em ,

Comédia sueca e Sofia Coppola levam os principais prêmios em Cannes

O 70º Festival de Cannes terminou com vitória para a Suécia e uma diretora mulher. O júri presidido por Pedro Almodóvar deu a Palma de Ouro à comédia Sueca “The Square”. O filme de Ruben Östlund é uma comédia de humor negro que levou a Croisette às gargalhadas.

Já o prêmio de Melhor Diretora foi para Sofia Coppola, pelo filme “O Estranho Que Nós Amamos”. Na trama, Colin Farrell é um soldado confederado que, durante a Guerra da Secessão é ferido e acolhido em uma escola para mulheres. A atriz Nicole Kidman, que interpreta a dona da escola, recebeu o Prix du 70ième Festival, honraria especial para os 70 anos do evento) pelo conjunto de sua carreira e seu empenho declarado ao aumento do espaço para mulheres cineastas.

Nas categorias de atuação, saíram premiados da cerimônia apresentada pela atriz italiana Monica Bellucci Diane Krueger, por In The Fade e Joaquin Phoenix por “You Were Never Really Here”. O prêmio do júri foi para o Russo “Loveless”, de Andrey Zvyagintsev (Leviatã). Confira abaixo os vencedores do Festival de Cannes 2017.

Palma de Ouro: The Square, de Ruben Östlund
Grande Prêmio do Júri: 120 Batimentos Por Minuto, de Robin Campillo
Prix du 70ième Festival: Nicole Kidman, pelo conjunto de sua carreira
Palma de curta-metragem: Une Nuit Douce, de Xiao Cheng Er Ye
Diretor: Sofia Coppola por O Estranho Que Nós Amamos
Atriz: Diane Kruger, por In The Fade
Ator: Joaquin Phoenix, por You Were Never Really Here
Roteiro: empate entre Killing of a Sacred Deer e You Were Never Really Here
Prêmio do Júri: Loveless, de Andrey Zvyagintsev
Caméra d’Or (prêmio para diretor estreante): Jeune Femme, de Léonor Serraille
L’Oleil d’Or (melhor documentário): Visages, Villages, de Agnès Varda e JR
Prêmio da Crítica Fipresci: 120 Batimentos Por Minuto
Queer Palm (prêmio LGBT): 120 Batimentos Por Minuto
Prêmio do Júri Ecumênico: Radiance, de Naomi Kawase
Palm Dog (prêmio das entidades protetoras de animais): The Meyerowitz Stories
Prêmio François Chalais (prêmio humanista do Ministério da Cultua da França): 120 Batimentos Por Minuto

Participe com sua opinião!