em ,

Uma Dobra no Tempo é o novo Tomorrowland da Disney

O novo empreendimento da Disney no munda fantasia, “Uma Dobra no Tempo”, é baseado na obra literária de Jennifer Lee. Dirigido o Ava DuVernay,(de “Selma: Uma Luta Pela Igualdade”) conta a história de dois irmãos Meg Murry (Storm Reid) e Charles Wallace (Deric McCabe), cujo o pai (Chris Pine) é um famoso cientista que desapareceu por 4 anos depois de anunciar que poderia viajar pelo universo usando a sua mente. Passado esse tempo todo, a brilhante Meg se torna uma pessoa amarga e o irmão um pequeno gênio que ainda possui a esperança. Ele que se conecta com três seres fantásticos feitas de luz (Oprah Winfrey; Reese Whitherspoon e Mindy Kaling), que os leva junto com um conhecido deles, Calvin (Levi Miller), até o planeta onde seu pai está e enfrentam uma entidade do mal feita de total escuridão chamada de Aquilo (The It).
O conflito estabelecido entre o bem e o mal, a luz contra a escuridão, é muito mal explorado e resolvido de maneira tão rápida que o espectador não sente nenhuma tensão. Há momentos do filme que o tema bem contra o mal é tão bobo que só faltava aparecer a música o He-Man (O bem vence o mal/Espanta o temporal). Os conflitos dos personagens são fracos e o elenco mirim não transmite simpatia. Até as participações especiais de bons atores (Zach Galifianakis e Michael Peña) são desperdiçados. Existe também um problema de consistência dos personagens. Eles passam pela mesma situação duas vezes seguidas, sendo que na primeira guardam os conselhos que lhes foram passados, e na seguinte parecem que esqueceram e fazem justamente o contrário.
Uma Dobra no Tempo é o novo Tomorrowland da Disney | Críticas | Revista Ambrosia
O que salva o filme são os belos cenários e os efeitos visuais que funcionam bem, embora falte uma certa textura na interação dos atores reais com um efeito em especial. A atuação das atrizes que fazem as três seres fantásticas são boas e ficamos torcendo que elas aparecem mais durante a fita.
Infelizmente a Disney tem se equivocado nos seus últimos longas de fantasia que, assim como em Tomorrowland, tem uma premissa interessante, mas não se sustentam como uma boa obra.
Uma Dobra no Tempo é o novo Tomorrowland da Disney | Críticas | Revista AmbrosiaFilme: Uma Dobra no Tempo (A Wrinkle in Time)
Direção: Ava DuVernay
Elenco: Oprah Winfrey, Storm Reid, Reese Witherspoon
Gênero: Fantasia
País: EUA
Ano de produção: 2018
Distribuidora: Disney
Duração: 1h 50 min
Classificação: 10 anos

Deixe sua opinião