Ambrosia Filmes Com um clima saudosista "Confissões de Adolescente" é engraçado e cativante como a série

Com um clima saudosista "Confissões de Adolescente" é engraçado e cativante como a série

Se tem algo que é difícil é falar para é sobre adolescentes. Eles não são todos iguais (apesar do que muitos pensam) e até o final do século XIX esse termo nem existia. As crianças pulavam essa “fase” e entravam direto na vida adulta sem ao menos terem conseguido compreender um pouco do que aconteceu com elas nesse ínterim.
Não demorou muito a televisão brasileira viu que este era um nicho em potencial e em 1994 estreava na TV Cultura a série “Confissões de Adolescente” baseado no livro homônimo de Maria Mariana que também atuava no seriado. Usando de uma linguagem fácil e situações comuns a qualquer garota adolescente, o seriado fez bastante sucesso e lançou para a fama nomes como Deborah Secco (magrelona), Daniele Valente, Dudu Azevedo e Leandra Leal para citar alguns. Infelizmente, 40 episódios depois e duas temporadas, sendo uma delas na França, a série chegou ao fim e tivemos que nos despedir de Diana (Maria Mariana), Bárbara (Georgiana Góes), Natália (Daniele Valente), Carol (Deborah Secco) e Dr. Paulo (Luiz Gustavo).

Confissoes_de_Adolescente_Creditos_CEDOC_TV_Cultura_3

Mas, Daniel Filho (que também dirigiu o seriado) já estava cogitando a ideia de transformar este antigo sucesso em filme. E eis que depois de exatos 20 anos, o filme de “Confissões de Adolescente” chega aos cinemas brasileiros com novo elenco mas a mesma essência.

IQ8853

As irmãs Bianca (Isabella Camero), Alice (Malu Rodrigues) e Carina (Clara Tiezzi) tem vidas ótimas, moram na Zona Sul do Rio de Janeiro, estudam num excelente colégio e tem do bom e do melhor. Tina (Sophia Abrahão) a mais velha, já faz faculdade e seu mercado é a despensa da casa do pai, o advogado Paulo (Cassio Gabus Mendes). O que as quatro não esperavam é que Paulo chega em casa anunciando que eles terão que se mudar, pois as despesas com o apartamento e tudo mais está muito apertado para ele e que isso irá influenciar até na vida de Tina que tem o apartamento bancado pelo pai. Imediatamente as quatro começam a argumentar, que vão cortar as despesas e ajudar mais na casa, mas Paulo está meio descrente em relação ao que elas estão lhe prometendo.
Tina lhe diz que vai dar um jeito, para ele não se preocupar. Já as outras três, mesmo tendo feito promessas, estão com seus próprios problemas para se preocupar com mais esse. Como Bianca, que não consegue se decidir o que cursar na faculdade e precisa lidar com a pressão do pai em seguir seus passos; Alice e seu namorado Marcelo (Christian Monassa) estão tendo dificuldades em ter uma primeira vez e a caçula Carina não acha que os meninos dão qualquer atenção a ela. E Tina está tendo problemas em conseguir um estágio e arranjar alguém para dividir o apartamento, além do mais, seu namoro com Lucas (Hugo Bonemer) não anda a mesma coisa. E antes que tudo se resolva, a vida das meninas vai complicar só mais um pouquinho.

IQ0594

Para aqueles que estavam preocupados com essa adaptação, não fiquem. Daniel Filho juntamente com Cris D’Amato conseguiram manter a mesma essência do seriado e ainda repetiram alguns diálogos e cenas que deram um certo toque nostálgico ao filme, pois quem acompanhou a série vai certamente se lembrar ao rever a cena em que Paulo conversa com as filhas sobre sexo seguro, por exemplo. A escolha do elenco foi muito bem acertada, pois como o enredo não foca somente nas principais, os demais atores conseguiram contar suas histórias o que acrescenta profundidade a trama. Destaco as atuações de Isabella Camaro e Olivia Torres que juntas na tela ou separadas, simplesmente arrasaram. No quesito comédia a dupla de jovens atores João Fernandes e o novato Bruno Jablonski vão fazer todos no cinema gargalharem, pois os dois possuem os melhores diálogos.

IQ9276

O contraponto no seriado era o pai, Dr. Paulo, vivido pelo querido Luis Gustavo, que mesmo sendo um pai exigente, era bastante amoroso com as filhas e atencioso. O mesmo não pode ser dito do Dr. Paulo de seu sobrinho, Cassio Gabus Mendes que ficou austero demais e até um tanto rude, o que não condiz em nada com o perfil do personagem que é solteiro e tem quatro filhas, destoando bastante nas cenas em que aparece.

IQ9014

Mesmo com o roteiro de Matheus Souza e Sylvio Gonçalves, grande parte dos diálogos eram improvisados na hora, pois as atrizes muitas vezes não sabiam do que se tratava a cena, fazendo com que as reações e emoções passadas ao espectador sejam muito mais reais e palpáveis e não tão pontuadas. E apesar de possuir um enredo central – que é deveras mal desenvolvido e jogado para escanteio até quase o final – o filme se desenvolve em cima de muitos temas como a perda de virgindade, gravidez, primeiro emprego, bullying, homossexualismo, primeiro beijo, o que mescla problemas antigos com os problemas que lidam os adolescentes de hoje em dia.

IQ8574-2

Todavia, mesmo sendo uma delícia poder ver “Confissões de Adolescente” nos cinemas, ele não tem a ‘cara’ de filme. Parece mais um episódio especial de um seriado ou algo do gênero. E mostra que dá sim para falar sobre e para os adolescentes sem ser caricato demais ou ficar se repetindo, logo tudo o que a atual “Malhação” não consegue.

E para aqueles que sentem a falta de Diana, Bárbara, Natália e Carol, não se preocupem, elas estão no filme em pequenas participações.

Estréia em 10 de Janeiro.

Participe com sua opinião

Por favor preencha o comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

próxima publicação