em

Kevin Smith relembra quando dirigiu Alanis Morissette no filme Dogma

O cineasta Kevin Smith postou em sua conta do Instagram uma lembrança de quando dirigiu a cantora Alanis Morissette em seu quarto longa para o cinema, “Dogma”, há 21 anos. Na história, a cantora canadense interpreta Deus.

View this post on Instagram

Touched by God. Man meets his Maker. 21 years ago, you oughta know that @alanis made me cry during Dogma. Granted, she was only doing what the script said, and I had help from a menthol blast in the eyes. But there’s something beautiful about this moment to me, as I originally wrote it while I was still a practicing Catholic. It represents the last vestiges of my childhood faith in a single image. Folks always ask me “Why’d you cast #alanismorissette as God?” And for two decades, I’ve responded with “Because I always felt that – with her infinite patience – God had to be both a woman and Canadian.” Isn’t it ironic? #KevinSmith #dogma #90s #1999 #God #faith

A post shared by Kevin Smith (@thatkevinsmith) on

“Tocado por Deus. O homem encontra seu Criador. 21 anos atrás, você deveria saber que @alanis me fez chorar durante Dogma. Certo, ela estava apenas fazendo o que o roteiro dizia, e eu tive a ajuda de uma explosão de mentol nos olhos. Mas há algo lindo neste momento para mim, já que originalmente o escrevi quando ainda era católico praticante. Representa os últimos vestígios da minha fé infantil em uma única imagem. As pessoas sempre me perguntam “Por que você escolheu #alanismorissette como Deus?” E por duas décadas, eu respondi com ‘Porque eu sempre senti que – com sua infinita paciência – Deus tinha que ser uma mulher e canadense.’ Não é irônico?” disse diretor no post, finalizando com uma referência à canção ‘Ironic’, grande hit da cantora.

“Dogma” causou polêmica, enfrentando problemas com a igreja. Na trama, dois anjos renegados (interpretados por Matt Damon e Ben Affleck) armam um plano que inclui a destruição de toda a humanidade. A salvação é uma descendente de Jesus que trabalha em uma clínica de aborto.

Opiniões

Participe com sua opinião!

Carregando

0