em

Festival do Rio: “Amanhã Nunca Mais” é o casamento entre o carisma e a eficiência

Encerrando a lista de selecionados para Premiere Brasil do Festival do Rio 2011, Amanhã Nunca Mais, estreia em longa metragem do publicitário Tadeu Jungle acabou sendo uma das grandes surpresas do evento. E positiva.

O filme, que vem amparado pela majors Fox e já tem data de estreia nos cinemas (11 de novembro), é protagonizado pelo ator Lázaro Ramos, que brilha na curva dramática de seu personagem, chegando a ser quase uma unanimidade entre os presentes no Festival. O ator interpreta Walter, um anestesista com dificuldade para dizer “não”. Sua postura só muda quando ele é obrigado a enfrentar o trânsito de São Paulo para conseguir levar o bolo do aniversário da filha para a festa. Se não chegar a tempo, perderá de vez a chance de reconquistar sua mulher (Fernanda Machado, um grande destaque).

Com esse fiapo de roteiro, Jungle consegue fazer um grande filme que se ampara nas raias da comicidade, mas se humaniza nos (quase) absurdos do tragicômico. Nessa odisséia, Walter esbarra com personagens excêntricos (dentre eles uma Maria Luisa Mendonça hilária) e vai, num crescente bem construído, identificando que a permissividade de sua personalidade pode ser fatal para seus propósitos.

Claro que o expertise publicitário do diretor conta a favor da narrativa, com planos criativos e fotografia bem calculada, assim como a cartesiana trilha sonora de Arnaldo Antunes que parece personalizar de forma definitiva a São Paulo caótica que o filme evoca.

Ainda que derrape em algumas soluções dramáticas (e conciliação do casal no fim é bem forçadinha), Jungle comprovou que sabe fazer cinema, acendendo uma vela para o mercado, e outra para seus insights autorais… Uma bela amostra de uma lição que o cinema brasileiro precisa aprender melhor

[xrr rating=3/5]

Participe com sua opinião!

Ativista

Publicado por Renan de Andrade

VerificadoEscritorPromotor(a)CinéfiloMusicólogoFanáticos por SériesSuper-fãs

Mostra CLAMP na Rio Comicon não agradou aos fãs

Pocket Games: Bird Strike