em , ,

De TV por assinatura a festival online, veja tudo que está liberado durante a quarentena

Notícias de cancelamentos e adiamentos por tempo indefinido têm sido uma constante nos últimos dias. Pela primeira vez na história não haverá estreia cinematográfica no Brasil nesse final de semana, por conta da pandemia do coronavírus (Covid-19), que também está paralisando gravações de séries e até as novelas da Globo serão interrompidas e substituídas por reprises. Daí, até para incentivar as pessoas a ficarem em casa, diminuindo o avanço da epidemia, as grandes operadoras de TV por assinatura estão liberando gratuitamente toda sua grade de programação, mesmo para quem não é assinante dos pacotes mais parrudos.

Cada uma tem seus benefícios. A Claro NET está com todos os canais liberados por tempo indeterminado, com exceção dos HBO e conteúdos pay-per-view. A plataforma on-demand NOW está disponível inclusive para quem não tem nenhum pacote de TV.

A Vivo TV abriu toda a sua programação, também excetuando os canais HBO e tudo pode ser acessado tanto pela TV quanto pelo aplicativo em qualquer dispositivo. A Sky liberou 70 emissoras variadas para seus clientes. Alguns podem ser acessados pelo app Sky Play. A Oi TV ficará com seu sinal aberto até 28 de março.

A Walt Disney Co. entrou nessa ação dando acesso gratuito a todos os seus canais até 31 de março, das emissoras de esportes (os canais ESPN), aos canais de séries (Fox, FX, Fox Premium 1 e 2), e os canais infantis (Disney Channel, Disney XD, Disney Jr., Nat Geo Kids).

Para amenizar o impacto das salas fechadas, as plataformas americanas de streaming e em plataformas digitais estão recebendo lançamentos antecipados. A Warner vai disponibilizar “Aves de Rapina: Arlequina e Sua Emancipação Fantabulosa” em VOD por lá no dia 24 de março, pouco mais de um mês depois de seu lançamento nos cinemas. O filme protagonizado por Margot Robbie teve um desempenho muito abaixo do esperado nas bilheterias e teve sua arrecadação global muito prejudicada pelo fechamento dos cinemas chineses. No Brasil ainda não está confirmado se também haverá essa antecipação.

A Universal Pictures também vai quebrar a tradicional janela de 3 meses e anunciou na segunda-feira (16 de março) que alguns de seus filmes atuais serão lançados para transmissão no Xfinity On Demand a partir desta semana, segundo a CNBC. O estúdio de propriedade da Comcast lançará para aluguel e venda digital o recente sucesso “O Homem Invisível”. Títulos como “Emma”, “A Caçada” e “Trolls 2” irão direto para o VOD. Outros lançamentos da Universal previstos para o cinema poderão ter o mesmo destino.

Já a Disney tomou a iniciativa de antecipar seus dois grandes lançamentos de final de ano no streaming e on demand. “Frozen II”, que chegou ao serviço digital norte-americano em fevereiro, estreou no Disney + no dia 13 de março, três meses antes do previsto, e no mesmo dia “Star Wars: A Ascensão Skywalker” chegou às plataformas digitais nos Estados Unidos, quatro antes do programado. No Brasil, a conclusão da saga Skywalker segue em sua data previamente estipulada, hoje (18 de março).

Por aqui, o Telecine, além de abrir o sinal dos seis canais desde o início da semana, também liberou seu serviço de streaming, o Telecine Play. O Globoplay liberou por 30 dias alguns conteúdos de sua plataforma para não assinantes durante 30 dias. Entre eles estão produções da Globo e Globosat como a série “Shippados”, as temporadas de “Malhação” e programas infantis como “Detetives do Prédio Azul”, entre outros.

O É Tudo Verdade – Festival Internacional de Documentários – decidiu, junto com seus patrocinadores e parceiros, realizar sua 25ª edição em duas etapas: uma, digital, no período originalmente agendado (entre final de março e início de abril), e a outra presencial, em datas ainda a serem especificadas provavelmente em setembro. A equipe do festival já desenvolve este novo formato em parceria com seus patrocinadores e parceiros e em consulta com os convidados e os produtores dos documentários selecionados.

Deixe sua opinião