em

Céu interpreta Bob Marley e reggae invade a Cidade do Samba

Na rua, o clima da cidade era de carnaval. Mas dentro das dependências da Miranda, casa de shows da Zona Sul do Rio de Janeiro, a temperatura apontava para um calor genuinamente jamaicano ao ritmo do reggae, com as tradicionais mesas e uma pista de dança montada nos fundos do luxuoso espaço.
Nos dias 28 de fevereiro e 1 de março, a cantora paulistana Céu invadiu o Rio com sua banda e lotou a casa na cidade de samba, transformando aquele pequeno ponto do bairro da Lagoa num oásis para amantes ou não de carnaval.
Céu brilhou como diamante com seu figurino vistoso, que à distância do palco realçava ainda mais sua beleza, e fez o público cantar e dançar as músicas do álbum “Catch a Fire”. Lançado em 1973 por Bob Marley e The Wailers, o registro foi incluído pela revista “Rolling Stones” na sua lista dos 500 álbuns mais importantes da música pop de todos os tempos.
Céu e sua banda, formada por Dustan Gallas, guitarra e vocal; Lucas Martins, baixo; Chiquinho, teclados e vocal; Bruno Buarque, bateria; Zé Nigro, guitarra e vocal; e DJ Marcos, MPC e toca-discos, cantaram músicas como “Concret jungle”, “Stir it up”, 400 years”, “Slave driver”, entre outras do álbum. Ao final do curto show de pouco mais de uma hora, o público pediu bis e a cantora, receosa por não repetir músicas, acabou tendo que fazê-lo.
Com o ano devidamente começado e estando aberta a temporada de releituras, vide o álbum “Modinhas”, ( Coqueiro Verde) novo de trabalho da cantora Érika Martins, em parte formado por releituras de composições de nomes como Villa-Lobos, Tom Zé e Sérgio Bittencourt, já resenhado aqui no Ambrosia, pelo colega César Monteiro, vale destaque também esta releitura de Céu, exatamente a um ano da comemoração pelos 70 anos que o rei do reggae faria, em fevereiro de 2015.
Bem que o registro da cantora poderia acabar não numa quarta-feira de cinzas, mas num DVD como presente para os amantes do reggae e os fãs de Bob Marley. Fica a dica.

Fotografia de Luísa Avelino

Participe com sua opinião!

Aprendiz

Publicado por George Patiño

"Clube de Compras Dallas" reflete suas memoráveis atuações masculinas

Judi Dench e a vivaz apropriação de sua "Philomena"