em

Sete encarnações essenciais de "Drácula" no Cinema

“Drácula – A História Não Contada”, que acaba de estrear nos cinemas de todo o Brasil não é a melhor encarnação do Príncipe das Trevas nas telonas, por isso é compreensível que muitos fãs de Bram Stoker e vampirólogos em geral tenham saído do cinema decepcionados com o que viram. Então, para servir de consolo, vamos indicar aqui uma lista de sete filmes essenciais do conde da Transilvânia e que são, claro, muito superiores a essa releitura em cartaz.
 

  • “Drácula” (1979) – Na película de 1979, Frank Langella se mostra uma das mais brilhantes personificações do Príncipe das Trevas. Dirgido por John Badham (Embalos de Sábado à Noite e Jogos de Guerra), o filme ainda conta no elenco com Lawrence Olivier no papel de Van Helsing.

Dracula_(1979)

  •   “Nosferatu: O Vampiro da Noite” (1979) – Releitura do alemão Werner Herzog da clássica adaptação de Murnau de 1922 do romance de Bram Stoker. Com Klaus Kinski no papel do vampiro.

nosferatu-1979-061

  •  “O Sangue de Drácula” (1974) – Nessa produção de Andy Warhol dirigida por Paul Morrissey, com elementos de humor e um certo erotismo, o Conde Drácula vai à Itália procurar por sangue virgem. A produção tem um belo trabalho de fotografia e conta com Udo Kier no papel principal e Vittorio De Sica como o Marquês de Fiori.

968full-blood-for-dracula-(andy-warhol's-dracula)-screenshot

  •  “O Vampiro da Noite” (1958) – Clássico do lendário estúdio inglês Hammer, traz o monstro da atuação Christopher Lee estreando como Drácula e Peter Cushing no papel de Van Helsing. Lee é sem dúvida o Drácula mais icônico do Cinema depois de Bela Lugosi.

Horror Of Dracula-012

  •  “Nosferatu” (1922) – A produção dirigida por F.W. Murnau, um dos marcos do Impressionismo Alemão, não conseguiu adquirir os direitos para transpor para o Cinema o romance de Bram Stoker. Com isso, o roteirista Henrik Galeen fez algumas mudanças, como alteração nos nomes dos personagens, mas manteve a estrutura narrativa. Destaque para a atuação de Max Schreck no papel de Graf Orlock, o “genérico” de Drácula
  • nosferatu-1922-01“Drácula de Bram Stoker” (1992) – Suntuosa transposição do livro de Bram Stoker para o Cinema conduzida por Francis Ford Coppola. Um deslumbre visual com um impecável Gary Oldman no papel título.

Sete encarnações essenciais de "Drácula" no Cinema3

  • “Drácula” (1931) – Pode sem exagero ser considerada a versão definitiva do conde da Transilvânia no Cinema, imortalizada pela atuação lendária do húngaro Bela Lugosi.

large_dracula_blu-ray_04

2 Comments

Deixe sua opinião!

Deixe sua opinião

Avatar

Publicação Cesar Monteiro