em

Nova Febre de Remakes

A recém-renascida das cinzas MGM Studios está querendo voltar a ter um papel na frente de batalha dos grandes Blockbusters. Como a produtora pretende fazer isto, bem, é um tanto quanto temerário.

Nova Febre de Remakes | Filmes | Revista Ambrosia

A MGM (Metro Goldwin Mayer) já foi uma das maiores produtoras de filmes, tendo em seu catálogo filmes como Casablanca (1943), Este Mundo é Um Hospício (1944), Seu Último Refúgio (1941), A Condessa Descalça (1954) e Se o Meu Apartamento Falasse (1960) – este último um dos melhores filmes que eu já assisti em minha vida, com o mestre Jack Lemon -, bem como diversos dos filmes de James Bond e da Pantera Cor de Rosa, sem contar os grandes desenhos clássicos de Tex Avery e os fantásticos clássicos de Tom e Jerry com orquestra e tudo mais.

Em 2002 a empresa foi posta a venda por US$7 bilhões e comprada posteriormente pela Sony que a ajudou a reerguer. Agora, o caos dos remakes começa.

Os diretores da MGM, Mary Parent e Harry Sloan, anunciaram recentemente os remakes de Amanhecer Violento (Red Dawn) e, pasmem, Robocop! Foi mostrado aqui no Ambrosia um teaser poster deste novo Robocop, mas eu sinceramente pensei que fosse furada. Mas o Hollywood Reporter deu uma notícia que me chocou. Entre os diretores cogitados a fazer o remake está Darren Aronofsky de Réquiem Por Um Sonho e Pi.

Nova Febre de Remakes | Filmes | Revista Ambrosia

Além disso, Carl Ellsworth (um famoso desconhecido) está escrevendo o roteiro do remake de Amanhecer Violento, que será dirigido pelo diretor de segunda unidade mais usado ultimamente, Dan Bradley. Bradley filmou as segundas unidades de Homem Aranha 3, O Ultimato Bourne e, mais recentemente, de Quantum of Solace de James Bond.

Nova Febre de Remakes | Filmes | Revista Ambrosia

A idéia de Amanhecer Violento foi assustar as pessoas que viviam na paranóia da Guerra Fria, com a simples história de que a Rússia estava invadindo os EUA e um grupo de jovens se refugia nas montanhas e monta uma guerrilha contra os invasores. Esse filme é um dos maiores argumentos dos defensores da Segunda Emenda da Constituição norte-americana que permite ter em casa armas de fogo. Agora devem usar o mesmo roteiro, só que ao invés de russos, devem usar iraquianos! (isso é chute meu levando-se em consideração o quanto roteiristas de remake são toscos).

O original de Amanhecer foi filmado por John Millus de Conan, o Bárbaro. E o Robocop original foi filmado por Paul Verhoven, que criou uma nova utilidade a palavra violência desenfreada na telona. Espero sinceramente que não façam nenhum destes remakes, afinal, todos os remakes feitos foram de baixa qualidade e sempre foram detonados pela crítica, talvez exceto pelas Panteras, mas convenhemos, não tem como errar colocando aquele mulheril em cenas de ação, né?!

J.R. Dib

Deixe sua opinião

Avatar

Publicação J.R. Dib