em ,

Jim Carey afirma que não irá promover “Kick-Ass 2” por causa da violência no filme

Durante a semana Jim Carey enviou vários tweets em sua conta pessoal dizendo que mesmo tendo participado de “Kick-Ass 2” ele não poderá ajudar a promover o filme tamanha a violência utilizada no mesmo. Ele pede desculpas, se diz envergonhado e completa dizendo que eventos recentes mudaram sua opinião em relação ao filme e seu papel nele.
Acontece que Carey sempre foi um fã assumido de “Kick-Ass” e fez tudo o que podia para conseguir participar da sequência. Esse papel totalmente diferente irá trazer um novo significado a sua carreira que anda um pouco em off ultimamente.

O criador Mark Millar resolveu se pronunciar sobre a decisão de Carey em seu blog pessoal:

“Primeiro de tudo eu amo o Jim Carey. Quando o produtor Matthew Vaughn e o diretor Jeff Wadlow me ligaram e sugeriram uma conferência com ele para discutir sobre o novo filme eu estava muito entusiasmado. Como vocês eu adoro “Brilho Eterno..”, “O Mundo de Andy” e “O Show de Truman”. Carey é um ator como nenhum outro, uma inacreditável força da natureza que traz mais humanidade em em seus papéis, além da energia vibrante pela qual ele é conhecido. Ele almoçou com  Matthew perto do lançamento do primeiro filme e disse que curtiu tanto que naquela mesma noite ele apareceu vestido como Kick-Ass no talk show do Conan O’Brien. Os dois depois fizeram um dueto e O’Brien estava vestido como o Superman. Logo Vaughn e eu fizemos uma nota mental de que precisávamos trabalhar com ele.

Jim é muito apaixonado em tudo o que ele faz e quando o vi no set, atuando com todos, achei simplesmente magnífico. Uma de suas melhores atuações. Entendo que ele seja a favor do controle de armas e o respeito por isso. Ironicamente o personagem de Jim é totalmente a favor do armamento pesado e algo pelo qual ele próprio confessou o ter atraído ao papel.

Sei que essa é a decisão dele, mas eu nunca comprei a ideia que a violência feita na televisão é a mesma que acaba indo para as ruas, não mais do que Harry Potter conjurando feitiços irá criar vários bruxos por aí. Nosso trabalho como roteiristas é para entreter as massas e não podemos ser tolidos ao fazer isso, nos limitando ao não-uso a violência. Adaptamos muita coisa para o cinema, pois o mesmo nos acontece nos meus quadrinhos. Seria como um filme de John Wayne onde ele não carrega um revólver, ou Stallone como Rambo, não dando tiros de fuzil nos bandidos. Acredito que nossa audiência é inteligente o suficiente para saber diferenciar ficção da vida real. A ação em Kick-Ass 2 é algo que você nunca viu antes posso garantir. Vamos focar nossos protestos para a vida real, onde a violência de fato acontece como a guerra no Afeganistão e as confusões na Síria por exemplo.

Jim eu te adoro, você sabe e espero sinceramente que você reconsidere sua posição atual, pois o trabalho que fizemos juntos está sensacional e você deveria participar dele.

Paz e Amor, Mark Millar.”

Agora é esperar e ver se Jim Carey irá voltar atrás em sua decisão.

Participe com sua opinião!

Ativista

Publicado por Melissa Andrade

ColecionadorNarutoRepórterFanáticos por SériesSuper-fãsFotógrafo

A série da BBC One “Sherlock” é excelente

A revista Empire Magazine em uma edição especial de “O Hobbit”