em ,

Fãs celebram "Star Wars Rebels" em convenção no Rio

Não há como negar que Star Wars é a franquia mais festejada da Cultura Pop, rivalizando apenas com Star Trek (daí a rixa entre os fãs, como Beatles e Rolling Stones e Emilinha e Marlene). Quando há, de uma só tacada, um desenho explorando o universo da saga estreando na TV e um novo filme por vir, não era de se esperar nada diferente de fãs em polvorosa. E foi exatamente isso que se viu no Planetário da Gávea no Rio de Janeiro no último sábado, onde foi realizado o encontro Jedirio, organizado pelo Conselho Jedi do Rio de Janeiro com apoio da Disney Brasil.
REB_IA_2266_L-1536x864-705092743225Como era previsto, o assunto mais discutido ao longo do evento foi a nova série animada “Star Wars Rebels” e a expectativa quanto ao “Episódio VII”, que terá suas filmagens concluídas em duas semanas, segundo a presidente da Lucasfilm, Kathleen Kennedy. Mas também houve espaço para outros assuntos, como por exemplo, a história da recém finada Lucas Art, a divisão de Games da Lucasfilm, que deu tantas alegrias aos gamers hoje na casa dos 30, se encaminhado para os 40.
Os palestrantes Guilherme Xavier e Rian Rezende contaram a ascensão e queda da desenvolvedora de games, e também suas experiências com aqueles jogos fantásticos como Grim Fandango, Mokey Island, The DIG, Full Throttle, Sam And Max, e, claro, todos os títulos baseados no universo Star Wars. Perguntados por mim se haviam virado os “impossíveis” Grimm Fandango e Dia dos Tentáculos, responderam com um risonho não. Compreensível.

Rian Rezende, Gulilherme Xavier, Brian Moura e Henrique Granado
Rian Rezende, Gulilherme Xavier com a cúpula do Conselho Jedi, Brian Moura e Henrique Granado

O momento mais esperado da festa era sem dúvida a exibição do episódio especial de Rebels, Spark of the Rebellion na cúpula Carl Sagan, onde são exibidos os filmes especiais do Planetário. Fãs adultos, jovens, pais levando seus filhos introduzindo-os na Força, muitos já empunhando seus sabres de luz, marcaram presença para celebrar a animação. O humorista Marcos Caruso, que dubla o Agente Kallus, também foi lembrado, em um vídeo exibido logo após a exibição do episódio, mostrando o ator falando sobre a experiência de fazer parte do universo de que é fã.
Porém, ninguém poderia sair dali sem se inteirar dos spoilers do vindouro “Star Wars Episódio VII”, filme dirigido por J.J. Abrams, que estreia nos cinemas em 18 de dezembro do ano que vem. Era possível sentir o clima de ansiedade nos fãs mais afoitos por informação. A palestra apresentada pela cúpula do conselho Jedi do Rio (Brian Moura e Henrique Granado) abriu um painel elucidativo, mostrando desde a escalação do elenco até os concept arts vazados na última quarta feira e alguns até anteriores, mas pouco vistos, deixando os mais fanáticos com água na boca.
A esclarecedora mesa sobre animação com o professor de animação Daniel Pinna e o animador David Mussa fez muita gente ficar até o final, apesar do avançar da hora. Usando Rebels como ponto de partida, elucidaram questões como as diferenças de uma animação para o Cinema e para a TV, o mercado atual de Animação no Brasil e no resto do mundo e as tendências de consumo.
Daniel Pinna e David Mussel: palstra sobre animação
Daniel Pinna e David Mussel: palestra sobre animação

Além das atividades, ainda houve distribuição de brindes para os presentes e a entrega do prêmio Argo de Ficção Científica.
E no dia 30 de novembro é a vez de São Paulo receber uma convenção Star Wars, a Jedicon SP, que promete.

Deixe sua opinião

Avatar

Publicação Cesar Monteiro