em

Rio: dublado x legendado

Normalmente as pessoas têm o hábito de ver animações dubladas, porque acreditam que o filme fique muito mais engraçado falado na própria língua. Outros filmes, aqueles que não sejam animações, perdem esse critério e são escolhidos com legenda na hora de se assistir.

Fazendo um comparativo aqui sobre qual seria a melhor forma de assistir o mais novo sucesso do Carlos Saldanha, posso dizer de cara que seria legendado. Isso não se dá pelo fato da dublagem brasileira não ser boa, porque o filme está muito bem dublado. O principal fator encontra-se na história.

Rio é uma animação sobre duas araras azuis, Blu e Jade (Jewel, no original), que se encontraram no Rio de Janeiro. Eles são os últimos da sua espécie. Blu foi contrabandeado do Rio de Janeiro para Minnesota, EUA, ainda filhote. Lá, foi encontado por uma menina que desde então cuida da arara. Jade morava na mata silvestre do Rio de Janeiro e foi aprisionada em um laboratório científico para reprodução da espécie. Com Blu.

A viagem de Blu para o Rio de Janeiro e sua inaptidão de falar nossa língua, inclusive sua dona, só são evidentes na versão legendada. Isso se dá porque nessa versão há muitas falas em português que confundem os personagens. Esse charme do filme não foi tão bem aproveitado na versão dublada, porque afinal, é só falado o português. Algumas coisas são até adaptadas para a versão dublada, porém muitas outras se perdem.

Mesmo na versão dublada o filme é excelente e vale a pena ser visto, tanto por adultos e por crianças.

alguém opinou!

Deixe sua opinião!

Participe com sua opinião!

Iniciante

Publicado por Robusti

“Os Agentes do Destino” transforma Philip K. Dick em Nicholas Sparks

Com “Macho Man” Fernanda Young e Alexandre Machado comprovam o êxito do humor inteligente na TV aberta