha escolha para jogador mais valioso é Billy Magnussen! Ele talvez seja um gênio da comédia surgindo.”
“Aladdin” tem direção de Guy Ritchie (“Sherlock Holmes”, “The Man from UNCLE”) e roteiro de John August (“Dark Shadows”, “Big Fish”). Estreia no Brasil no dia 23 de maio.

Participe com sua opinião!